13 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Fase Intercontinental da Liga Mundial - Portugal vence 1.º assalto com a Finlândia

A Selecção Nacional de Seniores Masculinos venceu hoje, por 3-2 (23/25, 27/25, 25/21, 24/26 e 15/13) a Finlândia na 1.ª jornada da Poule Cda Fase Intercontinental da Liga Mundial, disputada no Pavilhão Desportivo Municipal da Póvoa de Varzim. Os primeiros sets foram de grande equilíbrio e de um predomínio do bloco finlandês sobre o ataque português. Depois, a equipa de Juan Diaz reorganizou-se e, apoiada pelo seu entusiástico público, evidenciou uma maior agressividade no ataque e serviço, complementando essa situação de superioridade com um bloco (triplo) mais eficaz… Porém, o braço de ferro só seria favorável à equipa da casa no quinto e derradeiro set…
 
No primeiro set, e após um período inicial de equilíbrio inicial (1-1, 4-4) Portugal foi, timidamente, ganhando ascendente no marcador, tendo chegado ao primeiro tempo técnico com uma vantagem de dois pontos (8-6).
A Finlândia reagiu, sobretudo através da melhor eficácia do seu bloco (9-9), mas Portugal logrou criar alguma vantagem, através de uma maior variação das jogadas ofensivas, bem complementadas com um serviço directo de Flávio Cruz (12-9).

A equipa da casa conseguiu manter a distância por alguns minutos mais (17-14), mas um bloco de Konstantin Shumov (14-16) deu novo ânimo aos finlandeses, que se aproximaram demasiado (17-18), levando a equipa portuguesa a usar um pedido de tempo para estancar a ofensiva dos nórdicos.
 
Em vão, já que a Finlândia chegou à igualdade (21-21) e passou mesmo para a frente no marcador (23-22) com um bloco de Jari Tuominen a Flávio Cruz.
 
João José ainda reduziu a desvantagem (23-24), mas a Finlândia fechou o set a seu favor com o resultado de 25/23.
No segundo set, os finlandeses lideraram as operações durante sensivelmente um terço do jogo (10-9), mas os portugueses, alicerçando forças no bloco triplo, conseguiram atingir o segundo tempo técnico em vantagem (16-14).
 Essa diferença seria anulada (16-16) pouco depois, com a equipa de Daniel Castellani a demonstrar mais frieza e discernimento nos momentos mais «quentes» do jogo (18-16, 20-18).

Um bloco de Konstantin Shumov a Valdir Sequeira deu uma vantagem preciosa (21-19) aos finlandeses, mas os portugueses, apoiados pelo seu público, formado na sua grande maioria por jovens, igualaram (22-22) e passaram para a frente com um ataque sensacional de João José.

Um bloco triplo da Finlândia foi recompensado com a igualdade a 24 pontos. Na lotaria dos pontos finais, João José e Hugo Gaspar mostraram-se mais fortes e Portugal venceu por 27/25.
 
No terceiro set, a luta manteve-se acesa, ponto a ponto. Contudo, Portugal construiu uma vantagem de 3 pontos que conseguiu manter ao longo do parcial (14-11, 20-17) e, mercê de um serviço e ataque mais agressivos, aumentar para 4 pontos (22-18) e vencer por essa diferença: 25/21.
 
No quarto set, Portugal desfez uma igualdade (14-14) e parecia estar no rumo certo para triunfar no jogo. Contudo, tudo acabaria por se esfumar… A vencer por 18-15, «permitiu» a igualdade, primeiro a 18 e depois a 20 pontos.

A Finlândia acabaria por voltar a chegar à igualdade aos 23 pontos, num lance muito contestado pelos portugueses.
 
Portugal reagiu (24-23), mas os pupilos de Daniel Castellani não desperdiçaram o ensejo de equilibrar o jogo e venceram por 26/24.
 
Na «negra», valeu a Portugal uma maior frieza nos momentos cruciais do set (8-5 e 11-9) para fechar com chave de ouro (15/13) o jogo de estreia no regresso à Liga Mundial.
 
Konstantin Shumov foi o melhor pontuador, com 32 pontos, enquanto o melhor «artilheiro» português foi João José, com 18 pontos.
 
No final, Juan Diaz salientou:

 “Tivemos uma boa atitude e jogámos sempre para vencer, embora tenhamos cometido muitos erros no 1.º set e desperdiçado algumas situações de vantagem. A Finlândia jogou bem e apanhou-nos nos pontos finais. Depois, com o decorrer do jogo, regressou a tranquilidade e foi tudo muito equilibrado. Acabámos por vencer e isso é muito importante para a equipa, nesta grande experiência que é disputar a Liga Mundial.
 Parabéns ao público, que nos apoiou sempre. Esperamos contar com o seu entusiasmo amanhã, para vencermos o
jogo”.
 
João José reconheceu: “O essencial foi o comportamento da equipa, que mostrou sempre tranquilidade nos momentos cruciais. Corremos riscos no serviço e no side-out e fomos recompensados. Mas mesmo que perdêssemos por 2-3 estaríamos de parabéns pela postura que demonstrámos”.
 
Daniel Castellani confessou: “Foi um jogo muito fechado, mas bom para o público, com boas defesas e excelentes ataques. Parabéns a Portugal. Jogou bem e nós também, nesta primeira competição que disputamos juntos. Amanhã esperamos jogar ainda melhor.”
 
 
 
E Tuomas Sammelvuo concluiu: “Parabéns a Portugal. Jogaram muito bem e estiveram bem a defender. Estivemos bem no bloco, mas acho que perdemos o jogo no side-out. Sentimos problemas na recepção e também no ataque e isso matou o jogo”.
 
Preparados para o 2.º assalto
 
 
O confronto absolutamente electrizante de Portugal e Finlândia continua amanhã. Com menos erros de parte a parte, como prometeram as duas selecções.

O que será ainda mais empolgante para o público, que vibrou intensamente com o jogo e com as jogadas espectaculares das duas equipas, não escondendo, como é natural, a sua preferência pelas cores nacionais.
 
Juan Diaz, seleccionador de Portugal, promete: “Vamos tentar manter este nível de jogo. Vai ser muito duro e difícil, mas com menos erros e isso vai ser muito bom para o público, que esteve excelente na forma como nos apoiou ao longo de todo o jogo. Contamos com o seu apoio amanhã para vencermos novamente”.
 
E Tuomas Sammelvuo, capitão da Finlândia, «responde»: “Vai ser outro grande combate e teremos de jogar melhor para conseguirmos vencer”.
 
Por seu turno, João José, capitão da Selecção Nacional, deseja novo triunfo: “Espero que a equipa se comporte como hoje e consiga ter o mesmo discernimento e a mesma coesão, para conseguirmos oferecer outra vitória aos portugueses”.
 
A Selecção Portuguesa começa a sua participação na Liga Mundial 2011 com as recepções à Finlândia, no fim-de-semana de 28 e 29 de Maio, e à Argentina (3 e 4 de Junho); depois, Portugal desloca-se à Sérvia (10 e 11 de Junho) e à Argentina (18 e 19 de Junho); nos dias 25 e 26 de Junho, a Selecção Nacional recebe a Sérvia, terminando esta Fase Intercontinental na Finlândia (30 de Junho e 1 de Julho).
 
Todos os jogos a disputar em Portugal durante a fase intercontinental terão por palco o Pavilhão Desportivo Municipal da Póvoa de Varzim, estão agendados para as 16 horas, excepção feita ao primeiro jogo com os argentinos, a disputar às 21h30 do dia 3 de Junho (sexta-feira), e serão transmitidos pela Sport TV.
 
Mais informações: www.fivb.org / www.fpvoleibol.pt/WL2011

  

Periodicidade Diária

domingo, 26 de maio de 2019 – 17:42:59

Pesquisar

Vamos ajudar a Oksana

Maryna Sribnyak
IBAN: PT50 0035 0614 0000 9327 930 65
SWIFT: CGDIPTPL
clicar na imagem para saber mais

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...