12 anos ao serviço do Desporto em Portugal

nº 35 – Experiência a bordo de um Volvo Ocean Race (Volvo Ocean 65)

 

O Portal AMMA teve hoje a oportunidade de uma experiência de navegação a bordo do veleiro Volvo Ocean 65 da equipa DongFeng Race Team.

 

Participamos no numa das três regatas Pro-AM em que um grupo de convidados tem o papel de membro da tripulação, com tarefas a bordo, desde controlar as velas, mudança de bordos, leme, entre outras experiências que se pode ter numa regata in-shore (dentro de um porto).

 

Aqui temos o contacto com a tripulação do veleiro mais reduzida, que nos ensina e nos guia no nosso trabalho a bordo.

 

A primeira tarefa que tivemos foi no “moinho de café” em conjunto com outro convidado, de controlar uma das velas. A nossa “chefe” foi a velejadora Carolijn Brouwer, que está na sua terceira volta ao mundo, já tendo feito parte de duas equipas femininas tendo sido tripulante na SCA Team na última edição da prova. Nesta edição a equipa DongFeng é mista quanto ao género. Após rondar a primeira bóia passei para a proa (parte da frente do veleiro), fizemos peso nos bordos, e ainda fiz leme numa parte da regata.

 

Houve tempo para uma agradável conversa com a tripulação, colocámos questões, houve tempo para as fotos e vídeos ao longo da experiência de regata Pro-AM.

 

Algo que se reparou de muito positivo, foi a presença de três crianças a bordo (com todos os requisitos de segurança cumpridos), o filho do skipper Charles Caudrelier e dois filhos de outro tripulante, que a brincar mas muito a sério já estão a dar os seus primeiros passos na vela a este nível.

 

Na fase preparatória da experiência, foi introduzido pelo próprio designer do veleiro, o conceito do veleiro único (Multi-One-Design), em que foi entregue às equipas um veleiro completamente igual, só varia a pintura. Este conceito faz com que se economize muito no orçamento das equipas, pois gera o conceito do Boatyard, que é um serviço de manutenção e reparação com uma equipa que presta o mesmo serviço às sete equipas participantes da Volvo Ocean Race. A optimização de orçamento não ficou por aqui, o veleiro que está a ser utilizado nesta edição 2017-18, é o mesmo que foi utilizado na edição passada. O designer das velas também falou da importância de ouvir as equipas afim de fazer alguns melhoramentos da edição passada para esta.

 

Após velejar com esta equipa, num ambiente muito agradável, a “chefe” Carolijn disse que passámos na prova, estamos aptos a velejar. Aguardamos agora o contacto de uma equipa que nos queira contratar (risos).

 

Texto: Pedro MF Mestre


 

sexta-feira, 24 de novembro de 2017 – 09:20:20

Pesquisar

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...