13 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

IX Duatlo de Torres Vedras recebe Campeonato Nacional Individual 2019

 

O IX Duatlo de Torres Vedras recebeu no dia 7 de abril o Campeonato Individual de Duatlo na distância sprint.

A vitória foi de Liliana Veríssimo, do Núcleo do Sporting da Golegã e de Gil Maia, da Associação Lince Triathlon.

 

Além do Campeonato Nacional Individual de Duatlo realizou-se também uma prova aberta a todos os participantes.

 

Os 5000 metros da primeira corrida foram realizados com duas voltas ao Parque Verde da Várzea, e incluíram um misto de terra batida, alcatrão e algum empedrado, com a segunda corrida de 2500 metros a percorrer apenas uma volta. Os 19000 metros de ciclismo iniciaram na Serra da Vila, em estradas largas de alcatrão em bom estado e tiveram três retornos de 180º por volta.

 

As condições atmosféricas dificultaram o percurso do ciclismo, tornando o piso mais escorregadio, pelo que os atletas tiveram que por à prova a sua perícia e técnica especialmente durante este segmento.

 

Ainda assim foi uma prova muito disputada até ao final, tanto no setor feminino como no masculino, decidindo-se os vencedores da competição nos últimos 500 metros.

 

O vencedor da prova foi Gil Maia com 00:54:23, que conquistou o título de Campeão Nacional Individual de Duatlo. O atleta considera que foi um marco positivo na sua carreira, pois já tinha alcançado alguns pódios nesta competição, mas foi a primeira vez que conseguiu a vitória. «Foi bastante compensador ter conseguido ganhar!»


O atleta da Associação Lince Triathlon refere que foi uma prova dura pelas características da própria competição e pelo tempo que se fez sentir. «As condições climatéricas vieram dificultar um percurso que já é por si bastante técnico, com a dificuldade a aumentar pelo pelotão bastante competitivo de atletas.» Gil Maia refere que controlou a corrida, já que não seria decisiva no resultado, mas mesmo assim «tentou forçar este segmento para dividir ao máximo o pelotão, objetivo

que foi alcançado.» O ciclismo não correu tal como esperado, porque os atletas utilizaram diferentes táticas, tendo o segundo grupo alcançado o primeiro «Este grupo seguiu junto até à segunda corrida, onde, graças a uma boa segunda a transição, consegui sair bastante forte e encontrar boas sensações que me permitiram alcançar a vitória e ser campeão nacional!» refere Gil Maia.

 

Marco Miguel, do Clube Praças da Armada, ficou na segunda posição com 00:54:32 e João Ferreira, do Estoril Praia Credibom, alcançou o terceiro lugar com o tempo de 00:54:34.

 

A prova feminina foi ganha por Liliana Veríssimo, do Núcleo do Sporting da Golegã, com 01:04:56, que participou pela primeira vez neste duatlo.

 

A atleta considerou que a prova estava bem sinalizada: «O percurso da corrida dentro do parque verde foi bastante interessante porque, além da presença do público sempre motivador, levou os atletas a alterar a velocidade devido às necessárias mudanças de direção, um percurso que para mim é bastante desafiante.» A atleta do Núcleo do Sporting da Golegã faz uma apreciação da sua prova: «Fiz globalmente uma competição controlada, como uma primeira corrida que acabou por sair forte.» No ciclismo formou-se um grupo de três atletas que desenvolveram um trabalho coletivo e ganharam vantagem para as perseguidoras. «Chegámos juntas ao PT e a mais forte na última corrida acabou por vencer a competição.

 

Liliana Alexandre, do OutSystems Olímpico de Oeiras, terminou a prova em 01:05:06 conquistando a segunda posição e Rita Maria Lopes, do Boavista FC, subiu ao terceiro lugar do pódio com o tempo de 01:05:12.

 

 

 

Classificação por clubes

 

A vitória coletiva feminina foi para o Outsystems Olímpico de Oeiras com Liliana Alexandre (01:05:06), Céu Nunes (01:08:42) e Marisa João (01:11:52). No setor masculino, o melhor clube em prova foi o Clube Praças da Armada com Marco Miguel (00:54:32), João Bragadeste (00:54:47) e Pedro Lomba (00:56:58).

 

O Clube Oriental de Lisboa conquistou a segunda posição com Fernanda Marques Santinha (01:13:23), Maria Sousa (01:15:42) e Cláudia Ferreira (01:18:35) e no setor masculino a segunda posição pertenceu ao OutSystems Olímpico de Oeiras com os atletas Rui Narigueta (00:55:30), André Duarte e Nuno Duarte.

 

A fechar o pódio das equipas femininas ficou o GDR Manique de Cima, com Cátia Costa (01:16:18), Maria Albergaria (01:23:06) e Daniela Simões (01:26:10) e das equipas masculinas foi a Associação Naval Amorense, com Rui Sousa (00:54:41), Miguel Liquito (00:57:00) e João Alves (00:58:37) que subiu ao terceiro lugar do pódio.

 

O IX Duatlo de Torres Vedras é uma organização da Associação de Moradores Cultura e Recreio de Fonte Grada, Câmara Municipal de Torres Vedras, com o apoio da Federação de Triatlo de Portugal.

 

 

Periodicidade Diária

domingo, 26 de maio de 2019 – 18:06:09

Pesquisar

Vamos ajudar a Oksana

Maryna Sribnyak
IBAN: PT50 0035 0614 0000 9327 930 65
SWIFT: CGDIPTPL
clicar na imagem para saber mais

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...