Voleibol de Praia - Campeonato da Europa de Sub-23 - Mais competitivo é impossível

O segundo dia de competição do Europeu de Sub-23 em Voleibol de Praia, que está a decorrer junto ao Edifício Transparente, no Porto, não poderia ser mais electrizante… Quando as previsões meteorológicas apontavam para chuva, fez(-se) sol; quando algumas duplas pretendiam confirmar o seu favoritismo, foram surpreendidas por duplas que também ambicionam o almejado título europeu.
 
Kovatsch-Kissling (Suíça)-Flüggen-Köhler (Alemanha) e Kadziola/Szalankiewicz (Polónia)- Kostyukhin/Bykanov (Rússia) são os jogos da terceira ronda do torneio de masculinos do Quadro Principal do Europeu de Sub-23.
 
Michal Kadziola e Jakub Szalankiewicz, vencedores do Europeu de Sub-23 em 2010, continuam a confirmar o seu favoritismo na luta pela revalidação do título, mas terão de contar com a forte oposição de Lars Flüggen e Stefan Köhler, que estão ainda invictos.
 
Uma nota para o embate entre russos Sergey Kostyukhin e Ruslan Bykanov (vice-campeão mundial de Sub-19, em 2009) e os espanhóis Francisco Tomás/César Menéndez, que terminou com a vitória dos primeiros por 2-1 (21/18, 18/21 e 15/13), em 53 minutos, e concentrou as atenções de espectadores e até de meros veraneantes…
 
As duplas portuguesas de masculinos tiveram percursos semelhantes. Ambas se qualificaram para a 1.ª Ronda e, depois, acabaram por cair no grupo de perdedores, embora já tenham assegurado, na pior das hipóteses, o 13.º lugar, caso percam hoje, porque, se vencerem, continuam em prova, garantindo desde logo o 9,º lugar.
 
Luís Puga e Fernando Silva não conseguiram suster (13/21 e 16/21) a determinação da dupla espanhola Tomás/Menéndez.

sabíamos que iria ser muito complicado defrontar os espanhóis, que venceram a sua poule e são mais experientes”, reconheceu Luís Puga, adiantando: “Amanhã é outro jogo e teremos de nos bater ponto a ponto pela melhor classificação”. Os adversários são os jovens (18 anos) e fortes austríacos Lorenz Petutschnig e Christoph Dressler.
 
Rui Moreira e Ricardo Silva, nonos classificados na última edição do Europeu de Sub-23, venceram o primeiro set (21/16) frente aos austríacos Peter Eglseer/Félix Koiramannn, mas perderam os seguintes (19/21 e 12/15) e agora terão de enfrentar, em eliminatória simples, os búlgaros Delcho Raev e Ivan Latunov.
 
Em femininos, a grande surpresa deste segundo dia de prova foi a derrota (1-2: 18/21, 21/16 e 14/16) das austríacas Lena Plesiutschnig e Katharina Schutzenhofer frente a Anete Krastina/Jaudzema Jana, da Letónia, na segunda ronda.
 
Acrescente-se que nesta segunda ronda todos os jogos foram decididos pela margem mínima, o que diz bem da competitividade existente.
 
Um bom testemunho disso foi o extremamente bem disputado jogo que opôs as alemãs Chantal Laboureur / Kira Walkenhorst e às checas Martina Bonnerová e Barbora Hermannová, e que as primeiras venceram por 2-1, com parciais de 21/16, 18/21 e 16/14.
 
Saliente-se ainda as dificuldades sentidas pelas alemãs alemãs Cinja Tillmann / Teresa Mersmann para imporem a primeira derrota (18/21, 21/14 e 15/7) às polacas Daria Paszek/ Renata Bekier, o que contrastou com o triunfo fácil (2-0: 21/11 e 21/14) das suas compatriotas Chantal Laboureur / Kira Walkenhorst sobre a decepcionante dupla russa Maria Ushkova/ Ekaterina Karapischenko. Ushkova foi vice-campeã europeia de Sub-20 e Kat vice-campeã europeia de Sub-20 e vice-campeã mundial de Sub-19. 
 

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...