13 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Golden European League: Bulgária garante presença na Final Four

 

 

A Bulgária garantiu hoje uma presença na Final Four da Golden European League ao vencer, por 3-0 (25-15, 25-22 e 27-25) a Selecção Nacional de Seniores Femininos, liderada por Manuel Almeida, em jogo da sexta e última ronda da

Poule A disputado no Centro de Desportos e Congressos de Matosinhos.

 

1.º Set
Portugal procurou sempre manter-se próximo da Bulgária no marcador, o que implicou desfazer algumas desvantagens perigosas (8-13, 10-14). Contudo, com Nasya Dimitrova no serviço, a equipa de Leste afastou-se de vez (21-14) e caminhou com à-vontade para o triunfo: 25-17, com um bloco de Gergana Dimitrova. Hristina Ruseva, com 6, e Aline Timm, com 5, foram as mais concretizadoras.

 

2.º Set
Portugal começou muito bem (4-0), mas a Bulgária reagiu ainda melhor (4-4). O equilíbrio prolongou-se no tempo (19-19). Dois blocos consecutivos fizeram o prato da balança pender para o lado da equipa de Ivan Petkov (21-19). As

forasteiras selaram novo triunfo (25-22) através de Gergana Dimitrova.

3.º Set
O terceiro parcial manteve-se equilibrado, mas com um ligeiro ascendente de Portugal muito por culpa da maior eficácia do bloco (15-14), no serviço (20-18) e no ataque luso (22-19). O volte-face aconteceu aos 25-25. A Bulgária fechou com 27-25, num ataque de Mariya Karakasheva e, cimentando a liderança na Poule A, apurou-se para a Final Four.

 

Silvana Chausheva, com 13 pontos, foi a melhor pontuadora, enquanto Júlia Kavalenka, com 10, foi a portuguesa mais concretizadora.
 

 

A búlgara Silvana Chausheva, a melhor pontuadora do jogo, reconheceu:


"Estamos contentes porque fizemos um bom trabalho. Este jogo vinha numa altura difícil, pois estamos muito cansadas. Todo o nosso staff está de parabéns. Agora, na Final Four, temos de estar focadas, concentradas em todos os jogos.

Creio que evoluímos desde o início da competição e queremos continuar a crescer como equipa".

 

A zona 4 portuguesa Marta Hurst, autora de 10 pontos reconheceu:


"Foi o jogo em que sofremos menos oscilações no nosso jogo e isso notou-se no nosso rendimento. Todas as jogadoras que entraram touxeram algo novo ao nosso jogo e foram mais-valias. Foi frustante perdermos este último set quando estivemos a vencer 23-21. Temos de ser mais maduras e manter a cabeça fria nos momentos decisivos, sobretudo no ataque e é nesse sentido que queremos continuar a evoluir".

 

 

 


 

segunda-feira, 22 de outubro de 2018 – 11:39:56

Pesquisar

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...