14 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Qualificação Olímpica

A Selecção Nacional de Seniores Masculinos assegurou ontem a passagem às meias-finais do Torneio 3 Europeu de Pré-Qualificação Olímpica, sediado em Osijek, na Croácia, ao vencer os dois primeiros sets no jogo com a Eslovénia, que, no entanto, conseguiu triunfar no jogo, por 3-2 (26/28, 19/25, 25/19, 25/23 e 20/18), e assim colocar-se numa posição privilegiada para vencer a Poule B, bastando-lhe, para isso, ganhar hoje (17h20 locais) à Ucrânia.
Por seu turno, os ucranianos, para passarem à fase seguinte, terão de vencer, obrigatoriamente por 3-0 ou 3-1, os eslovenos, o que a acontecer, afastaria a Eslovénia das meias-finais e daria o primeiro lugar na poule a Portugal.

Marco Ferreira, com 23 pontos, e Flávio Cruz e André Lopes, ambos com 17, foram os melhores pontuadores do jogo.

Portugal entrou da melhor forma no jogo. Bem a servir e a atacar, irrepreensível a defender, com destaque para Carlos Teixeira, a equipa lusa liderou sempre o marcador (8-5, 16-13).
Contudo, após o segundo tempo técnico, e quando nada o fazia prever, tudo se modificou. A Eslovénia tentou um «forcing» final e os portugueses cederam à pressão (16-17), deixando fugir o controlo do jogo (20-22, 22-24)…
… Ou assim parecia, já que Flávio Cruz e Marco Ferreira igualaram a contenda (24-24) e obrigaram o técnico sérvio, Veselin Vukovic a utilizar dois pedidos de tempo consecutivos, o segundo, já em desespero de causa, quando Alen Sket efectuou um ataque para fora.
João Malveiro, André Lopes (bloco) e Marco Ferreira colocaram o resultado em 27-26, para o oposto luso fechar com um serviço directo um triunfo, muito suado mas igualmente merecido, por 28/26.

Tal como na véspera, frente à Ucrânia, a excelente recuperação no final do primeiro parcial teve o condão de voltar a dar tranquilidade e confiança à equipa das quinas, que entrou de rompante no segundo set (10-5, 13-8), nunca permitindo grandes veleidades aos eslovenos, cujo jogo de ataque foi completamente manietado pela estratégia dos portugueses.
Destaque para o ponto, obtido por Flávio Cruz com o pé… e alguma ingenuidade dos eslovenos, que ditou o 21-14 e foi o prenúncio da vitória folgada por 25/19, que assegurava definitivamente a passagem às meias-finais.

O início do terceiro set foi péssimo. Talvez a atravessar um período de algum relaxamento motivado pela vantagem de dois sets a zero, os portugueses não foram obstáculo para o ímpeto da Eslovénia, que rapidamente construiu uma vantagem substancial (5-0, 8-3), o que lhe permitiu encarar com mais tranquilidade este importante set.
A contenda ainda conheceu um período de equilíbrio (16-16), mas dificuldades na recepção e ineficácia no bloco (17-21) não permitiram que a Selecção Nacional conseguisse ameaçar o seu adversário. Resultado: 19/25.

Como não poderia deixar de ser, o quarto set foi complicado para Portugal. Galvanizados com o balão de oxigénio conseguido no set anterior, os eslovenos começaram a arriscar com mais confiança no serviço e a causar dificuldades ao side-out dos portugueses.
Assim, e apesar de ter estado em vantagem até mais de metade do set (8-6, 11-6, 16-14), a equipa lusa não conseguiu impedir a igualdade aos 19 pontos. Os eslovenos fizeram o 20-19 e não mais deixaram de marcar a cadência do marcador até à derrota dos portugueses (23/25).

O quinto e derradeiro set foi extremamente equilibrado. Portugal começou melhor (3-1, 8-7), mas as igualdades sucederam-se (12-12, 14-14, 16-16 e 18-18), impedindo que os pratos da balança pendessem para qualquer dos lados.
No final, mais fria, a Eslovénia conseguiu os dois pontos que lhe asseguraram a vitória no set (20/18) e no jogo, colocando-a em excelente posição para vencer a Poule B.

As meias-finais cruzadas com a Poule A disputar-se-ão na sexta-feira e a Final no sábado.


  

Periodicidade Diária

quarta-feira, 18 de setembro de 2019 – 11:15:19

Pesquisar

Vamos ajudar!

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...