Parcidio Summavielle em grande plano na Rampa da Penha

 

 

Parcidio Summavielle participou no passado fim de semana na Rampa da  Penha com dois carros, uma opção extra que o piloto de Fafe nos explicou “ a minha participação com o Datsun 240 Z, surge por um pedido do Carlos Cruz da Demporto para participar, e eu acedi, apenas isso. Depois não tinha ainda pronto o meu Renault Clio R 2, e participei ao volante deste Peugeot 208, mas como já disse foi uma situação excepcional, pois ao longo das restantes provas da época apenas irei participar com um carro que será o Clio”, disse-nos o simpatico piloto. 

 

Mais uma vez Parcidio Summavielle mostrou as suas aptidoões ao volante dos dois carros, mesmo debaixo de duras condições atmosféricas.Na primeira subida da warmup, Parcidio Summavielle seria o autor do nono melhor tempo na classificação geral com o Peugeot 208, com um tempo de 1.54.644 à média de  87,29 km/h, sendo o primeiro entre os Turismo 1.Em relação à subida feita com o Datsun 240 Z, quedou-se pelo 20º melhor tempo à geral, com um crono de 2.06.546, à média de 79,08 km/h, e o primeiro no Campeonato Portugal de Clássicos. 

 

Já na segunda subida da warmup, Parcidio Summavielle ao volante do 208, alcançou um crono de 1.51.892 à média de 89,44 km/h, com a terceira posição em termos de Turismos 1.Já com o Datsn 240 Z, acabaria por conseguuir melhorar de forma determinante, com um tempo de 2.00.351 à média de 83,15 km/h, e de novo a liderança do Campeonato Portugal de Clássicos Montanha 5. 

 

Para a primeira subida oficial de treinos, já disputada debaixo de muita chuva, vento e ate granizo, com o piso completamente encharcado, Parcidio Summavielle volta a melhorar o seu tempo ao volante do Peugeot obtendo 1.50.890, à média de 90,25 km/h, e de novo em segundo nos Turismos 1.Quanto à subida da Rampa da Penha com o Datsun 240 Z faria um tempo de 1.59.387, à média de 84,94 km/h.A verdade é que o mau tempo persistia, e na primeira subida oficial de prova, Parcidio Summavielle não se fez rogado, e acabaria por melhorar de novo o seu tempo com 1.50.252 à média de 90,77 km/h, correspondendo ao 14º melhor tempo à geral,e segundo nos Turismos 4.Quanto à participação com o Datsun 240 Z, acabaria por fazer um tempo de 1.53.747, à média de 87,98 km/h, e lider na categoria do Campeonato Portugal de Clássicos de Montanha 5. 

 

Depois duma noite de descanso, no domingo pela manha, com o céu muito nublado, e o piso da Rampa da Penha ainda húmido, Parcidio Summavielle ao volante do Peugeot 208  faria um tempo de 1.49.704 à média de 91,22 km/h e terceiro na categoria de Turismo 1.Com o Datsun 240 Z alcançaria um tempo de  1.56.351 à  média de 86,01 km/h, e o primeiro no Campeonato Portugal de Clássicos de Montanha 5.Na terceira subida de treinos lograria obter o oitavo melhor tempo com 1.50.879, à média de 90,26 km/h, isto com o Peugeot 208.Com o Datsun 240  fez um tempo de 2.00.176, sendo o 17º melhor trempo à geral, com uma média de 83,27 km/h, sendo o primeiro no Campeonato Portugal Clássicos de Montanha. 

 

Para a segunda subida oficial de prova, Parcidio Summavielle faz um “ tempo canhão” com 1.47.713, isto ao volante do competitivo Peugeot 208, à média de 92,91 km/h, sendo o lider entre os Turismo 1.Em relação à subida do Datsun 240 Z, faria todo o percurso da Rampa da Penha em 2.04.375 à média de 80,46 km/h, sendo assim cada vez mais lider no Campeonato Portugal Clássicos de Montanha. 

 

Para a derradeira subida, Parcidio Summavielle ao volante do Peugeot 208 alcançaria um tempo de 1.47.872, à média de 92,77 km/h, sendo o terceiro entre os Turismo 1.Já o Datsun 240 Z lograria alcançar um crono de 2.02.292, à média de 81,99 km/h, correspondendo ao 17º melhor tempo à geral.

 

 

No final, depois de ter os dois carros em parque fechado, Parcidio Summavielle fez-nos o resumo desta jornada dupla em termos de participação, dizendo-nos “ correu bem, não bati, não tive problemas com os carros.Da forma como estava o piso não foi fácil segurar , nem dava para mais.Cheguei a tentar arriscar um pouco mais, mas a partir duma certa altura era dificil alcançar quem estava à minha frente, mas estou satisfeito “, disse-nos.

 

CLASSIFICAÇÕES 

 

CLASSIFICAÇÃO CAMPEONATO PORTUGAL MONTANHA – TURISMOS

 

1º Gabriela Correia – Seat Leon Supercopa MK 3

2º Pedro Marques – Seat Leon MK 3

3º Ricardo Gomes – Mitsubishi Lancer Evo X

4º Alberto Pereira – Mitsubishi Lancer Evo VI

5º PARCIDIO SUMMAVIELLE – PEUGEOT 208

 

CLASSIFICAÇÃO CAMPEONATO PORTUGAL MONTANHA – DIV TURISMOS 1

 

1º Ricardo Gomes – Mitsubishi Lancer Evo X

2º Alberto Pereira – Mitsubishi Lancer Evo VI

3º PARCIDIO SUMMAVIELLE – PEUGEOT 208

 

CLASSIFICAÇÃO CAMPEONATO PORTUGAL CLÁSSICOS MONTANHA

 

1º Ricardo Loureiro – Ford Escort

2º PARCIDIO SUMMAVIELLE – DATSUN 240 Z

3º António Torres da Silva – BMW 323

 

CLASSIFICAÇÃO CAMPEONATO PORTUGAL CLÁSSICOS MONTAA«NHA – DIVISÃO 5

 

1º PARCIDIO SUMMAVIELLE – DATSUN 240 Z

2º Augusto Vadconcelos – Ford Escort

3º Carlos Oliveira – Ford Sierra

 

 

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...