14 anos ao serviço do Desporto em Portugal

Notícias

XXV Duatlo de Grândola recebeu a Taça de Portugal

 

A segunda etapa da Taça de Portugal decorreu no dia 17 de março, em Grândola, e contou com cerca de 200 participantes.

 

O percurso do XXV Duatlo de Grândola foi constituído por uma primeira corrida com 4.925 metros, num percurso circular entre dois retornos, duas voltas em asfalto, com algum desnível, um ciclismo com 18.600 metros realizado em asfalto em boas condições, sem desníveis consideráveis, entre o centro da Vila de Grândola e o circuito fechado da EN 261-1 onde se realizam 2 voltas, antes do regresso à área de transição.


A última corrida com 2500 metros teve um percurso idêntico à primeira, em sentido único, com uma volta até à meta instalada no estacionamento anexo ao Complexo Desportivo Municipal José Afonso.

 

Com um tempo favorável ao evento, o Duatlo de Grândola realizou-se em formato de contrarrelógio na distância sprint, uma prova em que os atletas partem individualmente, vencendo aquele que completar a prova em menos tempo. O Duatlo começou com as atletas femininas e, após a partida da última atleta, iniciou-se cinco minutos após a partida dos atletas masculinos.

Na competição feminina por equipas a vitória foi para o Clube Natação Colégio Vasco da Gama, com a Escola Triatlo Santo António Évora a arrecadar o segundo lugar, sendo a terceira posição conquistada pelo Clube Oriental de Lisboa.

 

Em masculinos, a vitória foi para o Estoril Praia Credibom, na segunda posição ficou o Amiciclo de Grândola e o OutSystems Olímpico de Oeiras subiu à terceira posição do pódio.

 

Bruno Pais, coordenador do Estoril Praia Credibom e atleta também da competição, caracteriza esta prova como ‘diferente das outras, em que até ao final ninguém sabe quais os vencedores’. «Esta prova, que mantém o suspense até ao fim, é mais voltada para ciclistas o que torna as coisas mais interessantes». Bruno Pais considerou o percurso da corrida pouco interessante pelo facto de passar dentro de uma escola de este ser fora do centro de Grândola, mas o «trajeto sobe e desce do ciclismo agradou ao capitão da equipa do Estoril Praia, além de que os atletas se cruzam no percurso, o que acaba por distrai-los do esforço. As expetativas passavam por ir ao pódio, ‘por isso uma dobradinha com uma vitória a nível individual sabe muito bem, mais ainda porque conseguimos vencer com  alguma margem‘, conclui Bruno Pais.

 

Bruno Pais participou no Duatlo de Grândola para ajudar a equipa, que precisava de quatro elementos para pontuar para a Taça de Portugal

 

Resultados individuais do XXV Duatlo de Grândola

 

A vitória feminina absoluta foi para Liliana Veríssimo, do Núcleo do Sporting da Golegã, com 01:02:57, numa prova que a atleta considera bem organizada, salientado a marcação do percurso e o apoio do público.

 

«A competição correu bastante bem, vinha com o objetivo de tentar ganhar a geral, sabia que não seria fácil pois ambas as atletas que subiram comigo ao pódio são muito boas!» Esta prova sendo em formato de contrarrelógio, com partidas individuais e desconhecendo os tempos das adversárias ‘as atletas têm que dar tudo do princípio ao fim’ e desta vez a atleta do Núcleo do Sporting da Golegã foi a mais forte em prova.  «Os próximos objetivos é são representar a seleção nacional com a melhor classificação nos Age groups no Duatlo standard e no Triatlo Longo no Campeonato do Mundo Multisport em Pontevedra em abril.» Para além deste objetivo, Liliana Veríssimo irá participar no mundial de Nice na distância IRONMAN 70.3

 

Andreia Ferrum, do Outsystems Olímpico de Oeiras, teve o segundo melhor tempo em prova com 01:04:08 e Pauline Vie, do Alhandra Sporting Club alcançou a terceira posição com 01:05:51.

 

João Ferreira, do Estoril Praia Credibom, venceu o Duatlo de Grândola com 00:53:19, repetindo a vitória de 2018, partindo com a mesma vontade do ano anterior. «É sempre uma prova particular e espetacular que aconselho a todos, pois tem um formato diferente, o que torna a prova atraente!» afirma o atleta do Estoril Praia Credibom. João Ferreira afirma que numa prova com este formato ‘o atleta sabe realmente o que está a valer, pois o esforço é com ele e não em detrimento dos outros atletas. Uma luta contra nós próprios, esperando alcançar o melhor tempo!’ João sabia que o ciclismo ia fazer muita diferença, um segmento pelo qual tem trabalho e tentado evoluir. «Dei o meu melhor e fiquei extremamente feliz por repetir a vitória do ano passado e carimbar a minha primeira conquista deste ano. Em conjunto com o meu clube, que também está em grande, conseguimos pintar Grândola de amarelo e azul!».

 

José Estrangeiro, do CNATRIL Triatlo, conquistou a segunda posição com 00:54:09 e Rui Narigueta subiu ao pódio em terceiro lugar terminando a competição em 00:54:16.

 

O Duatlo de Grândola 2019 é uma organização da Câmara Municipal de Grândola e o Clube Amiciclo de Grândola, com o apoio técnico da Federação de Triatlo de Portugal.

 

Esta é a segunda de oito etapas da Taça de Portugal, provas que serão realizadas em formato de duatlo e triatlo e que decorrerão ao longo do ano: a primeira prova realizou-se no III Triatlo de Cuba, no dia 10 de março, a terceira irá ter lugar no dia 28 de abril em Quarteira, a quarta etapa será no dia 8 de junho em Peniche, 16 de junho será a vez de Alhandra, a 7 de julho a taça será no Fundão, a 28 de julho em Coruche e a final desta competição está marcada para dia 7 de setembro, em Leiria.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Periodicidade Diária

sexta-feira, 15 de novembro de 2019 – 07:42:04

Pesquisar

Vamos ajudar!

Como comprar fotos

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...