14 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Portugueses na Europa

Os clubes estrangeiros que acolhem jogadores portugueses tiveram uma jornada muito frutuosa, graças aos triunfos do Friedrichshafen, Bottrop, Castellana Grotte, Stod Volley, Tours, Chaumont, Chênois, Asul e Poitiers. As excepções foram o Murcia, o Wegiel e o Wiwa, que não conseguiram vencer.

Na Alemanha, a jornada dupla resultou em vitória dupla e subida ao 3.º lugar classificativo na Bundesliga 1 para o VFB Friedrichshafen, de João José.
O Friedrichshafen venceu os dois jogos pela margem máxima: o primeiro, na sexta-feira, por 3-0 (25-19, 25-20 e 25-20), no recinto do Netzhoppers KW, a quem tinha já derrotado ( 3-0: 25-12, 25-19 e 25-22) recentemente na Taça da Alemanha, e o segundo, disputado no sábado em Berlim, por 3-0 (25-13, 25-19 e 29-27), diante do VCO Berlin.
Frente ao Netzhoppers, o central português facturou 11 e 8 pontos, respectivamente, na Taça e no campeonato. No jogo com o Berlin, o Friedrichshafen nem precisou de utilizar o seu capitão de equipa.
Na próxima jornada, agendada para o dia 17 de Novembro, a equipa germânica recebe o TV Rottenburg, 6.º classificado.
Na Liga dos Campeões, a equipa de João José desloca-se à Bélgica para defrontar o Knack Roeselare na 3.ª jornada da Poule A, agendada para o dia 14 de Novembro.

Por seu turno, o RWE Volleys Bottrop, de Marcel Gil, foi vencer, pela margem máxima (3-0: 25-19, 25-13 e 30-28), ao recinto do Tecklenburg Land Volleys e mantém-se na liderança da Bundesliga 2 Norte.
Na próxima jornada (17 de Novembro), a equipa do central português desloca-se ao pavilhão do VI Frankfurt, actual 13.º e último classificado.

No Regional Norte da Alemanha – femininos, o VG Wiwa Hamburg, de Tânia Duarte, manteve-se no 7.º posto da tabela classificativa, depois de perder ( 1-3), no recinto do Lubecker TS (3.º classificado).
Na próxima jornada (25 de Novembro), o Wiwa recebe o Hummelsbutteler, 5.º classificado.

O Stod Volley, equipa orientada por André Sá, apurou-se para as meias-finais da Taça da Noruega ao derrotar, pela margem máxima (3-0: 25-18, 25-23 e 25-20) o OSI Volley. O sorteio da próxima etapa da competição realiza-se hoje e os dois jogos das meias serão disputados no primeiro fim-de-semana de Dezembro.
No dia 14 de Novembro, a equipa do treinador português joga na Hungria, com o Obuda Vasas Budapeste, para a Challenge Cup, e no dia 17 de Novembro defronta, em casa, o NTNUI Volley, em jornada do campeonato da divisão Elite - femininos.

O Tours VB, de Nuno Pinheiro, recuperou a liderança na Liga Pro A francesa, ao vencer ( 3-0: 25-22, 26-24 e 25-15) em Montpellier, com 4 pontos do distribuidor lusitano (2 ataques, 1 serviço e 1 bloco).
Na próxima jornada (18 de Novembro), o campeão gaulês recebe o Rennes, 8.º classificado, mas, antes, mais concretamente amanhã, visita os sérvios do Estrela Vermelha de Belgrado, em jogo da Poule C da Liga dos Campeões.

Por seu turno, o Chaumont Volley-Ball 52 Haute Marne, de André Lopes, galgou três lugares na tabela classificativa – é agora 9.º classificado – ao conseguir triunfar em Toulouse pela margem máxima: 3-0 (25-19, 26-24 e 25-19).
O zona 4 lusitano facturou 9 pontos (7 ataques e 2 blocos).
Na próxima jornada (17 de Novembro), o Chaumont recebe o Ajaccio, 6.º classificado.

Ainda em França, o Stade Poitevin Volley Beach, de Carlos Teixeira, triunfou ( 3-1: 20-25, 25-19, 25-21 e 25-12) na recepção ao FL Saint-Quentin e continua a ocupar a vice-liderança do Nationale 1 - Poule B.
Na próxima jornada (24 de Novembro), a formação do libero português visita o Amicale Laique de Caudry, 3.º classificado.

Por seu turno, o Asul Lyon Volley, de Renata Guerreiro, que lidera, invicto, a Poule B do Nationale 3, derrotou ( 3-0: 25-13, 25-10 e 25-13) o Stade Clermontois e elevou para seis o número de vitórias consecutivas pela margem máxima.
Na próxima jornada (25 de Novembro), o Asul joga no pavilhão do Bois D'Arcy, 8.º classificado.

O BCC-NEP Castellana Grotte, orientado por Flavio Gulinelli e onde jogam os irmãos Marco e Alexandre Ferreira, mantém-se no 11.º lugar da Serie A1 da Liga italiana após ter conseguido o seu primeiro triunfo na prova: 3-0 (25-23, 25-21 e 25-14) frente ao Tonno Callipo Vibo Valentia. Marco não foi utilizado, mas Alex Ferreira contabilizou 12 pontos (10 ataques, 1 bloco e 1 serviço).
Na próxima jornada (18 de Novembro), o Castellana visita o Copra Piacenza , actual 6.º classificado e antigo clube de Flávio Cruz, jogador do SC Espinho.

Na Polónia, o Jastrzebski Wegiel SA, de Tiago Violas, desceu para o 5.º lugar na classificação ao perder ( 0-3: 19-25, 18-25 e 15-25) com o Zaksa Kozle, líder da Plus Liga. O distribuidor português conseguiu pontuar por uma vez no ataque.
Na próxima jornada (17 de Novembro), o Wegiel recebe o Indykpol AZS Olsztyn, 9.º e penúltimo classificado.

O Chênois Volleyball Club, de Rui Santos, venceu ( 3-1: 28-26, 25-13, 21-25 e 25-19) no recinto do o Volley Smash 05 Laufenburg e subiu ao 6.º posto classificativo.
Na próxima jornada (17 de Novembro), a equipa do central lusitano visita o VBC Raiffeisen Zuri, 9.º e último classificado.

Em Espanha, o UCAM Voley Murcia, de Núria Lopes da Silva e de Bonémia Gomes, manteve o 3.º lugar na tabela classificativa na Superliga Feminina de Voleibol (SFV) apesar de ter sido surpreendido ( 2-3: 25-22, 21-25, 20-25, 25-20 e 13-15), em casa, pelo GH Ecay Leadernet.
Bonémia pontuou por 8 vezes (7 ataques e 1 bloco) e Núria concretizou 4 ataques.
Na próxima jornada (17 de Novembro), o Murcia visita o Haro Rioja Voley, 2.º classificado, com o mesmo número de pontos do líder, o Nuchar Tramek Murillo.
  

Periodicidade Diária

domingo, 31 de maio de 2020 – 17:06:32

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...