14 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Portugueses na Europa

Sortes diferentes nas competições nacionais e internacionais para os clubes que têm no seu seio jogadores portugueses. Nas competições extra fronteiras, apenas o Wegiel, de Tiago Violas, e o Stod Volley, de André Sá, conseguiram vencer.

Moralizados com o apuramento – eliminaram os franceses do Rennes Volley 35 – para os oitavos-de-final da Taça CEV, onde vão defrontar os turcos do MMP Ankara, os polacos do Jastrzebski Wegiel SA, de Tiago Violas, aproveitaram para bater ( 3-1: 26-24, 20-25, 25-12 e 25-23), em casa, o PGE Skra Belchatów e subir ao quarto lugar na Liga Polaca.
Tiago Violas pontuou por uma vez, no serviço.
Na próxima jornada, agendada para o dia 9 de Novembro, a equipa do distribuidor português visita o Zaksa Kozle, líder da Plus Liga.

Por seu turno, as norueguesas do Stod Volley, equipa orientada por André Sá, venceram, sucessivamente e sempre pela margem máxima, as dinamarquesas do Fredriksberg (25-18, 25-18 e 25-19), as suecas do Engelholm (25-20, 25-20 e 25-12) e as dinamarquesas do Brondby (25-23, 25-15 e 25-21) e apuraram-se para a Final da Liga Nórdica, agendada para finais de Janeiro de 2013.
No dia 11 de Novembro, a equipa do treinador português disputa os quartos-de-final da Taça da Noruega, com uma equipa da 2.ª Divisão, no dia 14 de Novembro joga na Hungria, com o Obuda Vasas Budapeste, para a Challenge Cup, e no dia 17 de Novembro defronta, em casa, o NTNUI Volley, em jornada do campeonato da divisão Elite - femininos.

Na Alemanha, o VFB Friedrichshafen, de João José, após ser derrotado ( 0-3: 17-25, 21-25 e 22-25)pelos russos do Zenit Kazan, em casa, na 2.ª jornada da Poule A da Liga dos Campeões, conseguiu um triunfo difícil ( 3-2: 23-25, 18-25, 25-14, 25-21 e 16-14) sobre o CV Mitteldeutschland, actual 7.º classificado, o que lhe permitiu manter o 4.º lugar classificativo na Bundesliga 1.
O capitão João José contabilizou 2 pontos (1 ataque e 1 bloco) e 13 pontos (7 ataques e 6 blocos), frente ao Zenit e ao Mitteldeutschland, respectivamente.
Seguem-se a recepção ao Netzhoppers, a contar para a Taça da Alemanha (7 de Novembro), troféu que a formação do central luso conquistou na época passada, e a visita ao Netzhoppers KW (9 de Novembro).

O RWE Volleys Bottrop, de Marcel Gil, derrotou, pela margem máxima (3-0: 25-16, 25-16 e 25-23), o TSGL Schoneiche e mantém-se na liderança – partilhada com o Bitterfeld – da Bundesliga 2 Norte.
Na próxima jornada, agendada para o dia 11 de Novembro, a equipa do central português desloca-se ao pavilhão do Tecklenburg Land Volleys, actual 4.º classificado.

No Regional Norte da Alemanha – femininos, o VG Wiwa Hamburg, de Tânia Duarte, desceu ao 7.º posto da tabela classificativa, depois de ter sido surpreendido ( 0-3), em casa, pelo Kieler, 8.º classificado no campeonato.
Na próxima jornada (10 de Novembro), o Wiwa visita o Lubecker TS (3.º classificado).

Após ter perdido, na Liga dos Campeões, em casa, por 0-3 (19-25, 16-25 e 23-25), com os italianos do Trentino Diatec, o Tours VB, de Nuno Pinheiro, reaproximou-se da liderança na Liga Pro A francesa, ao receber e vencer o Tourcoing VB por 3-1 (25-21, 25-21, 21-25 e 25-14).
O distribuidor português contabilizou 3 pontos (2 serviços e 1 ataque) e 2 pontos (1 bloco e um ataque) frente ao Trentino e ao Tourcoing, respectivamente.
Na próxima jornada (4 de Novembro), o campeão gaulês visita o Montpellier, 6.º classificado.

Por seu turno, o Chaumont Volley-Ball 52 Haute Marne, de André Lopes, perdeu, em casa, por 2-3 (24-26, 25-23, 17-25, 25-19 e 11-15) e caiu para o 12.º lugar da classificação da Liga Pro A.
O zona 4 lusitano facturou 3 pontos (2 serviços e 1 ataque).
Na próxima jornada (9 de Novembro), o Chaumont visita o Toulouse, 10.º classificado.

Ainda em França, o Stade Poitevin Volley Beach, de Carlos Teixeira, subiu à vice-liderança no Nationale 1 - Poule B, ao derrotar ( 3-1: 22-25, 25-15, 31-29 e 25-20), fora, o Vendée Herbretais.
Na próxima jornada (10 de Novembro), a formação do libero português recebe o FL Saint-Quentin, 4.º classificado.

Por sua vez, o Asul Lyon Volley, de Renata Guerreiro, cimentou ainda mais a liderança no Nationale 3 - Poule B - femininos, ao rubricar a sua quinta vitória consecutiva pela margem máxima. O triunfo foi conseguido no recinto do PVL Paul Bert e pelos parciais de 25-11, 25-16 e 25-10.
Na próxima jornada (11 de Novembro), o Asul é anfitrião do Stade Clermontois, 10.º e último classificado.

Na Serie A1 da Liga italiana, o BCC-NEP Castellana Grotte, orientado por Flavio Gulinelli e onde jogam os irmãos Marco e Alexandre Ferreira, mantém-se no 11.º lugar classificativo após ter perdido (1-3: 21-25, 14-25, 25-17 e 18-25), em Verona, diante do Marmi Lanza Verona.
Alex Ferreira foi utilizado apenas nos dois últimos sets, mas pontuou por 12 vezes (8 ataques e 4 serviços). Marco Ferreira conseguiu concretizar dois ataques.
Na próxima jornada (11 de Novembro), o Castellana recebe o Tonno Callipo Vibo Valentia, actual 2.º classificado.

Após a eliminação nos 16 avos-de-final da Taça CEV, às mãos dos ucranianos do Crimsoda Krasnoperekopsk, o Chênois Volleyball Club, de Rui Santos, recebeu e superou (3 -2: 25-22, 23-25, 25-21, 26-28 e 15-11) o EN Gas & Oil Lugano e ocupa o 7.º lugar na Liga Nationale A suíça.
Na próxima jornada (11 de Novembro), a equipa do central lusitano visita o Volley Smash 05 Laufenburg, 6.º classificado.

Em Espanha, o UCAM Voley Murcia, de Núria Lopes da Silva e de Bonémia Gomes, ocupa o 3.º lugar na tabela classificativa depois de ter vencido ( 3-1: 25-23, 20-25, 30-28 e 25-11), em Barcelona, o CV Barça na jornada inaugural da Superliga Feminina de Voleibol (SFV).
Na próxima jornada (10 de Novembro), o Murcia recebe o GH Ecay Leadernet.
  

Periodicidade Diária

domingo, 31 de maio de 2020 – 16:57:02

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...