Campeonato Europeu de Judo para Cegos e Baixa Visão 2015 - Azerbaijão e Rússia Lideram no Masculino e Ucrânia no Feminino

 

Os Atletas do Azerbaijão, Rússia e Ucrânia são osVencedores do último dia doCampeonato Europeu de Judo para Cegos e Baixa Visão, que decorreu no Pavilhão Multiusos de Odivelas, de 27 a 29 de novembro.

 

O Azerbaijão foi o grande vencedor da prova masculina por equipas, derrotando, numa final bastante discutida, a equipa russa.

 

Na categoria B1 masculino, foi a Rússia que se sagrou campeã, ao derrotar a França no único combate do quadro.

 

No feminino, a Ucrânia derrotou a Rússia e a Turquia e conquistou o ouro.

 

O prémio Fair Play oferecido pelo IPDJ foi ganho pela Atleta Victoria Potapova da Rússia.

 

A Federação Portuguesa de Judo e a Federação Portuguesa de Desporto para pessoas com Deficiência, receberamos maiores elogios por parte das Instituições Internacionais e das várias Delegações presentes na competição.

 

Miguel Vieira e Henrique Sousa foram os dois atletas portugueses que conquistaram dois sétimos lugares:

 

Miguel Vieira (-66kg/B1) venceuo seu primeiro combate, mas não se conseguiu superiorizar ao atual campeão do Mundo e Olímpico na ronda seguinte. Nas repescagens Miguel lesionou-se terminando em 7º lugar.

 

Henrique Sousa (-66kg/B2) começoupor derrotar o croata Mirsad Becirovic. Nos quartos-de-final cedeu perante Viktor Rudenko. Nas repescagens, o atleta luso não conseguiu vencer o espanhol Luis Lorenzo, alcançando a 7ª posição.

 

Djibrilo Iafa (-73kg/B1) teve pela frente o italiano Simone Cannizzaro (B3). Apesar do esforço, o judoca do Clube Judo Total não conseguiu superar o seu adversário (um experimentado judoca com muitos desafios internacionais no seu currículo), terminando assim a sua prestação.

 

Declarações:

 

Mestre Fernando Seabra – Diretor do  IBSA European Judo Championship 2015

Foi um longo trabalho de parceria entre a FPJ e a FPDD além das instâncias internacionais, penso que correu tudo muito bem. Os responsáveis europeus têm feito os maiores elogios à organização e à forma como tudo foi preparado. Temos neste europeu os atletas de topo que vão marcar presença nos Jogos Paralímpicos do Rio o que deu grande qualidade à competição. Não posso deixar de dar uma palavra a todos quantos trabalharam connosco neste projeto que envolveu muitas horas e desafios que nem tínhamos a noção que iríamos conseguir ultrapassar. Deixo aqui o meu muito obrigado a todos

 

IBSA Judo Sports Director - János Tardos

Estou na IBSA desde 2002 e considero que esta foi a melhor organização em que estive presente. Trabalhámos em conjunto com a FPJ e com a FPDD e fizemos todos uma boa aprendizagem. Portugal está de parabéns pela sua capacidade de organizar este tipo de eventos e pela boa resposta que deu a todos os desafios. Também em termos de atletas estiveram em Odivelas os melhores europeus o que permitiu assistir a judo de alta qualidade. Após os Jogos Paralímpicos começa um novo ciclo, a IBSA e eu próprio vamos, com certeza, fazer um novo desafio a Portugal, assim a FPJ esteja disponível para o aceitar.

 

Hugo Silva – Diretor Técnico da FPDD

O balanço é muito positivo, temos uma organização profissional que demonstrou estar ao nível das competições regulares de judo. Acredito que este será um fator motivador para a prática da modalidade, além de mostrar aos nossos parceiros internacionais, a competência de Portugal a organizar este tipo de eventos internacionais.

Espero que este campeonato abra portas para novos participantes, sendo esse o principal objetivo da Federação Portuguesa de Judo e da FPDD”.

 

 

Esta foi a primeira competição internacional da modalidade paralímpica a ser realizada em Portugal e a última oportunidade para os atletas ganharem pontos para o ranking antes dos Jogos Paralímpicos no Rio de Janeiro em 2016.

 

Em Odivelas estiveram 99 atletas em representação de 20 países.

 

Neste último dia de competição, a Federação Portuguesa de Judo homenageou a judoca surda Joana Santos, que recentemente conquistou duas medalhas de bronze no 1º Campeonato da Europa de Surdos. O Presidente da FPJ – José Manuel A. Costa e Oliveira entregou presencialmente à atleta uma distinção pelos seus desempenhos no desporto. “Sonho, um dia, vencer uma competição internacional de surdos aqui em Portugal”, revelou a atleta do Judo Clube do Algarve.

 

Classificações Finais

 

Medalhas Por Equipas

 

Masculino

Masculino B1

Azerbaijão

Rússia

Rússia

França

Espanha

 

Ucrânia

 

França

 

Turquia

 

Feminino

 

 

 

                  Ucrânia

 

 

 

Rússia

 

 

Turquia

 

 

           
 

 

 

 

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...