16 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Fernando Salgueiro começa com o pé direito na Rampa da Arrábida

 

 

Fernando Salgueiro ao volante do seu Ford Escort MK 2, começou da melhor maneira ao ser o brilhante vencedor no Campeonato Portugal de Clássicos de Montanha, mas não se  pense que foi uma victória fácil, pois de fácil nada teve, pois o seu amigo e colega de equipa do Caramulo Racing Team ,  Ricardo Loureiro não lhe deu qualquer tipo de trégua e assim todas as subidas foram muito disputadas.

 

Assim logo na 1ª subida da warm-up, Fernando Salgueiro, ainda a fazer os acertos no seu Ford Escort MK 2, que surge agora com as côres do Caramulo Racing Team , acabaria por percorrer toda a extensão da Rampa da Arrábida em 2,26.214, ficando na 2ª posição em termos desta categoria, tudo isto feito a  uma média de 86,17 km/h  .Já na primeira subida de treinos oficial, Fernando Salgueiro passa ao “ataque”, e acaba por fazer o melhor tempo entre os participantes no Campeonato Portugal Clássicos de Montanha, fazendo toda a rampa em, 2.11,625 à média de 95,72 km/h, a uma excelente média de 95,72 km/h, bem superior à subida anterior. Mas a verdade é que a luta pela liderança  na categoria fica ao rubo, na qual na segunda subida de treinos, Fernando Salgueiro acaba por ser o segundo mais rápido fazendo um tempo de 2.14.515, à média de 93,66 km/h. Já com quase todos os acertos feitos, faltava apenas a ultima subida do dia de sábado, a 1ª subida oficial de prova, onde seria o autor do segundo melhor tempo na categoria, não conseguindo desta feita bater o “outsider” Mário Silva, que não participa no Campeonato de Montanha, apenas participa nesta rampa, que acabaria por suplantar o piloto do Caramulo Racing Team , fazendo um, crono de  2.08.674 à média de 98,38 km/h.

 

Após uma noite de descanso, logo no domingo pela manha, Fernando Salgueiro optou por não subir na warm-up 2, no entanto na 3ª subida de treinos, estava na linha de partida da Rampa da Arrábida, para fazer um bom crono com 2.12.881, à média de 94,82 km /h, sendo o 4ª classificado no Campeonato Portugal Clássicos de Montanha.

 

 

Faltando  apenas as duas subidas oficiais, logo na 2ª subida oficial de prova, Fernando Salgueiro pura e simplesmente “ cilindrou “ todos os tempos feitos anteriormente, com um tempo canhão de 2.09.974 à média de 96,94 km/h, consolidando assim a sua liderança em termos de Campeonato Portugal de Clássicos de Montanha, ficando assim mais perto da tão almejada victória. Para a derradeira subida, Fernando Salgueiro não quis arriscar em demasia, e acabaria por concluir a 3ª subida oficial de prova em 2.17.450, à média de 91,66 km/h.

 

Após ter recebido os seus prémios, Fernando Salgueiro descreveu-nos como foi esta jornada inaugural do Campeonato Portugal de Montanha JC Group 2021, dizendo “ correu bem, balanço francamente positivo, em termos técnicos hoje um pequeno problema que a equipa de mecânicos rapidamente resolveu e solucionou.  A partir daí foi tentar fazer um “tempo canhão ”, o que consegui e com isso a liderança em termos de categoria ficou mais ao meu alcance. Por outro lado com esta victória , que de fácil nada teve, pois embora o Porsche de Mário  Silva estivesse presente, ele apenas faz esta rampa, e nem sequer está inscrito no Campeonato, fiquei atrás dele, mas agora já estou na liderança, o que é um bom começo de época, e vou ter muito que lutar pois os meus adversários não me vão dar qualquer tipo de facilidades, esta victória já é minha, vamos agora preparar  tudo para a rampa seguinte, Boticas a duas semanas”, conclui Fernando Salgueiro.

 

 

Periodicidade Diária

terça-feira, 28 de setembro de 2021 – 14:22:16

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...