18 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Força Aérea transporta doentes do Hospital de Ponta Delgada

Este domingo, 5 de maio, a Força Aérea esteve empenhada em transportes médicos aéreos de doentes em resposta ao incêndio que deflagrou no Hospital do Divino Espírito Santo em Ponta Delgada, Açores.
Até ao momento foram já transportados oito doentes em três distintas missões que envolveram dois aviões.
 
Para a primeira missão foi ativada a tripulação do avião C-295M, em alerta permanente na Base Aérea N.º 4, na ilha Terceira, que transportou três doentes desde Ponta Delgada para as Lajes, numa missão que decorreu entre as 23h26 de sábado e a 01h25 da madrugada de domingo.
 
Já durante a manhã de domingo, de Lisboa partiu um avião Falcon 50 em direção a Ponta Delgada, para transportar para o Funchal, Arquipélago da Madeira, duas grávidas – uma de 36 anos e 32 semanas de gestação e outra de 30 anos e 29 semanas de gestação – e um doente. O avião Falcon 50 saiu dos Açores pelas 15h10 e aterrou na Madeira às 16h30, seguindo a bordo uma equipa de saúde militar do Núcleo de Evacuações Aeromédicas da Força Aérea, constituída por um médico e dois enfermeiros, por forma a garantir os cuidados necessários. 
 
Já na noite de domingo, a tripulação do avião C-295M destacada na Base Aérea N.º 4 seria novamente ativada para o transporte de dois doentes desde Ponta Delgada para a Ilha Terceira, num voo que decorreu entre as 22h30 e as 23h00. Também neste transporte médico seguiu uma equipa de saúde da Força Aérea constituída por um médico e dois enfermeiros. 
 
Paralelamente, e relacionados com o apoio que a Força Aérea presta diariamente neste âmbito, entre sábado e domingo foram ainda transportados mais sete doentes não relacionados com o incêndio no Hospital de Ponta Delgada. Um dos doentes foi transportado entre Lisboa e a Madeira por um avião C-130H; quatro doentes, em duas distintas missões, entre o Porto Santo e o Funchal num avião C-295M; um outro doente entre as Flores e o Faial igualmente num avião C-295M e um último doente transportado num helicóptero EH-101 Merlin entre a Graciosa e a Terceira, também nos Açores.
 
Assim, entre sábado e domingo, a Força Aérea transportou 15 doentes em oito distintas missões, tendo empenhado um avião C-130H da Esquadra 501; um C-295M da Esquadra 502; um Falcon 50 da Esquadra 504 e um helicóptero EH-101 Merlin da Esquadra 752.
 
O transporte de doentes por via aérea é uma das missões que a Força Aérea dedica à população, através de um dispositivo em alerta permanente nos Açores, na Madeira e no Continente. Desde o início do ano, a Força Aérea já transportou 262 doentes, sobretudo entre ilhas dos Açores, entre ilhas da Madeira e entre os Arquipélagos e o Continente.
 
A voar, Protegemos!
 

Periodicidade Diária

domingo, 14 de julho de 2024 – 17:56:03

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...