18 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Benfica (femininos) e Sporting (masculinos) revalidam título nacional de esperanças

O Sport Lisboa e Benfica, em femininos, e o Sporting Clube de Portugal, em masculinos, revalidaram hoje em Pombal o título nacional de esperanças. Sporting e Juventude Vidigalense completaram o pódio coletivo feminino, na segunda e terceira posições, respetivamente, sendo que, do lado masculino, a JV terminou no mesmo lugar do pódio, com o Benfica a ocupar a segunda posição.
Individualmente, Sisínio Ambriz, do Benfica, voltou a estar em destaque, hoje nos 60 metros barreiras, ao bater o recorde nacional sub-20 por duas vezes, primeiro nas eliminatórias (7,96s) e depois na final, que venceu em 7,90s, somando este título ao conquistado ontem nos 60 metros. Melissa Sereno, do MAC, venceu os 60 metros barreiras, em 8,52s, somando este título de esperanças ao de sub-20 conquistado na semana passada, voltando a bater também o seu recorde pessoal e igualando Sandra Turpin na posição de quinta melhor sub-20 de sempre na disciplina.
João Pedro Santos, do Sporting, pulverizou o seu recorde pessoal, ao vencer os 3000 metros com o tempo de 8m13,65s, subindo a terceiro melhor sub-20 de sempre na distância. Do lado feminino, Tatiana Moura, da ADNO, venceu, com o tempo de 9m41,31s.
De sublinhar ainda a prestação de Sara Pereira, do Jardim da Serra, que somou o título de campeã sub-20 ao de esperanças, revalidando-os e batendo o seu recorde pessoal, que hoje fixou em 3,65 metros, melhor marca nacional sub-20 da temporada e terceira melhor sub-20 de sempre.
Etson Barros, do Benfica, fez a dobradinha e somou o título dos 800 metros, que conquistou hoje, com o tempo de 1m52,27s, ao alcançado ontem nos 1500 metros. Do lado feminino, venceu Sofia Duarte, da JV, com o tempo de 2m08,11s, recorde pessoal.
Margarida Santos, da JV, venceu o triplo-salto, com a marca de 11,72 metros. Do lado masculino, sagrou-se campeão Élvio Almeida, do GDC, com a marca de 14,63 metros.
 
Letícia Lopes, da CDQ, venceu o lançamento do peso, com a marca de 12,80 metros.
 
Gonçalo Veloso, da ACPV, sagrou-se campeão do salto em altura, com a marca de 2,03 metros, numa prova ganha pelo sub-20 ucraniano do Sporting, Bohdan Zmiivskyi, que alcançou os 2,15 metros.
 
Nos 4×400 metros, do lado feminino venceu a JV, com a marca de 3m55,97s. Do lado masculino, venceu o Sporting, com o tempo de 3m,17,11s.
 
Os resultados completos podem ser consultados em https://www.fpacompeticoes.pt/2078/competicao
 
Fotos: FPA/Marcelino Almeida
 

Periodicidade Diária

sábado, 18 de maio de 2024 – 06:11:46

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...