14 anos ao serviço do Desporto em Portugal

Notícias

Rali de Portugal - novo pódio para Mikko Hirvonen

 
Regulares ao longo da última etapa do Rali de Portugal, Mikko Hirvonen e Jarmo Lethinen terminaram na 2ª posição a quarta prova do Campeonato do Mundo de Ralis da FIA. De regresso à prova em Rally2, Dani Sordo e Carlos del Barrio marcaram pontos suplementares para a Citroën Total Abu Dhabi World Rally Team.
Mesmo se a diferença entre os primeiros se encontrava bem demarcada, a última etapa do Rali de Portugal não podia ser encarada de ânimo leve. Com efeito, o percurso do dia integrava uma dupla passagem pelos troços de Silves (21,52 km) e Almodôvar (52,30 km). Com uma regulamentação em 2013 que restringe o número de pneus disponíveis para cada viatura, as equipas deveriam fazer uma correcta gestão das suas borrachas para atingir a chegada do rali nas melhores condições.
Terceiro classificado na noite de Sábado, Mikko Hirvonen arrancava com o objectivo de manter a sua posição. Mas logo desde os primeiros tempos intermédios de Silves 1 (ES12) que o finlandês constatava que as viaturas de Ogier e Latvala perdiam várias dezenas de segundos. « Perguntei-me mesmo se são seria um erro da cronometragem », exclamava o finlandês, que recuperava a segunda posição no final da especial. « É um rali muito exigente para as mecânicas e o meu DS3 WRC esteve perfeito a este nível. Vou continuar sem tomar grandes riscos para terminar nesta posição. Não estou propriamente preocupado com os pneus porque fiz uma gestão correcta dos mesmos desde o início do rali. »
Na verdade, nada viria a perturbar o final de prova do finlandês, que subia ao segundo degrau do pódio. « Um 2º lugar é sempre bom, mas tenho de dizer que esperava ser um pouco mais rápido aqui, » reconheceu o piloto da Citroën Total Abu Dhabi WRT. « Temos registado bons progressos desde o México, mas falhou-me um pouco de velocidade para optimizar as configurações das suspensões e pode ter sido isso que me impediu de entrar no ritmo certo logo desde sexta-feira de manhã. Temos de continuar a trabalhar, nomeadamente para ganhar em performance nas zonas mais rápidas. »
De regresso à prova Rally2, Dani Sordo não tinha outro objectivo que não fosse conquistar alguns pontos no Campeonato do Mundo de Construtores. O espanhol consegui-lo-ia ao terminar na nona posição entre os pilotos nomeados. « Irei recordar especialmente o meu início de prova, dado que senti que o carro estava melhor do que nunca, » explicou. « Outro ensinamento é o de que devemos ser muito rápidos nas qualificações para poder lutar pela vitória. Vou para a Argentina ainda mais motivado e com o desejo de mostrar o que posso fazer. »
Autor de um rali sem falhas, Khalid Al Qassimi atingiu o final nos pontos e também com boas perspectivas para o futuro. « Estou contente por atingir o final deste rali. Mas estou especialmente satisfeito por ter progredido no meu estilo de condução nas últimas especiais, » disse o piloto do DS3 WRC da Abu Dhabi Citroën Total WRT. « Como os pneus tendiam a aquecer, acalmei um pouco o ritmo e percebi que se mostraram muito mais eficazes. Isso faz parte da minha curva de progresso. »
Yves Matton, Director da Citroën Racing, concluiu os trabalhos felicitando o trabalho feito pela equipa desde o Rali do México: « Não apenas demonstrámos que o nosso carro continua a ser o mais fiável do plantel, como conseguimos, também, aumentar o seu nível de desempenho, adaptando-o ao estilo dos nossos pilotos. Isso é uma satisfação que nos permite abordar positivamente a restante temporada. »
 

Periodicidade Diária

quarta-feira, 22 de janeiro de 2020 – 14:43:52

Pesquisar

Vamos ajudar!

Como comprar fotos

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...