13 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Liga Mundial - Sexta jornada da Poule C - Sérvia a uma vitória da fase final

A Sérvia derrotou a Argentina por 3-1 (25/18, 23/25, 25/18 e 25/22), em Novi Sad, e está a uma vitória de se sagrar vencedora da Poule C da Fase Intercontinental da Liga Mundial, grupo que é composto ainda por Portugal e Finlândia.
O argentino Facundo Conte, filho do famoso Hugo Conte, foi o melhor pontuador do jogo, com 21 pontos, enquanto Nikola Kovacevic, com 17 pontos, foi o melhor entre os sérvios nesse capítulo.

Para carimbarem o bilhete para a fase final, a disputar na cidade polaca de Gdansk-Sopot, de 6 a 10 de Julho, os sérvios precisam de vencer hoje (20h00 locais), em Belgrado, por 3-0 ou 3-1, já que o resultado de 3-2 (2 pontos para o vencedor e 1 ponto para o vencido) igualaria as selecções em termos de pontuação e número de vitórias, mas os argentinos teriam vantagem no que diz respeito ao rácio de sets.

A Selecção Nacional de Seniores Masculinos disputa hoje e amanhã, às 18h30 locais (16h30 em Portugal), na cidade finlandesa de Tampere, os dois jogos com a Finlândia, referentes à sexta e última jornada da Fase Intercontinental da Liga Mundial.
 Finlândia e Portugal, respectivamente terceiro e quarto classificados da Poule C, defrontam-se no Tampere Ice Arena tendo como objectivo assegurar a participação na próxima edição da Liga Mundial.

Os dois piores 4.ºs classificados de todas as poules da Fase Intercontinental da Liga Mundial 2011 terão de disputar, no próximo ano, os play-off preliminares.

Na Poule D, a França venceu, por 3-1 (23/25, 27/25, 25/16 e 25/15), a Coreia e soma agora 8 pontos.

À entrada para a última jornada, Finlândia (12 pontos, Poule C), Coreia (10 pontos, mas mais um jogo disputado, Poule D), Alemanha (9 pontos, Poule B), Portugal (8 pontos, C) e França (8 pontos, mas mais um jogo disputado, Poule D) são as selecções que correm esse risco, pois Porto Rico (0 pontos, Poule A) está já destinado a disputar os play-offs, enquanto o Japão (4 pontos, Poule B) assegurou a permanência na competição pelo facto de a FIVB ter considerado que não era justo a selecção nipónica ter sido obrigada a realizar todos os jogos fora do país devido ao terramoto que provocou uma catástrofe na central nuclear de Fukushima.
  

Periodicidade Diária

segunda-feira, 15 de julho de 2019 – 22:33:32

Pesquisar

Vamos ajudar a Oksana

Maryna Sribnyak
IBAN: PT50 0035 0614 0000 9327 930 65
SWIFT: CGDIPTPL
clicar na imagem para saber mais

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...