13 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Alex Ferreira - do Gira-Volei Selecções Nacionais

A Selecção Nacional de Juniores Masculinos, orientada por José Antonio Rojas, viajou hoje para a cidade eslovaca de Nitra, onde começa a disputar, amanhã, a Poule C de qualificação europeia para o Campeonato do Mundo da categoria.

O júnior Alexandre Ferreira, que este ano já teve “propostas de alguns clubes, mesmo estrangeiros”, é visto como uma jovem promessa da Selecção Nacional de Seniores, e como um exemplo para todos aqueles que praticam Gira-Volei.
Actualmente ao serviço do Esmoriz GC, Alex começou a praticar Voleibol através do Gira-Volei, na Escola Evaristo Nogueira, de Seia:
Comecei a interessar-me pelo Voleibol através do Gira-Volei e foi o Professor David Oliveira [Prémio Mérito Gira na 14.ª Gala Anual do Voleibol], que é um excelente treinador e motiva muito os atletas da escola, que me deu essa hipótese de praticar Gira-Volei.
Para além disso, pelo menos mais três atletas saíram da escola e alcançaram sucesso no Voleibol e na Selecção Nacional: o meu irmão Marco (Ferreira), o André Lopes e o Diogo Cavaleiro.
O Gira-Volei é uma boa iniciação ao Voleibol, pois é bem organizado e reúne milhares de rapazes e de raparigas, o que motivador
”.

Em Nitra, os juniores portugueses vão defrontar as selecções da Bélgica (6.ª classificada no Mundial 2009, na Índia), a Espanha (5.ª classificada no Europeu 2010, na Bielorrússia) e a Eslováquia.

Conseguimos ganhar alguns sets à Selecção Nacional de Seniores, no estágio em conjunto que realizámos, e isso aumenta a nossa auto-estima e mostra que o nosso trabalho está no bom caminho. Só espero é que consigamos transpor para a competição aquilo que temos conseguido fazer nos treinos.
A Espanha e a Bélgica são rivais conhecidas, que praticamente encontrámos em todas as poules que disputámos. Defrontámos a Eslováquia em Cadetes e teoricamente será a equipa mais acessível para nós.
São equipas muito fortes, principalmente a Bélgica, que tem conseguido boas classificações, tanto no europeu como no Mundial, mas estou confiante que vamos conseguir estar à altura
”.

O trabalho de Alex Ferreira reparte-se por duas selecções:
É bastante cansativo, mas estou muito contente por integrar as selecções de juniores e de seniores.
Este ano, tenho a oportunidade de poder vir a integrar a equipa na Liga Mundial e isso é um sonho para um atleta da minha idade
”. 

Periodicidade Diária

terça-feira, 21 de maio de 2019 – 08:28:33

Pesquisar

Vamos ajudar a Oksana

Maryna Sribnyak
IBAN: PT50 0035 0614 0000 9327 930 65
SWIFT: CGDIPTPL
clicar na imagem para saber mais

Reportagens fotográficas em preparação

- Lisboa Belém Open

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...