13 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Liga Mundial - Jogos com a Sérvia são decisivos

Portugal e Sérvia chegam este fim-de-semana ao momento de todas as decisões.
 
Os jogos de sábado e domingo, no Pavilhão Desportivo Municipal da Póvoa de Varzim, são cruciais para as aspirações das duas selecções. Mais para a portuguesa, que não pode ceder pontos na corrida ao segundo lugar na Poule C, já que o primeiro lugar muito dificilmente sairá das mãos hábeis e seguras da Argentina.
 
Os sérvios ainda podem sonhar com a liderança da poule, mas para isso terão de vencer em Portugal e na recepção aos argentinos, na sexta e última jornada da Fase Intercontinental da Liga Mundial… e esperar que os argentinos não vençam os dois jogos com os finlandeses.
Missão muito difícil, mas não impossível…
 
Num grupo tão competitivo como a Poule C, as vitórias em casa tornam-se decisivas e, como consequência, o público terá uma influência importante na exaltação do moral das hostes da selecção local.
Depois da viagem atribulada de cerca de 90 horas na deslocação à Argentina, concluída com dois desaires, a Selecção Portuguesa quer emendar a mão e dois triunfos sobre a Sérvia constituiriam uma excelente oferenda para os seus adeptos, bem como seriam «ouro sobre azul» no alimentar do sonho da qualificação.
 
A selecção orientada por Juan Diaz ainda tem hipóteses matemáticas de chegar ao segundo lugar, que vale a passagem à fase final, a disputar de 6 a 10 de Julho em Gdansk-Sopot, na Polónia, e a última palavra será dada este fim-de-semana pelos jogadores, que estão conscientes de que terão de mostrar outra postura, mais ambiciosa e mais de acordo com as características que lhes apontam: tranquilidade, garra, espírito de entreajuda, pois só assim conseguirão vergar uma selecção que é terceira no ranking mundial e já deu provas do seu valor…
Na Sérvia, há quinze dias, Portugal e Sérvia repartiram irmãmente as vitórias, mas desigualmente em pontos: Portugal venceu por 3-2 e a Sérvia por 3-0.
 
As três semanas de viagem, principalmente a atribulada e longa viagem para a Argentina, deixaram mossas, algumas visíveis, como o cansaço, e outras invisíveis, na Selecção Nacional, orientada por Juan Diaz.
 
Flávio Cruz que apresentava dores num ombro, foi pouco utilizado na Argentina, mas parece estar a recuperar bem e a situação deverá estar ultrapassada antes dos jogos com os sérvios.
 
Estamos a tratar de recuperar física e mentalmente os jogadores e a prepará-los o melhor possível para os dois desafios que vamos enfrentar na Póvoa de Varzim. Acreditamos que vão reagir de uma forma positiva e encarar os dois desafios com responsabilidade, conscientes de tudo o que está em jogo. Não queremos é que se sintam pressionados e entrem em campo muito tensos, pois isso já aconteceu este ano e com resultados funestos.
Depois da época que fizeram no ano passado, não esperávamos que alguns jogadores acusassem desta forma a participação na Liga Mundial, mas esta também é uma competição muito diferente daquelas que disputámos no ano passado”, salienta o Seleccionador Nacional, alertando:
Esta fase é decisiva para os nossos objectivos: a manutenção na Liga Mundial e tentar agarrar a possibilidade de podermos chegar ao segundo lugar do grupo.
Para isso, temos de jogar muito bem e com tranquilidade e, para além disso, de vencer, no mínimo, três dos quatro jogos que nos faltam disputar.
Perdemos uma grande oportunidade na Sérvia, pois ficou bem patente que podíamos ter ganho os dois jogos, mas os erros crassos que cometemos pagam-se caro numa competição tão exigente como a Liga Mundial.
 
 
O técnico luso-cubano acredita que desta vez a história vai ser muito diferente:
Quando a vitória está na palma da mão, temos de cerrar a mão e não a deixar fugir.
Os jogadores estão mentalizados para isso e querem entrar em jogo e dar o máximo, primeiro com a Sérvia e depois, na próxima semana, na Finlândia.
A Sérvia está a debater-se com alguns problemas, já que era considerada favorita e neste momento ainda não sabe se consegue qualificar-se.
Já os defrontámos e vimos que são adversários acessíveis e agora temos é de pensar em nós e tratar de vencer os jogos”.
 
 
Lista dos 20 convocados para a Liga Mundial
 
Nome
Pos.
DN
Clube
Altura
Inter.
Alexandre Ferreira
Z4.
13.11.91
Esmoriz GC
200
47
André Lopes
Z4.
12.09.82
Stade Poitevin Volley (FRA)
193
159
Carlos Fidalgo
Dist.
16.05.87
Webton Twente (HOL)
198
83
Carlos Teixeira
Libero
11.03.76
Stade Poitevin Volley (FRA)
182
223
Filipe Pinto
Oposto
26.02.91
Leixões SC
194
46
Flávio Cruz
Z4
28.08.82
SL Benfica
194
168
Frederico Siqueira
Central
05.04.83
EA Patron (GRE)
206
25
Hugo Gaspar
Oposto
02.09.82
SL Benfica
200
152
Ivo Casas
Libero
21.09.92
Leixões SC
179
37
João Fidalgo
Libero
02.11.86
Vitória SC
172
14
João José
Central
07.06.78
VFB Friedrichshafen (ALE)
195
182
João Malveiro
Central
08.12.79
Castelo da Maia GC
198
142
João Simões
Z4
11.06.86
Castelo da Maia GC
194
14
José Monteiro
Dist.
21.10.91
Esmoriz GC
180
15
Manuel Silva
Z4
28.12.73
AJF Bastardo
192
193
Marcel Gil
Central
08.05.90
Palma Volley (ESP)
206
40
Marco Ferreira
Oposto
04.10.87
AD Machico
200
77
Rui Santos
Central
24.03.84
AJF Bastardo
203
117
Tiago Violas
Dist.
27.03.89
Esmoriz GC
193
63
Valdir Sequeira
Oposto
22.11.81
Eurogroup Gela (ITA)
196
150
 
 
 
 
Mais informações: www.fivb.org
 

Periodicidade Diária

terça-feira, 26 de março de 2019 – 09:02:27

Pesquisar

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...