14 anos ao serviço do Desporto em Portugal

Notícias

Projetos aprovados por unanimidade na Assembleia da República

 

Os projetos de resolução do Partido Social Democrata (PSD) e do Bloco de Esquerda (BE), que têm como objetivo o desenvolvimento do Desporto Universitário português, foram aprovados esta sexta-feira, 13 de maio, por unanimidade na Assembleia República. Depois do debate durante esta quinta-feira, os deputados da Assembleia da República convergiram na decisão de que é necessário investir no Desporto Universitário português e garantir as condições para que os estudantes do Ensino Superior pratiquem desporto e consigam conciliar a carreira académica e a carreira desportiva com sucesso.

 

Congratulamo-nos por ver que houve iniciativa de apresentar estes projetos e que conseguiram gerar unanimidade entre todos os deputados da Assembleia da República. Significa que todos estamos consciencializados da importância da prática desportiva na formação do indivíduo. Agora é necessário passar da teoria à prática”, afirmou o presidente da Federação Académica do Desporto Universitário (FADU), Daniel Monteiro.

 

Com base na premissa de assumir o Desporto Universitário como uma ferramenta importante para complementar o trabalho académico desenvolvido nas Instituições de Ensino Superior, o PSD apresentou cinco pontos na proposta e o BE três. Os deputados sociais-democratas propuseram ao Parlamento que o financiamento à FADU fosse reforçado, “estabelecendo-se metas de crescimento e de desenvolvimento da prática desportiva, ou seja, introduzindo o caráter bianual do financiamento alinhado com os projetos das Universíadas”. Por outro lado, o BE propôs o reforço do financiamento “ao Desporto Universitário através de uma maior alocação de verba para as Associações de Estudantes do Ensino Superior, através das candidaturas a fundos do Instituto do Desporto e Juventude e de um aprofundamento da relação com a FADU”.

 

O trabalho desenvolvido no âmbito das carreiras duais foi relembrado pelo PSD, pedindo para que se legisle o Estatuto do Estudante-Atleta “com base nas conclusões apresentadas pelo grupo de trabalho, criado pelo anterior Governo, para estudar a implementação de medidas de apoio a carreiras duais e após auscultar novamente os demais agentes desportivos e educacionais com responsabilidades nesta área.” Os deputados sociais-democratas acrescentaram ainda a extensão do seguro escolar às atividades desportivas e a inclusão, no formulário de candidatura ao Ensino Superior, de um “campo próprio sobre hábitos desportivos, que permita uma melhor adaptação da oferta desportiva nas Instituições de Ensino Superior ao perfil desportivo de cada estudante”.

 

Ambos os partidos lançaram o pedido para que os Jogos Europeus Universitários de 2018, atribuídos às entidades de Coimbra, não sejam esquecidos e seja reforçado o acompanhamento institucional por parte da tutela. O BE apresentou, como terceira e última proposta, que seja realizado “um levantamento dos equipamentos e infraestruturas desportivas dos Serviços de Ação Social das várias Universidades e Politécnicos e se programe um plano de intervenção na reabilitação para os mesmos”.

 

Na sequência destas iniciativas, Daniel Monteiro destaca ainda a importância da “exclusão da FADU, e de outros representantes do Ensino Superior, no grupo de trabalho "Desporto-Educação", criado recentemente pela Secretaria de Estado da Juventude e do Desporto e que deixou de fora a representação do Ensino Superior.

Periodicidade Diária

sexta-feira, 13 de dezembro de 2019 – 11:01:59

 

 
Feliz Natal e um
 
Próspero Ano Novo
 
 
Boas Festas!
 

 

Pesquisar

Vamos ajudar!

Como comprar fotos

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...