18 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Jazz em Monserrate

 

Maria João, Carlos Bica, Bernardo Moreira, Cristina Branco e Adolfo Luxúria Canibal no Jazz em Monserrate

 
- Poesia, concertos para famílias, fusões de jazz com os outros géneros musicais e homenagem a Carlos Paredes em destaque no programa
- Dois concertos gratuitos remarcados após o cancelamento do primeiro fim de semana do festival
- Bilhetes disponíveis em www.jazzemmonserrate.pt
 
Depois do cancelamento do primeiro fim de semana do Jazz em Monserrate, devido à previsão de chuva, o festival será retomado nos próximos dias 15, 16 e 17 de setembro, altura em que se prevê uma melhoria do estado do tempo. Nestas datas, o cenário único do Parque de Monserrate, em Sintra, acolherá uma programação diversificada, concebida tanto para os fãs deste género musical, como para os menos conhecedores, que é composta por jazz, “spokenword” e concertos para famílias. Em palco, estarão artistas consagrados, como Maria João, Carlos Bica, Bernardo Moreira, Cristina Branco e Adolfo Luxúria Canibal, mas haverá também espaço para os jovens músicos.
 
Entre os concertos que já faziam parte do alinhamento e os que foram remarcados, o público pode contar com alguns eventos gratuitos, muita poesia, fusões de jazz com outros géneros musicais e uma homenagem a Carlos Paredes a fechar com chave de ouro esta segunda edição do festival que celebra a união entre música, património e natureza.
 
A programação deste fim de semana de Jazz em Monserrate abre a 15 de setembro, às 19h30, no Palco Cedro da China, com o concerto The Art of Song vol. 1 – When Baroque Meets Jazz, que junta o piano de Filipe Raposo à voz de Rita Maria. Num exercício de grande criatividade, os dois músicos conciliam o universo formal do período barroco e a liberdade estilística da improvisação e do jazz, acrescentando as influências musicais que os moldaram: a música erudita, o jazz e o cancioneiro tradicional.
 
O festival continua a 16 de setembro, com o primeiro dos concertos que foram remarcados. Trata-se do concerto/performance “A Improvisar é que a gente se entende”, que decorre no Palco Cedro da China, às 11h00. Concebido por Nuno Cintrão, e dirigido especialmente aos mais jovens e às suas famílias, é uma experiência única de criação musical em que o público é convidado a participar, experimentando e descobrindo um pouco mais sobre os caminhos da improvisação com recurso à voz e a outros instrumentos. Um espetáculo que dá a conhecer o jazz e abre espaço à criatividade e a novos públicos.
 
Num registo completamente diferente, às 16h00, no Palco Esplanada, apresenta-se o projeto “Poezz”, que une poesia em língua portuguesa e jazz, com base nos textos reunidos na antologia com o mesmo nome, organizada por José Duarte e Ricardo António Alves. A voz de Pedro Freitas, o Poeta da Cidade, e o saxofone de Kenny Caetano dão uma nova vida à poesia de autores como Djavan, Drummond de Andrade e Rui Knopfli.
 
Às 19h30, no Palco Cedro da China, Maria João e Carlos Bica Quarteto, nomes incontornáveis do jazz em Portugal, apresentam Close to You, numa celebração da amizade e da cumplicidade musical que os une desde o início na década de 1980. Acompanhados por João Farinha (piano e teclados) e Gonçalo Neto (guitarra), trazem temas de Conversa (1986) e de Sol (1991), discos que marcaram as suas carreiras.
 
No último dia do festival, 17 de setembro, a programação prima pelo ecletismo. Às 11h00, no Palco Cedro da China, há mais um concerto para famílias que mostra aos mais novos como “O Jazz é Fixe” e os convida a participar ativamente. O trio composto por Miguel Calhaz (contrabaixo), Luísa Vieira (voz e flauta transversal) e João Mortágua (saxofone), proporciona uma divertida e criativa viagem pelo universo do jazz, recorrendo a objetos que à partida nada parecem ter a ver com a música.
 
Seguem-se, às 14h00, no Palco Esplanada, os Nomad Nenufar. O duo composto pelo saxofone de Bernardo Tinoco e pelos teclados de Tom Maciel, que era para ter atuado no primeiro fim de semana do festival, apresenta um concerto desafiador e envolvente. Privilegiando a vertente experimental, os dois jovens e talentosos músicos misturam jazz, sonoridades eletrónicas e o exotismo do duduk, instrumento tradicional da Arménia.
 
Novamente no Palco Cedro da China, às 16h00, a poesia regressa a Monserrate, através de um encontro único entre som e palavra protagonizado por dois dos mais influentes protagonistas da cena musical portuguesa dos últimos 40 anos: Adolfo Luxúria Canibal (voz) e Carlos Barretto (contrabaixo). “Olhar o abysmo sem o deixar ganhar” baseia-se em textos e poemas da editora abysmo acompanhados pelos sons do jazz.
 
O Jazz em Monserrate encerra com Bernardo Moreira Sexteto tendo Cristina Branco como convidada. O concerto “Entre Paredes”, agendado para as 19h30, traz os sons do universo do genial guitarrista Carlos Paredes através da leitura musical de Bernardo Moreira, que, com músicos de diferentes gerações, tem cruzado o jazz, o fado, a canção e o fado de Coimbra. Nesta ocasião especial, o sexteto conta com a voz singular da cantora Cristina Branco.
 
Os concertos realizados dentro do horário de funcionamento regular Parque e Palácio de Monserrate (9h00 > 19h00), serão de entrada gratuita para os visitantes que adquirirem o bilhete para o monumento, com lotação limitada à capacidade do espaço e acesso por ordem de chegada. No caso específico dos concertos do Palco Esplanada, é necessário, ainda, recolher a respetiva pulseira na bilheteira, uma hora antes do início dos concertos (15h00, exceto para o concerto dos Nomad Nenufar, cujo levantamento de pulseiras será a partir das 13h00). Para assistir aos concertos agendados para as 19h30 é necessário adquirir o bilhete de concerto, pelo valor de 15€.
 
Quem pretender assistir à programação completa deste fim semana, beneficiando também da entrada diurna no Parque e Palácio de Monserrate entre 15 e 17 de setembro, poderá adquirir um bilhete especial com o custo de 40,50€. Os ingressos estão à venda em www.jazzemmonserrate.pt.
 
Para tornar mais cómodo o acesso aos concertos noturnos (19h30), a Parques de Parques de Sintra disponibiliza um serviço especial de transporte gratuito assegurado por autocarros da empresa Scotturb. O circuito tem início na estação ferroviária da Portela (lado sul), segue depois para a estação de Sintra e termina junto à entrada principal do Parque de Monserrate. No final dos concertos, efetua-se o percurso inverso, com partida do Parque de Monserrate, até ao transporte do último visitante. Para beneficiar deste serviço, basta apresentar o bilhete para o concerto dessa noite.
 
O Jazz em Monserrate é promovido pela Parques de Sintra e tem a conceção artística da Clave na Mão. O BPI – Fundação “la Caixa” é o mecenas do “Jazz em Monserrate”, que conta também com o patrocínio da Tranquilidade e com o apoio da Câmara Municipal de Sintra. A Antena 2 e o SAPO são media partners do evento.
 
Mais informações: www.jazzemmonserrate.pt
 
Programa Jazz em Monserrate 2023
 
15 de setembro
19:30 | Palco Cedro da China | Filipe Raposo e Rita Maria - The Art of Song vol. 1 – When Baroque Meets Jazz
 
16 de setembro
11:00 | Palco Cedro da China | Nuno Cintrão - “A Improvisar é que a gente se entende” (Concerto/Performance para famílias)
16:00 | Palco Esplanada | Pedro Freitas - Poezz (Spokenword)*
19:30 | Palco Cedro da China | Maria João e Carlos Bica Quarteto – Close to You
 
17 de setembro
11:00 | Palco Cedro da China | O Jazz é Fixe - Concerto para crianças
14:00 | Palco Esplanada | Nomad Nenufar*
16:00 | Palco Cedro da China | Adolfo Luxúria Canibal e Carlos Barretto - Olhar o abysmo sem o deixar ganhar
19:30 | Palco Cedro da China | Bernardo Moreira Sexteto e Cristina Branco - Entre Paredes
 
* Os concertos do Palco Esplanada (16 e 17 de setembro) terão capacidade limitada a 130 pessoas. A entrada é feita mediante compra do bilhete regular Parque e Palácio de Monserrate e apresentação de pulseira. A pulseira será distribuída na bilheteira, uma hora antes do início do concerto (15h00 exceto para o concerto dos Nomad Nenufar, cujo levantamento de pulseiras será a partir das 13h00), a todos os visitantes que manifestem interesse em assistir ao concerto.
 
PREÇÁRIO
concertos às 11h00, 14h00 e 16h00: gratuitos, mediante compra do bilhete para o Parque e Palácio de Monserrate;
restantes concertos:
bilhete de concerto: 15€
bilhete de 15 a 17 de setembro: 40,50€ (todos os concertos deste fim de semana + entrada diurna no Parque e Palácio de Monserrate nos mesmos dias)
Bilhetes à venda online em www.jazzemmonserrate.pt e nas bilheteiras físicas da Parques de Sintra.
 
TRANSPORTE ESPECIAL GRATUITO 15, 16 E 17 DE SETEMBRO (concertos noturnos: 19h30)
Circuito Estação ferroviária da Portela > Estação ferroviária de Sintra > Parque de Monserrate
Partidas da Estação ferroviária da Portela (lado sul)
entre as 17h30 > 19h00
Acesso aos concertos agendados para as 19h30: Filipe Raposo e Rita Maria; Maria João e Carlos Bica Quarteto; e Bernardo Moreira Sexteto convida Cristina Branco
 
Partidas do Parque de Monserrate
desde o final do concerto até ao transporte do último participante
 

Periodicidade Diária

domingo, 14 de julho de 2024 – 19:38:22

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...