14 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Taça de Portugal - 1.ª meia-final

 

 

O Clube Kairós venceu hoje o Leixões SC por 3-0 (25-21, 29-27 e 25-23) e apurou-se para a Final da Taça de Portugal de seniores femininos, a disputar amanhã (17h30) no Pavilhão Desportivo Municipal de Santo Tirso. 
 
As matosinhenses entraram melhor no jogo (2-0), mas as açorianas logo protagonizaram a reviravolta, utilizando o seu alto bloco como uma primeira linha de defesa, amortecendo e tirando potência ao ataque da equipa de Mário Martins. Depois, as acções ofensivas complementavam a tarefa ao serem concretizadas com eficácia por Maiara Moreira, Mayara Santana ou Bruna Gianlorenço, a capitã (8-4, 12-5).
A equipa de Paulo Barreto Oliveira chegou com o dobro dos pontos da sua adversária ao segundo tempo técnico (16-8). As sereias intensificaram a velocidade das suas combinações de ataque e reduziram a distância com ataques de Juliana Rosas e Emília Oliveira (16-10). Um bloco da número 8 leixonense fez o 17-12 e empolgou o público, mas um bloco de Jaciara Oliveira, seguido de um serviço directo e de um ataque de Nicole Silva (21-13), tornavam praticamente impossível qualquer recuperação por parte das campeã nacionais.
Não obstante, um serviço directo de Emília, dois ataques de Juliana e um bloco de Ana Couto reequilibraram o jogo (22-20).
Um ataque da central Eduarda Duarte reduziu para a diferença mínima, mas Nicole fez, com um ataque, o 23-21, dando um balão de oxigénio às açorianas, que selariam o triunfo no set com um serviço directo de Maiara Moreira: 25-21.
 
 
O Leixões SC entrou de rompante no segundo parcial, com Juliana a e Viviane Isidoro a fazerem as despesas no ataque (5-0).
A distância mantinha-se na primeira paragem obrigatória (8-3). Um serviço directo de Maiara Moreira ainda reduziu (9-6), mas Emilia respondeu à altura e repôs a diferença (11-6).
O Clube K tentava aproximar-se no marcador, mas Juliana continuava a facturar (15-10).
O resultado à chegada ao segundo tempo técnico premiava o ímpeto e a agressividade das leixonenses (16-10).
A reentrada em jogo mostrou um Clube K mais determinado e, sob a batuta atacante de Maiara Moreira e em crescendo de confiança, deram a volta ao marcador (21-19).
Um ataque ao segundo toque da distribuidora Ana Couto igualou a contenda e um ataque de Juliana Rosas permitiu ao Leixões SC recuperar a liderança (22-21).
O equilíbrio perdurou (27-27), mas um bloco de Maiara e um ataque de Yoraxy Alvarez ditaram novo triunfo das açorianas: 29-27.
 
A preciosa vitória no set anterior deu confiança extra à equipa de Paulo Barreto, que construiu uma pequena vantagem (8-5) mercê da sua determinação mas igualmente de algumas falhas das jogadoras contrárias.
Na segunda paragem obrigatória, a diferença era ainda maior (16-12) e seria aumentada com um serviço directo de Nicole (18-12). Novo serviço directo, este de Yoraxy, tornou tudo mais difícil para as sereias (22-17), que, contudo, reagiram com coragem (22-21, bloco de Juliana) e foram recompensadas com a igualdade a 22 pontos. Mas as açorianas não iriam deixar fugir o pássaro com facilidade e a qualificação para a Final foi selada com um serviço directo de Mayara: 25-23.
 
Maiara Moreira, com 25 pontos, e Juliana Rosas, com 20, foram as melhores pontuadoras do jogo.
 
 
No rescaldo do jogo, Mayara Santana (Clube K) dedicou a vitória à família:
"Acreditámos sempre a 100 por cento que era possível estar presente na final. No Campeonato Nacional perdemos nos detalhes, mas trabalhámos muito bem para disputar este jogo.
Mesmo que agora nos apontem como favoritas, temos a humildade de saber que todas as finais têm a sua história e que vamos encontrar um adversário determinado e que vai ser um jogo muito complicado".
 
Ana Couto (Leixões SC) salientou:
"O jogo decidiu-se em pequenos pormenores. As duas equipas conhecem-se muito bem e elas talvez tenham estado melhor nos momentos cruciais. Criaram-nos muitas dificuldades na recepção e condicionaram-nos o sideout. Também têm um bloco muito alto e eficaz. O nosso objectivo era conseguir o triplete, mas conseguir dois em três troféus possíveis é um saldo muito positivo".
 
 
Fotos: Luís Pedro Almeida

 

 

Periodicidade Diária

quarta-feira, 21 de agosto de 2019 – 20:32:15

Pesquisar

 

20 de agosto

2005 - 2019, são 14 anos


- quase 3 milhões de fotos

de cerca de 60 desportos diferentes

 

- aproximadamente 46.000 notícias

de cerca de 225 desportos diferentes

 

- e muito mais
 

tudo

Ao Serviço do Desporto em Portugal

Obrigado aos nossos leitores!

 

 

Vamos ajudar a Oksana

Maryna Sribnyak
IBAN: PT50 0035 0614 0000 9327 930 65
SWIFT: CGDIPTPL
clicar na imagem para saber mais

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...