14 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

1.º Corta mato do NAZA

alt
 
Nem tudo o que luz é ouro…
 
 Realizou-se no domingo, dia 22 de Janeiro, a primeira edição do “Corta mato do NAZA”, a terceira prova pontuável para o Troféu de Atletismo de Cascais e que reuniu no Bairro da Tojeira, na freguesia de S. Domingos de Rana, mais de três centenas de atletas nos vários escalões etários, desde os Benjamins aos Veteranos em ambos os sexos.

  O local escolhido para a realização da prova mereceu rasgados elogios dos participantes, quer pela localização, quer pelo cenário rural do percurso, desenhado em terrenos agrícolas cedidos pelos seus proprietários para a realização do evento.
 
 Ora, tudo seria perfeito, se a organização tivesse em consideração o esforço dos atletas, premiando os melhores classificados com maior rigor, nomeadamente na atribuição das medalhas, já que as que foram entregues não faziam nenhuma referência à corrida, nem à classificação obtida, logo medalhas em branco, apesar da face ter um cunho do clube organizador.

  Já aqui temos criticado os atletas em não participar na cerimónia do pódio, deixando aos dirigentes a tarefa de receber as medalhas, ou troféus. Neste caso, e porque o reparo foi feito por muitos dos premiados, deixamos aqui esse eco de insatisfação, na certeza de que será corrigido em futuras edições.
 
 Nuno Cardoso e NúcleOeiras/Sport Zone dão “show” na Tojeira

  Ao todo, foram mais de três dezenas de equipas a classificarem-se na prova, estabelecendo um novo máximo esta época no que concerne ao troféu cascalense. Colectivamente, o NúcleOeiras/SportZone cumpriu os objectivos e venceu a “geral-colectiva” com 332 pontos, deixando a 2.ª classificada, Atibá, a mais de uma centena (234), e com o Desportivo de Monte Real a fechar o pódio com 197.

  Individualmente, a grande corrida registou-se na prova rainha de seniores, com Nuno Cardoso (NúcleOeiras/SportZone) a confirmar porque se tinha sagrado uma semana antes em Benavente, vice-campeão nacional de estrada em sub-23, batendo por margem folgada, o 2.º classificado, Telmo Silva (Atibá).
 
 No sector feminino, Solange Fernandes (Salesianos de Manique) voltou a marcar pontos ao vencer Katarina Larsson (NúcleOeiras/SportZone) e com Carla Santos (Ribeira da Lage) a completar o pódio.
 
 Nos restantes escalões, os habituais favoritos dominaram, havendo a registar nos juniores a vitória de João Bértolo (NúcleOeiras) que bateu a dupla do Maratona Clube de Portugal, David Nogueira e Ângelo Guerra.

  A próxima prova do troféu está marcada para o dia 5 de Fevereiro com a realização do Corta Mato do Linhó…

  
  Ventura Saraiva 
alt
 
alt
 
alt

Periodicidade Diária

quinta-feira, 13 de agosto de 2020 – 00:19:10

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...