18 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Sporting é campeão nacional de clubes em masculinos e femininos

O Sporting Clube de Portugal foi o grande vencedor dos Campeonatos Nacionais de Clubes, que se realizaram este fim-de-semana em Pombal. Numa luta renhida com o Benfica (só a prova feminina de 3000 metros é que não foi ganha por um atleta do Benfica ou do Sporting), o Sporting venceu em masculinos apenas com meio ponto de diferença: 97 para o Sporting e 96,5 pontos para o Benfica. Na terceira posição classificou-se o Jardim da Serra, com 59,5 pontos. Do lado feminino, repetem-se os protagonistas e a ordem no pódio, com o Sporting a somar 93 pontos, o Benfica, 90,5 pontos e o Jardim da Serra, 60 pontos.'
Individualmente, destaque para a vice-campeã olímpica Patrícia Mamona, do Sporting, que venceu o triplo-salto com a marca de 14,41 metros, melhor marca anual do ranking europeu. De sublinhar também a prestação da atleta do Benfica, Agate de Sousa, segunda classificada, que melhorou o seu recorde pessoal em 34 centímetros, fixando-o em 14,13 metros.  
Do lado masculino, o campeão olímpico, mundial e europeu, Pedro Pichardo, do Benfica, abriu a época de pista coberta com a marca de 17,12 metros, quinta marca mundial do ano e segunda europeia, arrumando assim a competição com um único salto. Pichardo ainda realizou mais um ensaio, o quarto, que lhe saiu nulo.
No lançamento do peso, o ucraniano Roman Kokoshko, do Sporting, venceu com a marca de 21,66 metros, a terceira melhor marca mundial do ano. O também ucraniano e do Sporting Andrii Protsenko, venceu o salto em altura, com a marca de 2,17 metros.
 
Marta Onofre, do Sporting, está de volta à competição e venceu o salto com vara, com a maraca de 4,05 metros, igualando a sua melhor nesta época, que é também a melhor do ranking nacional na presente temporada.
 
Patrícia Silva, do Sporting, foi a mais rápida nos 800 metros, com a marca de 2m09,70s. Do lado masculino, José Carlos Pinto, do Benfica, somou a vitória de hoje nos 800 metros à de ontem nos 1500 metros, numa luta renhida com Mauro Pereira, do Sporting, que resultou na marca de 1m49,10s para o atleta do Benfica, recorde pessoal, e 1m49,25s, para o atleta do Sporting.
 
Nos 3000 metros, Joana Soares, do Jardim da Serra, venceu em 9m37,45s, deixando pra trás Dulce Félix, do Benfica, que terminou na segunda posição, com o tempo de 9m43,74s. Do lado masculino, Nuno Pereira, do Sporting, que ontem foi segundo nos 1500 metros, saiu hoje vencedor, com a marca de 8m08,11s, recorde pessoal e melhora marca nacional da temporada, em mais uma luta com um atleta do Benfica, desta vez Etson Barros, que terminou na segunda posição, com a marca de 8m08,24s.
 
Nos 60 metros barreiras, Olímpia Barbosa garantiu os 8 pontos para o Sporting, em 8,35s, com a atleta do Benfica, Fatumata Baldé, a terminar na segunda posição, com a marca de 8,50s, recorde pessoal. Do lado masculino, o atleta do Benfica Roger Iribarne foi superior a Abdel Larrinaga, do Sporting, vencendo com a marca de 7,83s.
 
As provas de corrida terminaram com os 4×400 metros, com a formação do Sporting Clube de Portugal, composta por Carina Vanessa, Patrícia Silva, Salomé Afonso e Cátia Azevedo, a fazer uma excelente exibição, vencendo com a marca de 3m46,33s. Do lado masculino, foi a formação do Benfica, composta por Reynier Mena, Mikael Jesus, Ericsson Tavares e Ricardo Dos Santos, a mais rápida, com o tempo de 3m12,95s.
 

 

Os resultados completos estão disponíveis em https://www.fpacompeticoes.pt/2019/competicao
 

Periodicidade Diária

terça-feira, 21 de maio de 2024 – 20:45:53

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...