13 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

João Pereira alcança 7º lugar na WTS de Montreal

 

Na WTS de Montreal 7º lugar para João Pereira e 16º para João Silva numa prova sempre a recuperar posições

 

Realizou-se ontem, dia 26 de agosto, a penúltima etapa do Campeonato do Mundo de Triatlo em Montreal, no Canadá, na distância olímpica, uma competição que contou com a presença de João Silva e de João Pereira, este último de regresso às grandes competições. Foi uma prova que contou com um percurso de ciclismo duro, com subidas e curvas, onde o piso molhado e escorregadio obrigou à destreza dos atletas e originou alguns incidentes mecânicos e quedas de bicicleta.

 

Os dois triatletas portugueses tiveram prestações muito consistentes, saindo com algum atraso na natação relativamente aos primeiros a sair da água, mas conseguindo inserir-se no grupo perseguidor do ciclismo que integrou um grande número de atletas. Ainda assim, os dois triatletas nacionais recuperaram posições neste segundo segmento, posicionando-se sensivelmente no top 15 e top 10 no final do ciclismo.

 

Na corrida mantiveram e subiram lugares como foi o caso de João Pereira  que finalizou a prova num excelente 7º lugar, com o tempo de 01:49:25. «Mais do que o resultado em si, foi bastante positivo sentir-me capaz por lutar pelos lugares cimeiros. As sensações em competição foram boas e tenho que agradecer aos meus treinadores a paciência que têm tido comigo…  acredito que estou de volta!» João ainda sentiu alguns resquícios da lesão, mas pensa que está quase recuperado porque conseguiu lidar bem com esse problema em prova. E este resultado pode resultar numa motivação extra. «Estou muito bem acompanhado em altitude pelo que com mais uns dias de treino é possível que surja um grande resultado na final na WTS de Gold Cost. Para além disso, sei que não estou ainda no meu auge, pelo que ainda tenho margem de progressão, o que me deixa muito satisfeito!»

 

João Silva ficou 16ª posição com 01:50:05, numa prova de elevado nível técnico: «Foi uma prova rápida, perdi bastante tempo na segunda transição e com isso todas as referências da corrida. Mesmo assim, consegui melhorar um pouco, agora tenho o foco na grande final em Gold Coast para a decisão do Campeonato do Mundo», explicou João Silva.

 

Na primeira posição ficou o espanhol Mario Mola com a marca de 01:47:46, com uma prestação incrível, ultrapassando apenas nos últimos metros de corrida Kristian Blummenfelt, da Noruega, que veio até a essa altura a liderar a corrida e terminou com o tempo de 01:48:02.  O austríaco Jacob Bietwhistle fechou o pódio com 01:48:28.

 

A época internacional dos triatletas portugueses irá continuar na última etapa do Campeonato do Mundo, a grande final que se irá disputar em Gold Coast, na Austrália, entre 12 a 16 de setembro.

 

 


 

terça-feira, 16 de outubro de 2018 – 21:14:04

Pesquisar

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...