Portugal apurou-se para a final da Taça das Nações

 

Portugal apurou-se para a final da Taça das Nações com uma vitória por 8-2 sobre a França.

 

Na fase de grupos, a França vencera a Itália e discutira com a Argentina o resultado até final. E frente a Portugal, na primeira parte, mostrou o bom momento e o valor do hóquei gaulês, criando dificuldades à Selecção Nacional.

 

No entanto, Portugal foi sempre mais perigoso e aos 10 minutos adiantou-se no marcador, por Henrique Magalhães, reforçando a vantagem numa grande penalidade transformada por Gonçalo Alves, a sete minutos do intervalo.

 

Na etapa complementar não foi necessário esperar muito - pouco mais de um minuto - para ver novo golo luso e novo golo de Gonçalo Alves. A França respondeu quase de imediato, mas Portugal mostrou determinação em busca de um lugar na desejada final. Depois de um golo de Rafa, Gonçalo Alves não conseguiu dilatar ainda mais a vantagem portuguesa, mas João Rodrigues e Vieirinha, eficazes de grande penalidade e livre directo, colocaram o marcador num já confortável 6-1.

 

A França faria o segundo golo com mais de nove minutos para jogar, mas não lograria aproximar-se mais. Já nos derradeiros minutos, Hélder Nunes e João Souto fixaram um concludente 8-2.

 

O adversário na final é a Argentina, que venceu a Espanha por 4-2. O jogo decisivo, este domingo de Páscoa, tem início às 20h locais, 19h em Portugal continental.

 

Ficha de Jogo

Resultado final: 8-2 (2-0 ao intervalo)

 

Portugal

Cinco Inicial: Pedro Henriques (gr), Gonçalo Alves (2), Hélder Nunes (1), Henrique Magalhães (1) e João Rodrigues (1)

Jogaram ainda: Nelson Filipe (gr), Rafa (1), Luís Querido, João Souto (1) e Vieirinha (1)

Treinador: Luís Sénica

 

França

Cinco Inicial: Loïc Chibois (gr), Bruno Di Benedetto, Remi Herman, Roberto Di Benedetto (1) e Carlo Di Benedetto (1)

Jogaram ainda: Baptiste Bonneau (gr), Antoine Le Berre, Omar Nedder, Mathieu Le Roux e Anthony Le Roux

Treinador: Fabien Savreux

 

Árbitros

Jose Gomez e Sergio Insua

 

Acção Disciplinar

Cartão Azul a Bruno Di Benedetto e Omar Nedder

 

 

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...