16 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Rui Costa (Ford Escort) passou ileso por carambola entre três pilotos e a partir daí só teve que levar a corrida ao fim para vencer

 

Depois de vencer a primeira corrida do dia referente ao programa do Campeonato Portugal de Velocidade Clássicos, Rui Costa (Ford Escort) voltou a vencer na segunda corrida, desta feita com maior tranquilidade por força dos acontecimentos logo no arranque da prova que “aliviou” o pelotão de três dos potenciais candidatos ao triunfo final

 

Uma carambola entre três pilotos, logo na aproximação à primeira curva após a largada, deixou fora de prova João Cruz e Rómulo Mineiro que não evitaram um primeiro toque entre os seus Ford Escort RS 1600, mas também João Macedo Silva que viu o seu Porsche 911 envolvido e arrastado para fora de pista

 

Na segunda corrida do CPV Clássicos apenas dois pilotos terminaram na mesma volta acabando quase todos os demais por terminar com menos uma volta, havendo mesmo quem terminasse com menos duas e menos quatro voltas que o vencedor final

 

 

Para a segunda e última corrida referente ao Campeonato de Portugal de Velocidade Clássicos, disputada este fim de semana no Circuito Vasco Sameiro, em Braga, no âmbito do ANPAC Racing Weekend, um toque entre os Ford Escort de João Cruz e Rómulo Mineiro, que viria a envolver também o Porsche 911 RSR de João Macedo Silva, obrigou desde logo ao abandono destes três homens, eles que haviam sido dos mais rápidos do pelotão no fim de semana.

 

 

Passando sem consequências por este incidente verificado nos primeiros metros logo depois da largada, na aproximação do pelotão à primeira curva, Rui Costa (Ford Escort 1300) assumiu o comando da corrida a partir daí e jamais o largaria, acabando por levar o triunfo até à bandeirada de xadrez, somando assim duas vitórias em igual número de corridas este fim de semana.

 

Num início de tarde em que o sol se fez sentir na região de Braga, de forma bem distinta do que acontecera durante a manhã, os pilotos em prova acabaram por permitir uma competição de algum modo tranquila em que Rui Costa, o líder, mas também Rui Alves, em carro idêntico, ambos da categoria H75, foram os únicos que terminaram na mesma volta. Todos os demais terminaram a prova com pelo menos uma volta de atraso, havendo mesmo quem terminasse com menos duas e menos quatro voltas.

 

Por categorias, e para além dos resultados já referidos para o vencedor à geral e consequente vencedor entre os H75, nota para o triunfo de Jorge Cruz (terceiro à geral em BMW 323 i) nos H81, também de João Paulo Lima (Alfa Romeo 1750 GTAm) entre os H71, ainda de Rui Azevedo (Ford Escort RS 2000) em Grupo 1 e de Marco Pinto (BMW 320 Ti), vencedor entre os Grupo 5. Aliás, se a luta pelo triunfo à geral não empolgou, o mesmo não se pode dizer de algumas lutas no meio do pelotão que mantiveram viva a corrida até ao final.

 

À geral, Rui Costa acabou assim por garantir o segundo triunfo da tarde no Campeonato de Portugal de Velocidade Clássicos, competição que regressa no último fim de semana de Junho em Vila Real.

 

Campeonatos de Portugal de Velocidade Clássicos, 1300 e Legends

25/27 Junho – Vila Real

10/11 Julho – Estoril Racing Festival

11/12 Setembro - ANPAC Racing Weekend II - Braga

29/31 Dezembro – Algarve Classic Festival - AIA

 

Fotos - Nuno Organista

 

 

Periodicidade Diária

quinta-feira, 23 de setembro de 2021 – 17:08:25

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...