14 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

26º GP de Queluz de Baixo

26.º Grande Prémio de Queluz de Baixo
Uma prova muito “fixe”

Pontuável para o 30.º Troféu- CMO – Corrida das Localidades, disputou-se no domingo, dia 29 de Janeiro, a 26.ª edição do Grande Prémio de Atletismo de Queluz de Baixo, competição organizada em conjunto com a Divisão de Desporto da Câmara Municipal de Oeiras e o Grupo Recreativo e Desportivo “Os Fixes”, colectividade a festejar o 79.º aniversário.

Para além do comércio e indústria de proximidade, indispensáveis para os apoios monetários, e prémios colectivos, há a registar a colaboração da Junta de Freguesia de Barcarena e dos Bombeiros Voluntários da freguesia, contributos que enriqueceram em muito a qualidade da organização, sendo até agora, na nossa -opinião- a melhor prova das que já realizaram na edição de 2011/2012.
 
Um único senão, a longa fila de atletas que se foi juntando na derradeira corrida de seniores e veteranos, onde só os primeiros cotaram a meta, e muitos outros a chegar uns bons 100 metros antes. A forma de leitura óptica dos dorsais não consegue acompanhar o ritmo dos corredores, mas isso são outros problemas que no futuro serão melhorados com certeza.

Mónica Moreiras “larga” Catarina bem cedo na corrida feminina

Com a distância de 3.700 metros, a prova feminina, juntou ainda os escalões masculinos de Juvenis, e M65. Daí que não causasse surpresa a vitória de Ruben Veiga (NúcleOeiras/SportZone), em termos absolutos, apesar de ser do escalão de juvenil.
 
No sector feminino, Mónica Moreiras, também do NúcleOeiras, impôs um andamento rápido desde o início, sendo acompanhada apenas por Catarina Ferreira (Joaninhas de Leião) que foi cedendo terreno para a sua principal adversária, contentando-se com o 2.º lugar. A fechar os lugares do pódio, entrou Suaila Có (NúcleOeiras), num sector que teve duas dezenas de atletas classificadas, número inferior ao F35 que foi o escalão feminino com mais concorrentes a passar o risco de meta. Carla Santos. Do G.R.D. Ribeira da Lage foi a vencedora, conquistando a segunda vitória em provas do troféu.

Nuno Carraça (URCA) a grande surpresa no sector masculino
A fechar o programa do 26.º Grande Prémio de Atletismo de Queluz de Baixo, disputou-se a prova-rainha destinada aos juniores, sub 23, seniores e veteranos até M60. Inicialmente programada para a distância de 8.300 metros, acabou por ser mais curta (cerca de 6. 500) uma informação adiantada pelos organizadores antes do início da competição.

Após o sinal de partida, juntou-se um numeroso grupo no comando da corrida, com os mais fortes candidatos à vitória dispostos a não ceder terreno, quer em termos absolutos, quer nos vários escalões. Até Barcarena, o grupo embora mais minuto, foi-se mantendo, mas a ingreme subida em direcção a Queluz de Baixo acabaria por fazer a selecção de valores. Nuno Carraça, da União Recreativa da Abrunheira (URCA) seria o mais rápido e chegou destacado à meta, No segundo lugar classificou-se Francisco Pedro (M40), vencedor do seu escalão e abrindo vaga para o pódio de seniores, completado por Nuno Rodrigues, e Hugo Gonçalves, ambos do C.R.Leões de Porto Salvo.

Linda-a-Pastora SC “cai” para o 4.º lugar na classificação colectiva

Na classificação por equipas, o NúcleOeiras/SportZone foi o natural vencedor, tal a hegemonia que vem evidenciando nas provas do troféu. Somou 512 pontos (!), contra os 374 dos Leões de Porto Salvo (2.º), e 342 do G.R.D. “Os Fixes” que se classificou no 3.º lugar. Já o Linda-a-Pastora Sporting Clube “caiu” para o 4.º posto com 285, lugar nada habitual do clube presidido por José Manuel Isidro. Embora envolvido noutras frentes, no mesmo fim de semana, a verdade é que o seu clube tem vindo a “perder gás” perante a concorrência. No 5.º lugar, ficou o G.R.D. Ribeira da Lage que quase obtinha uma classificação “histórica”: somou 253, e ficou apenas a 32 pontos do lugar acima…

Uma nota final para a Casa do Benfica de Algueirão-Mem Martins: ficou no 6.º lugar (194 pontos), somando pontos para o “Troféu Extra-Concelho” dilatando a vantagem sobre o Desportivo de Monte Real (134) que se classificou na 8.ª posição.

Classificaram-se 44 equipas, números que embora elevados, não superam o recorde obtido pela prova de Barcarena, com 51 equipas que pontuaram na primeira prova deste ano de 2012, a 4.ª prova pontuável para o “Troféu CMO- Corrida das Localidades”.

Ventura Saraiva

 
 
alt
A correr em casa Os Fixes obtêm 4.º lugar 
 
alt
Casa do Benfica em AMM domina Extra Concelho 
 
alt
NúcleOeiras domina classificação colectiva 
 
alt
Mónica Moreiras e Catarina Ferreira, uma luta a duas... 
 
alt
Os Fixes- boa montra de prémios 
 

Periodicidade Diária

sábado, 15 de agosto de 2020 – 19:35:46

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...