15 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Universíadas Gwangju 2015: Ouro no Andebol é conquista inédita para Portugal


É uma sensação fantástica. Não posso mentir, nós vínhamos com isto em mente, acreditávamos que era possível fazer este trabalho e ganhar esta medalha. A sensação só de participar e as sensações que estar numas Universíadas nos trazem são inesquecíveis e ganhar a medalha de ouro e fazer história para Portugal é algo que fica para sempre”, exalta o capitão de equipa Pedro Seabra.



A Seleção Nacional Universitária de Andebol conquistou hoje, dia 13, o primeiro ouro de Portugal numa modalidade coletiva nas Universíadas de Verão ao vencer a Sérvia por 25-21. Esta é a 11ª medalha de ouro portuguesa em Universíadas de Verão. A missão portuguesa termina assim a sua participação com uma medalha de ouro, duas de prata – no Taekwondo – e uma de bronze, na Ginástica Artística.



O selecionador Rolando Freitas tentou exprimir a sua felicidade, enquanto a restante equipa cantava o hino português na comemoração desta vitória. “Estamos bastante contentes, porque fizemos uma prova limpa com seis vitórias e porque conseguimos o ouro que esperávamos e desejávamos. Estou também muito contente por perceber que este é um evento que tem muitas parecenças com o maior evento desportivo multidisciplinar que são os Jogos Olímpicos, que é um evento de referência, com uma boa competição de muito bom nível. E contente por achar que este projeto tem pernas para andar e que podemos no futuro ainda tirar mais dividendos desta articulação e quem sabe voltar a ganhar um dia”, afirma Rolando Freitas.



Após uma primeira parte muito renhida, onde a Sérvia procurava sempre a vantagem e Portugal o empate, a segunda metade do jogo foi dominada pelos portugueses. O intervalo não deu vantagem a ninguém. Os jogadores recolheram ao balneário com um empate a 11. Estava tudo em aberto na segunda parte e Portugal não deu hipótese, ganhando uma vantagem confortável em relação ao adversário.



Com o resultado português nos 21, os sérvios começaram a aproximar-se, mas novamente a formação lusitana afastou-se até aos 25 e a equipa da Sérvia terminou a prova com 21 golos marcados. Estava assim terminada, e da melhor forma, a participação portuguesa nas Universíadas de Verão 2015, em Gwangju, na Coreia do Sul.



No Taekwondo, a competição era agora de equipas. No feminino, Beatriz Fernandes, Ana Coelho e Joana Cunha entraram primeiro no tatame, onde defrontaram a Taipei chinesa. O resultado 9-21 foi favorável à adversária, que impediu assim as três portuguesas de seguirem em frente na prova.



No masculino, Júlio Ferreira, Mário Silva, Jean-Michel Fernandes e Nuno Costa constituíram equipa e defrontaram os anfitriões logo no primeiro combate. Os sul coreanos venceram os atletas portugueses por 16-10, afastando-os da fase seguinte.



Hoje foi a competição de equipas e estávamos bastante entusiasmados. O sorteio determinou que nos defrontaríamos ou com a fortíssima seleção da Coreia do Sul (vencedora do evento) ou com a Nigéria. Defrontámo-nos com a Coreia e, até aos últimos 30 segundos, estivemos ou a vencer ou empatados. Depois de não nos terem pontuado um pontapé na cabeça, a Coreia marcou um ponto e aí foi difícil remontar o resultado. Foi uma excelente experiência e todos nós gostaríamos de ter vencido”, conta Mário Silva.



Hoje foi o último dia de competição da 28ª edição da Universíada de Verão que decorre em Gwangju, na Coreia do Sul, desde o passado dia 3 de julho. Para amanhã, dia 14, espera-se apenas a cerimónia de encerramento.

 

Periodicidade Diária

sexta-feira, 4 de dezembro de 2020 – 10:42:35

 

 
Feliz Natal e um
 
Próspero Ano Novo
 
 
Boas Festas!
 

 

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...