13 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Portuguesas com o Quadro Principal na mira no Espinho Open 2018

 

 


As duplas portuguesas de femininos de Voleibol de Praia entram amanhã em acção na fase de qualificação do Espinho Open, etapa de 4 estrelas do Circuito Mundial de Voleibol de Praia (World Tour BeachVolley) que a FPV organiza na Praia da Baía, em Espinho.

 

Com apenas Gabriela Coelho / Vanessa Paquete já de pedra e cal no Quadro Principal, cabe a três duplas a missão de tentarem engrossar o lote no Main Draw.


Mas a tarefa não será fácil...

 

Joana Gonzalez / Daniana Esteves defrontam a dupla brasileira Ana Patrícia/Rebecca, que venceu (2-0: 23-21 e 21-17) as suas compatriotas Josi/Lili no denominado Country Quota (entre equipas do mesmo país). Fotos: Mário Gouveia

 

A Brígida Ferreira / Daniela Loureiro também lhes saiu uma fava, já que terão de enfrentar a experiente dupla da Letónia Alise Lece / Ilze Liepinlauska, enquanto Maria Tinoco / Rita Fernandes medem forças com a forte dupla polaca

Gruszczynska/Wachowicz.

 

Em masculinos, Roberto Reis / Fabrício Silva vão disputar o Quadro Principal, esperando que, depois de amanhã, outras duplas lusas possam fazer o mesmo.


Na quinta-feira, para além, de Luís Freitas / Tiago Pereira, disputa também a fase de qualificação a dupla Tomás Silva / Luís Gomes, segunda classificada na etapa espinhense do ActivoBank.

 

 

Em termos globais, esta será a 15.ª edição do Espinho de masculinos e a 10.ª de femininos. Um rol de competições que celebrizaram nomes como Emanuel Rego e Ricardo Santos, a dupla predilecta do público espinhense.


Juntos, os brasileiros venceram três edições (2003, 2004 e 2007) e individualmente por cinco vezes (Emanuel e Ricardo) levaram o ouro.


O brasileiro José Loiola, vencedor em Espinho por três vezes (1998, 1999 e 2001), e o alemão Julius Brink (2005 e 2006) também deixaram saudades...


Em femininos, a dupla norte-americana Misty May-Treanor/Kerri Walsh Jennings, vencedora em 2001 e 2005, bem como a dupla canarinha Juliana Felisberta/Larissa França, a última equipa a erguer o troféu (2007) marcaram a competição e úm público exigente mas igualmente entusiástico, que fez questão de encher sempre o estádio em Espinho, sobretudo nas finais.

 

 

Periodicidade Diária

terça-feira, 13 de novembro de 2018 – 19:53:55

Pesquisar

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...