14 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Jungle Marathon Brasil

Votada pela CNN como a mais dura corrida do planeta, a Jungle Marathon do Brasil, em Flona Tapajós, próximo de Santarém na Amazónia, contou com 51 atletas na partida da prova de 275Km, em que alguns deles já abandonaram a prova, assim como 5 atletas na prova de 131Km.

 

Esta aventura teve início a 02 de Outubro e está previsto terminar a 11 de Outubro.

 

Aqui correm atletas de diversas nacionalidades: Brasil, Portugal, EUA, Reino Unido, Austrália, França, Japão, Suíça, Coreia do Sul, Guadalupe, África do Sul, Espanha, Bélgica, Rússia, Argentina, Suécia e Irlanda.

 

Neste momento os dois Carlos portugueses, Carlos Sá e Carlos Coelho, mantém-se firmes na prova de 275Km, sendo Carlos Sá o líder da classificação geral e Carlos Coelho em 6º lugar, embora que na lista de classificações esteja em 7º, mas após a desistência do australiano Ian Hawker, Carlos Coelho sobe um lugar na classificação geral.

 

Os atletas que aceitaram o desafio, percorrem pântanos com os perigos naturais de alguns animais que não são propriamente de companhia, suportam temperaturas acima de 40ºC, humidades de cerca de 99%, atravessam rios, passam por encostas escorregadias, elevações consideráveis, dormem na mata, têm etapas com grande distância diária.

 

Além de terem que ter uma grande preparação física para as adversidades e barreiras físicas que têm que ultrapassar, têm que ter um grande espírito de sobrevivência e perseverança.

 

Tudo isto não é preparado de qualquer forma, os atletas iniciaram a aventura subindo de barco para a base de partida, numa viajem que durou de 10 a 12 horas.

 

Já na base, tiveram sessões de aconselhamento dadas por profissionais, desde militares sobre segurança e sobrevivência na selva, médicos com as instruções para não desidratar na selva e superar a exaustão provocada pelo calor assim como os cuidados a ter com os pés.

 

A organização fez uma lista de equipamentos necessários para cada atleta, contudo tudo foi verificado pelos organizadores antes da partida:

·        Redes com proteção anti mosquito e capa de proteção para rede em caso de chuva.

·        Alimentos suficientes para durar os 4 ou 7 dias de competição (dependendo da distância).

·        Os atletas da corrida de 127 km podem deixar a comida para depois da corrida com os organizadores da Maratona, antes de sair para o primeiro estágio.

·        Frascos ou garrafas para carregar 2.5 litros de água

·        Repelente de insectos

·        Bússola

·        Alfinetes de segurança

·        Faca

·        Kit médico

·        Lanternas e pilhas extras para reposição

·        Tabletes de purificar água suficientes para ao menos 10 litros.

·        Apito de emergência

 

Os pontos de controlo estão situados a cada 5 ou 10Km, sendo de passagem obrigatória.

 

O calendário das etapas/estágios:

05 de Outubro – Estágio 1
06 de Outubro – Estágio 2
07 de Outubro – Estágio 3
08 de Outubro – Estágio 4: etapa de maratona e final de estágio 4
09 e 10 de Outubro – Etapa Longa
11 de Outubro – Estágio final

Boa prova, Carlos Sá e Carlos Coelho!

 

Texto: Pedro MF Mestre

Fonte: www.junglemarathon.com

Classificações: http://junglemarathon.com/backend/photos/Resltado%20-%20Total%20-%20all.jpg

Periodicidade Diária

sábado, 19 de outubro de 2019 – 14:46:21

Pesquisar

Vamos ajudar!

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...