14 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

7ª Meia Maratona Douro Vinhateiro

Visão de um atleta de pelotão
 
Aquela que se intitula como "A mais bela corrida do mundo" com um pretensiosismo escusado, realizou-se no passado domingo dia 20 de Maio pela 7ª vez, nas margens do Rio Douro, num cenário de efectiva, rara e magnificente beleza, nas terras do Alto Douro Vinhateiro, zona classificada pela UNESCO como Património Mundial da Humanidade. Foi a 7ª Meia Maratona Douro Vinhateiro, que teve perto de 1700 atletas chegados à Meta da Meia, incluindo Atletas em Cadeira de Rodas, e milhares de participantes na Mini/Caminhada.
 
Depois de problemas graves no passado, nomeadamente com a quase ausência de abastecimentos, plenamente ultrapassados hoje, a prova é já um evento de sucesso, com uma boa organização geral, a merecer perfeitamente a adesão que tem, e a convidar a mais.
 
A 7ª Meia Maratona Douro Vinhateiro
 
O levantamento de dorsais nos dias antecedentes à prova mas também no dia da prova, com entrega eficiente e rápida. A concentração dos atletas no dia da prova na Régua, onde foram transportados de comboio para o local da Partida.
 
A animação na zona da Partida. A Partida excelentemente dividida com os Atletas da Meia à frente e os da Mini atrás. O atraso de meia hora na partida. O percurso bem assinalado, com marcação de quilómetros, totalmente cortado ao trânsito em perfeita segurança. Abastecimentos (água) em quantidade suficiente. Os chuveiros de água ao longo do caminho. Algum público. A beleza do percurso. A animação junto à chegada. A t-shirt "técnica", a medalha e a garrafa de vinho da região como prémios de presença. O Certificado de participação. O controlo por chip. A classificação disponibilizada on-line rapidamente. A Meta digna. O apoio médico. A acrescentar a tudo isto mas não menos importante, a gentileza das gentes a dar vontade aos atletas de voltar (sim, mesmo apesar do atraso de meia hora).
 
A minha corrida e a triste e muito infeliz frase de um "speaker" excessivamente excitado
 
O Douro embriaga-me. De serenidade e paz. Acordo nas margens do rio envolta em verde e renasço enquanto o dia nasce. Podia ficar ali horas sem me cansar, com uma chávena de café com leite quente nas mãos (ou copo de vinho tinto da região, dependendo das horas do dia), apenas a contemplar tamanha beleza e magnitude. Mas já é dia da corrida e depressa me vejo na Partida com a minha amiga Ana. Alongamos e vamo-os preparando para partir quando se ouve ao altifalante que pela estranha razão de ainda estarem milhares de pessoas na Régua à espera de comboio, a Partida iria ser dada às 11:00 hrs, portanto meia hora mais tarde que o anunciado e previsto, e para minha surpresa a completar a desagradável notícia quando o Sol já ia aquecendo, o speaker acrescenta efusiva e descaradamente que "...a partida tem um atraso de meia hora, mas não faz mal porque estamos na corrida mais bela do mundo e por isso vale tudo!"
 
Claro que de imediato na minha cabeça me surgiram as respostas mais ríspidas que transmiti à minha amiga Ana e a quem estava por perto e quis ouvir: "Vale tudo?! Vale tudo?! Se calhar por esse tipo de postura, de quem está no cimo de um pedestal sobre o resto do mundo, é que até valeu há 2 anos atrás colocarem em sério risco de saúde e até de vida, os atletas que não tiveram qualquer abastecimento ao longo dos 21 Km! Não meus senhores, não vale tudo!"
 
Crescia em mim um frenesim interior, que no entanto não deixei que se alastrasse ou manifestasse em demasia. Mas sentia-me incomodada. Se nunca simpatizei especialmente com a auto denominação da "mais bela corrida do mundo", que sempre achei e acho extremamente presunçosa, agora com aquele remate, sentia um certo desalento, estaria eu enganada quando quis dar e dei e continuo a dar outra hipótese à organização mesmo depois daquele massacre da falta de água há 2 anos atrás? Será que afinal a falha fatal da falta de água não terá vindo afinal ao encontro desta mesma postura que venho encontrar hoje: "Vale tudo porque somos a corrida mais bela do mundo"? Mas afinal o que mudou de há 2 anos para cá? Há água, está certo, é verdade. Mas não sei se a postura é a correcta. Não sei se mudou a essência. No entanto, e ainda, quero acreditar que aquela frase foi apenas uma frase de um "speaker" de cabeça oca, uma frase muito, muito infeliz e que não representa de todo a organização que nos ofereceu este ano, a par do anterior, uma excelente Meia Maratona para correr.
 
Nos 30 minutos extra, fartei-me de conversar com a Ana, sou abordada por 2 leitores deste blogue, que se apresentam e elogiam este espaço  (que pena não ter visto e cumprimentado o Kim...) e por fim é dado o tiro de partida. A partir daí não tive qualquer queixa ou reclamação. Estava tudo muito bem, ao contrário da minha perna que arrastei até sensivelmente meio da corrida para depois "adormecer" e deixei de a sentir. Corria em modo automático e não havia lugar à dor, que no entanto se mantém cá agora, um pouco pior do que estava antes da Meia, por isso vou continuar a correr. 
 
Uma nova abordagem de alguém que lê esta espécie de diário, desta vez uma jovem que me cumprimentou em plena prova e seguiu para a frente. Lá pelo km 18 vejo-a no horizonte, faço por chegar a ela, e apanhou-a, incentivo-a a ir comigo até à meta mas ela não reage e eu sigo toda lançada rua abaixo. Estava "bem". Infelizmente, quando o percurso dá a volta e nos lança na recta da meta, mas ainda falta quase 1 km em ligeira inclinação (a subir), essa sensação esgota-se e de novo me arrasto, quase em agonia até à meta. Mas sorrio, ah pois claro que sorrio. Tenho lá o meu pai e amigos que merecem o meu sorriso. Reencontro a Ana, que entretanto já tinha acabado a prova, vou recolher os meus prémios contra a entrega do chip, quero ir ter com o meu pai, e voltamos depressa à calmaria das margens do Douro, onde pernoitamos mais uma noite, deliciados e embalados na grandiosidade deste Douro Vinhateiro, onde quero voltar sempre e recomendo a todos. Vens daí comigo para o ano?

Ana Pereira
http://mariasemfrionemcasa.blogspot.pt/ 
 

Periodicidade Diária

domingo, 9 de agosto de 2020 – 20:36:48

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...