18 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

5ª Prova do Campeonato Portugal de Ralicross e Kartcross em Montalegre

 
- Adão Pinto vence na 2RM, S1600 para Jorge Machado.
- Oliveira ganha nos Supercars. Borges imparável no KX.
- Yésica Lorenzo com primeiro triunfo no Júnior KX
- José Barriga novamente nos Iniciados
 
5ª Prova do Campeonato Portugal de Ralicross e Kartcross em Montalegre com realização do Clube Automóvel de Vila Real em domingo soalheiro com muito público e transmissão na A BOLA TV. Manhã dedicada às Q3 e Meias-Finais e início de tarde para as Finais. Este foi o programa da última prova do mais competitivo campeonato nacional antes da merecida paragem para férias.
KARTCROSS (Q3) - Borges soma e segue na Q3.
A abrir a manhã de domingo as primeiras lutas no pelotão do RX com a realização das duas séries relativas à Q3. Abertas as hostilidades na Série A, seria Gustavo Henriques (LBS RX01), a ditar o andamento de início a fim vencendo com tranquilidade. Luís Almeida (LBS RX01), e Diogo Soares (KIncar Kin), foram 2º e 3º respetivamente. De salientar a ausência na grelha de dois interessados na luta pelo campeonato - Mário Rato e Rui Nunes - não alinharam.
 
A dar sequência ao dia de ontem, na Série B, Alexandre Borges (Planet Kartcross), venceu com grande vantagem sobre Pedro Marques (LBS RX01), e João Pinheiro (LBS RX01), que completaram o TOP 3. Uma nota para Pedro Rosário (líder do Campeonato e 8 vezes campeão nacional), a ser apenas 6º.
 
Consolidados os resultados das duas séries foram 8 os pilotos a garantir passagem direta à final principal, Alexandre Borges (que vence a Q3), Luís Almeida, Pedro Marques, João Pinheiro, Pedro Rosário, Mário Rato e Luís Pereira. A estes juntar-se-iam vindos da final B, Rui Nunes e Diogo Soares que teve que “suar” para bater Alcides Calçada, para ocupar a última vaga disponível.
 
KARTCROSS – FINAL - Alexandre Borges mais forte.
Com os principais interessados à liderança do Campeonato Portugal de KX na grelha de partida para a final foi Alexandre Borges, saído da Pole a ser o mais rápido para a travagem da curva 1 no traçado das Terras do Barroso com Luís Almeida e Gustavo Henriques no seu encalço. Na discussão dessa mesma travagem um toque entre João Pinheiro e Rui Nunes afastou ambos da luta pela vitória relegando ambos para o fim do pelotão.
 
Mantendo um andamento fortíssimo, Borges aumentaria distâncias que lhe permitiram uma passagem pela Joker Lap sem consequências para a sua classificação final. Na bandeira axadrezada o Planet Kartcross de Alexandre Borges foi o 1º, com Mário Rato que havia saído da 7ª posição da grelha numa corrida de trás para a frente a agarrar o intermédio do pódio. Luís Almeida foi 3º com Gustavo Henriques e Pedro Marques a fechar TOP 5.
2RM – Q3 – Adão Pinto dominador garante vitória na Q3 da 2RM
Também durante a manhã e lançada a ação na 2RM, com as 4 mangas que ditariam os resultados numa das categorias mais aclamadas pelo público, foi Adão Pinto (Opel Astra), a vencer a Manga 1, dando continuidade ao excelente dia de ontem, Ricardo Costa (Citroen Saxo), e João Alves (Peugeot 106), foram 2º e 3º.
 
Na Manga 2 Mário Teixeira (Renault Clio), vence com facilidade seguido de Luís Ferreira (Suzuki Swift), e Hélder Moreira (Peugeot 106). Já Fernando Silva (Seat Ibiza), com o único diesel em competição, não alinhou.
 
Manuel Pinto (Peugeot 206), com uma estratégia perfeita de Joker Lap arrecada a vitória na Manga 3 sobre Andreia Sousa (Peugeot 306), logo seguida de Rafaela Barbosa (Citroen Saxo), e António Dias (Opel Corsa).
 
Duarte Camelo (Peugeot 106), a demonstrar a sua garra vence a Manga 4, sendo secundado por Agostinho Pereira (Opel Astra), que regressou ao traçado de Montalegre após o aparatoso capotanço de ontem tendo a equipa conseguido recuperar o Astra para o dia de hoje. António Sousa que depois de um peão inicial correu em recuperação para ser 3º. Por seu lado Manuel Tavares desistiu nas curvas iniciais.
 
Feitas as contas, o atual campeão em título Adão Pinto garantiu a vitória à geral na Q3 com Andreia Sousa a ser 2º e António Sousa a garantir o 3º à geral e o 1º entre as máquinas da divisão 1.
 
2RM – MEIAS FINAS
Com apenas os 4 primeiros lugares das meias-finais a dar acesso à grande final da 2RM a emoção e competitividade marcaram as decisões desta categoria. Meia-Final A com Adão Pinto a largar da Pole acompanhado de António Sousa, Ricardo Costa, Mário Teixeira, Manuel Tavares, António Dias, João Alves e Agostinho Pereira. A Meia-Final B contou com a Pole no feminino nas mãos da consagrada Andreia Sousa que a seu lado na grelha teve a companhia de Luís Ferreira e Manuel Pinto. A grelha de partida foi complementada por Duarte Camelo, Hélder Moreira, João Reis e a jovem Rafaela Barbosa.
 
Cumpridas as 7 voltas da Meia-Final A, Adão Pinto com o mesmo andamento dominador garantiu a vitória. A par do campeão em título, Ricardo Costa, Manuel Tavares e António Dias lograram as restantes posições disponíveis. Da Meia-Final B com luta aguerrida na frente da corrida a primeira volta do decisiva. Manuel Pinto ficou na saída da curva 1 depois de um slide largo. Luís Ferreira que vinha a liderar ficou na última curva da volta 1 após um toque no rail. Com isto Andreia Sousa que tinha sido surpreendida no arranque acabou por assumir a liderança no fim desta mesma volta, lugar de onde não mais saiu até à axadrezada. Andreia vence a manga com Rafaela Barbosa, Duarte Camelo e Hélder Moreira a garantirem os seus lugares na grande final.
 
2RM – FINAL - Adão Pinto mais forte em Terras do Barroso.
Com Andreia Sousa a assumir a Pole tendo a seu lado o campeão em título, Adão Pinto e a jovem Rafaela Barbosa na primeira linha. Pinto com um arranque canhão assume a liderança na travagem para curva 1 do Circuito Internacional de Montalegre, mas com Andreia a “encher os retrovisores” do atual campeão com Ricardo Costa na perseguição.
 
Com diferenças diminutas entre os três primeiros a passagem na Joker Lap foi sendo adiada para as últimas voltas. E seria precisamente a Joker Lap a decidir esta final. Apesar de ser a primeira a cruzar a linha de meta, Andreia Sousa falhou a sua passagem pela Joker, sendo penalizada em 30s como consequência. Andreia viu-se assim relegada para o 8º e último posto à geral. Com tudo isto, Adão Pinto com uma corrida limpa e eficaz assegurou o pleno.
 
Fruto da penalização atribuída a Andreia, e com a vitória entregue a Pinto, Ricardo Costa (que havia sido 3ª em pista), subiu ao 2º posto à geral (1º na Divisão 1), sendo acompanhado no pódio por Rafaela Barbosa que lhe viu cair nas mãos o 3º posto à geral. Este é um excelente resultado para a jovem piloto que não teve vida fácil este fim-de-semana depois de ter falhado duas mangas durante o dia de ontem.
 
Manuel Tavares e António Dias fecham o TOP 5. Uma breve nota para o até aqui 2º classificado à geral do Campeonato, Duarte Camelo eu foi 6º à geral nesta final.
S1600 – Q3 – Jorge Machado garante vitória na Q3.
 
Q3 entre os bravos da S1600 dividida em 3 mangas. Lutas intensas desde o início.
A Manga 1 levou ao Circuito Internacional de Montalegre, Rogério Sousa, António Sousa, Tiago Ferreira e Sérgio Dias que desde a curva 1 protagonizaram uma luta de galos. Pequenos toques, powerslides, alguns voos nos corretores e a Joker Lap ditariam a vitória do Fiesta de Rogério Sousa. António Sousa seria o 2º na axadrezada com Tiago Ferreira e Sérgio Dias nas posições seguintes.
 
Na manga 2 uma nova luta entre os irmãos Machado (Jorge e Joaquim) com Leonel Sampaio e o campeão em título Mário Barbosa a alinhar na grelha. O que se podia esperar desta manga? Emoção total. Joaquim falha a partida e de imediato ficou relegado ao 4º posto. A 4º volta seria decisiva com muito a ser decidido na Joker quando o até aqui líder incontestado desta manga, Leonel Sampaio viu o seu Skoda “calar-se” e parar. Com isto quem lucrou foi Mário Barbosa, a ser 1º seguido de Jorge e Joaquim Machado.
 
André Sousa, Carlos Carvalho e Bruno Campos seriam os bravos a alinhar na Manga 3. Campos parte mal e de imediato se vê relegado à sua posição final, 3º. A luta foi sempre a dois entre Sousa e Carvalho. Numa corrida emotiva, mas sem história, o Audi A1 de Sousa marcaria as diferenças para vencer, com Carvalho a ser 2º.
 
De forma global, a vitória na Q3 da S1600 ficaria nas mãos de Jorge Machado, com André Sousa e Rogério Sousa e serem 2º e 3º.
 
S1600 – FINAL – André Sousa bate rivais
Jorge Machado com a Pole para a final da categoria rainha do Campeonato Portugal Ralicross. A seu lado na primeira linha André Sousa e Rogério Machado. António Sousa, Mário Barbosa, Carlos Carvalho, Joaquim Machado e Tiago Ferreira completam a grelha.
 
No arranque, André Sousa foi mais lesto e levou o seu Audi A1 à liderança. Com um ritmo diabólico Sousa foi abrindo distância para o pelotão deixando António Sousa e Jorge Machado a discutir a 2ª posição. Cumprindo a sua Joker Lap à 5ª volta, André Sousa detinha espaço e tempo suficiente para se manter na frente e assim foi até à bandeira de xadrez. Vitória para André Sousa que celebrou no mais alto do pódio.
 
António Sousa e Jorge Machado (que tinha vencido a Q3 esta manhã) são 2º e 3º à geral respetivamente. Rogério Sousa e Joaquim Machado fecham o TOP 5. Quanto ao campeão em título, Mário Barbosa não foi além do 8º e último posto à geral nesta final.
SUPERCARS Q3 e FINAL – Oliveira assina vitória final em Montalegre.
Novo embate entre entre os dois homens dos SuperCars, ambos em Peugeot 208, com José Oliveira a levar uma vez mais a melhor sobre Tiago Alexandre. Oliveira foi dominador na Q3 e repetiu a prestação na final.
 
INICIADOS Q3 e FINAIS – José Barriga continua a sua aprendizagem
José Pedro Barriga cumpriu calendário com a realização da Q3 e Final. Somou mais uma vitória neste seu desfio solitário em Terras do Barroso nos Iniciados. O jovem piloto que luta apenas contra si mesmo deu desta forma continuidade à sua aprendizagem no Campeonato Nacional de Ralicross
 
TROFÉU JÚNIOR KARTCROSS Q3 e FINAL – Yésica Lorezo mais forte em Montalegre.
Regresso do Troféu Júnior Kartcross ao traçado de Montalegre para a Q3 com João Dinis uma vez mais a vencer sem dificuldade na manhã de domingo. Yésica Lorenzo assinaria o 2º lugar com a jovem Raquel Nunes a superar Gabriela Godinho na volta final e a conseguir o 3º posto na bandeira de xadrez.
 
A final foi uma reedição da Q3 com Dinis uma vez mais a superar a concorrência feminina, mas desta feita, foi apenas no arranque. A surpresa estava reservada para as últimas voltas com a jovem espanhola Yésica Lorenzo a escolher o melhor momento para a sua passagem pela Joker Lap e com essa estratégia a suplantar o até aqui dominante João Dinis. Primeira vitória de Yésica no campeonato sendo também a primeira no feminino no Troféu Júnior KartCross deste ano. João Dinis resignou-se ao 2º posto á geral e Raquel Nunes somou preciosos pontos com o seu 3º lugar à geral.
 
SEVER DO VOUGA - RESULTADOS
Volvido mais de um mês desde a primeira passagem do Campeonato Portugal Ralicross e Kartcross por Sever do Vouga, foram ontem oficializados os resultados da S1600 que estavam pendentes. Divulgados os mesmos, a vitória em Sever do Vouga foi atribuída a Sérgio Dias com Jorge Machado e Leonel Sampaio a fazer pódio. Esta classificação final, após a decisão inscrita no Acórdão do Tribunal de Apelação Nacional ditou a desqualificação de André Sousa.
 
CAMPEONATO VAI DE FÉRIAS
O regresso dos bravos do Campeonato Portugal de Ralicross e Kartcross está marcado para 02 e 03 de setembro com nova passagem por Mação. Por agora é tempo das merecidas férias.
 

Periodicidade Diária

domingo, 14 de julho de 2024 – 14:35:38

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...