18 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Incidentes condicionam resultado de Henrique Chaves

A primeira corrida da ronda de Hockenheim do GT World Challenge Europe deste ano não correu da melhor forma para Henrique Chaves, saldando-se por um sétimo lugar.
 
O português e o seu colega de equipa, Miguel Ramos, esperavam conquistar bons resultados na pista alemã, mas desde que entraram em pista que se debateram com o comportamento do McLaren 720S GT3 da Garage 59, o que os impedia de mostrar um ritmo capaz de os intrometer entre os lugares do pódio.
 
Apesar das dificuldades, Henrique Chaves conseguiu assegurar o terceiro tempo na qualificação entre os concorrentes da classe Bronze, abrindo boas perspectivas para a corrida da tarde, que tinha a duração de uma hora.
No entanto, o início da prova foi caótico e o piloto de Torres Vedras caía para quinto, depois de ter sido apertado por um adversário contra o muro das boxes.
 
A partir de então era difícil recuperar, dado que a velocidade de ponta do carro inglês não se tem mostrado muito elevada em Hockenheim. Já no turno de Miguel Ramos, para piorar a situação, um concorrente acertou no McLaren número 188 numa travagem, obrigando a que o português tivesse de passar pelas boxes.
 
No final, o duo luso terminava em sétimo. “Não tivemos muita sorte! Sofremos muitos toques na primeira volta, sofri um ‘brake-test’ e fui ainda empurrado contra o muro das boxes, de tal forma, que na cronometragem aparecia a informação de que tinha entrado nas boxes. A partir daí, sem velocidade de ponta, era muito difícil recuperar e para agravar tudo, o Miguel sofreu um toque de um concorrente que falhou completamente a travagem. Não estávamos com um carro competitivo e, para além disso, sofremos muitos toques e azares”, afirmou Henrique Chaves.
Para a corrida de amanhã, o piloto português deseja um pouco mais de sorte, mas não espera facilidades. “Vamos ter de tentar melhorar o carro, uma vez que não está com o comportamento que desejamos, mas não será fácil. O ideal era que chovesse, dado que nessas condições estamos melhor, mas não existe previsão de chuva. Vamos tentar sobreviver e, se não sofrermos tantos azares e incidentes como hoje, talvez consigamos chegar ao pódio”, concluiu Henrique Chaves.
 
Amanhã haverá nova qualificação, 8h55, e corrida, 13h35, podendo ambas ser seguidas em directo no website oficial do GT World Challenge Europe.
 

Periodicidade Diária

terça-feira, 18 de junho de 2024 – 11:28:39

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...