15 anos ao serviço do Desporto em Portugal

Notícias

Rita Mª Lopes e João Pereira vencem em Arronches

A vila de Arronches recebeu ontem a segunda etapa do Campeonato Nacional de Clubes de Duatlo e, em simultâneo, o Campeonato Nacional Individual de Duatlo nos escalões de Cadetes e Juniores.

Na prova, assistiu-se ao primeiro grande embate entre muitos dos principais nomes da modalidade. Integrado numa estratégia colectiva clara, João Pereira alcançou a vitória com a camisola do Sport Lisboa e Benfica. No sector feminino, a atleta do Amiciclo, Rita Maria Lopes, materializou os bons indicadores que vinha dando desde o Duatlo do Jamor e venceu a primeira competição absoluta da carreira.
 
Organizada pela Câmara Municipal de Arronches em parceria com a Federação de Triatlo de Portugal, esta 5ª edição do Duatlo de Arronches arrancou com a disputa de uma Prova Aberta, com distâncias mais curtas (2000m de corrida, 8Km de ciclismo, 1000m de corrida) dirigida aos mais jovens, aos estreantes na modalidade e a todos quantos tenham um menor compromisso com o treino. Nesta prova, os vencedores foram Joana Sofia Teixeira (Teleperformance - "os Belenenses") e Victor Sanchez.

Uma hora mais tarde arrancou a prova principal do programa, pontuável para o Nacional de Clubes de Duatlo e definindo também os Campeões Nacionais de Cadetes e Juniores. Este ano, a partida foi dada no centro de Arronches, percorrendo depois as principais artérias da Vila, até se dirigir à zona do Complexo Desportivo.

No sector masculino, Miguel Arraiolos (SL Benfica) foi o primeiro a mexer na prova, destacando-se do pelotão ainda antes do primeiro quilómetro. Pouco depois o seu colega de equipa João Pereira saltou do pelotão e os dois começaram a ganhar terreno aos perseguidores. De seguida, foi a vez de João Serrano (Garmin Olímpico de Oeiras) se juntar aos dois da frente, levando com ele Pedro Mendes (SL Benfica). Já na fase final do segmento de corrida Arraiolos e Pereira voltaram a acelerar e a isolar-se da concorrência. Entretanto, Pedro Mendes e João Serrano foram absorvidos pelo primeiro grupo perseguidor de onde saltaram depois o espanhol do Clube de Triatlo de Perosinho, Alberto Gonzalez e o Sportinguista Filipe Azevedo.

No segmento de ciclismo, Arraiolos e Pereira mostraram bom entendimento e foram lutando contra o forte vento que se fazia sentir. Atrás deles, a animação no grupo perseguidor era grande, com muitos ataques feitos a pensar no resultado colectivo. O CD "Os Águias" de Alpiarça partia como líder da competição mas hoje, não faltaram clubes interessados em lutar pela classificação colectiva. Entre eles, alguns dos mais activos eram Sporting Clube de Portugal e Garmin Olímpico de Oeiras.

Ainda na primeira volta do segmento de ciclismo Hugo Ventura (SL Benfica) conseguiu saltar do grupo perseguidor e juntar-se os seus colegas de equipa na frente da competição. A partir desse momento, começou um verdadeiro contra-relógio colectivo por parte dos homens do Benfica. Mais atrás, sucediam-se as tentativas de anular a fuga mas Bruno Pais (SL Benfica), sempre muito dominante no ciclismo, ia-se encarregando de as anular.

O trio da frente chegou à segunda transição com vantagem suficiente para iniciarem a corrida final numa toada calma, deixando a definição da vitória para os metros finais da prova, já perto do Estádio Municipal, onde estava colocada a meta. Pelo segundo ano consecutivo João Pereira mostrou boa condição e conquistou também a primeira vitória da temporada. Seguiram-se Miguel Arraiolos e Hugo Ventura.

Pouco depois, com diferenças muito curtas entre eles, chegavam os primeiros atletas dos escalões Júnior e Cadete proporcionando sprints finais emocionantes. No particular dos Campeonatos Nacionais de Duatlos desses escalões os resultados foram:

Cadetes

1 - João Ferreira Pereira (GDR Manique de Cima)

2 - João Pais (Alhandra SC)

3 - Fábio Araújo (AN Amorense)

Juniores

1 - Francisco Machado (SL Benfica)

2 - Alexandre Nobre (SL Benfica)

3 - Pedro Afonso Gaspar (SL Benfica)

Em termos colectivos, a vitória pertenceu ao Sport Lisboa e Benfica, seguido do CD "Os Águias" de Alpiarça (que reforça a liderança na competição) e Sporting Clube de Portugal.

A competição feminina começou com Rita Maria Lopes ao ataque. Ao cabo do primeiro quilómetro, a atleta do Amiciclo tinha já uma vantagem interessante sobre as suas perseguidoras imediatas: Ana Ramos (CAPGE), Maria Eduarda Vidigueira e Andreia Ferrum (ambas do CD "Os Águias" de Alpiarça). Pouco depois surgia a dupla do Sporting Clube de Portugal, Liliana Alexandre e Katarina Larsson.

No difícil segmento de ciclismo, Rita Maria Lopes demonstrou boa forma e, paulatinamente, foi aumentando a vantagem para todas as suas perseguidoras, que não conseguiam um entendimento capaz de as levar à frente.

Desta forma, Rita Maria Lopes partiu para os 2000 metros de corrida finais com vantagem suficiente para desfrutar da sua primeira vitória absoluta no campeonato nacional. Atrás dela, a luta pelo segundo lugar era intensa. Com uma boa fase final, Andreia Ferrum conquistou o segundo lugar. No terceiro lugar ficou Ana Ramos (CAPGE). Um pódio totalmente constituído por atletas do escalão júnior. No que ao Campeonato Nacional de Duatlo dos escalões Júnior e Cadete os resultados foram os seguintes:

Cadetes

1 - Maria Eduarda Vidigueira (CD "Os Águias" de Alpiarça)

2 - Érica Cardigo (CD "Os Águias" de Alpiarça)

3 - Ana Beatriz Silva (CAPGE)

Juniores

1 - Rita Maria Lopes (Amiciclo)

2 - Andreia Ferrum (CD "Os Águias" de Alpiarça)

3 - Ana Ramos (CAPGE)

Em termos colectivos, a vitória pertenceu ao CD "Os Águias" de Alpiarça que, tal como no sector masculino, dilatou a sua vantagem na competição. No segundo lugar ficou o Sporting Clube de Portugal e o Garmin Olímpico de Oeiras completou o pódio feminino.

  

Periodicidade Diária

domingo, 7 de março de 2021 – 02:54:15

Pesquisar

Como comprar fotos

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...