16 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Miguel Oliveira brilhou na chuva

 

 

12º na grelha de partida para o GP de França realizado este Domingo em Le Mans, Miguel Oliveira fechou a sua primeira corrida 'molhada' na classe maior do campeonato num brilhante sexto posto final, após intensas 26 voltas onde mostrou não apenas a sua rapidez mas igualmente uma consistência e eficácia digna dos melhores pilotos do mundo.

 

Com a chuva a chegar ao traçado gaulês poucos minutos antes do arranque todo o pelotão viu o procedimento atrasado para ser preparada aquela que foi a primeira 'corrida molhada' nos últimos 23 meses. Depois de sexta-feira também o Domingo era 'abençoado' com chuva e logo após o arranque o piloto de Almada era vitima de uma queda na sua frente e descia mesmo ao 18º posto, momento ao qual reagiu de imediato, iniciando uma recuperação que o levou ao quinto posto na 20ª volta de corrida.

 

O traçado francês, que acolheu uma prova do mundial pela 21ª vez, mostrava-se cada vez mais seco e na derradeira volta de corrida quando se preparava para atacar a quarta posição acabou por ser surpreendido na derradeira curva e desceu ao sexto posto onde cruzou a linha de meta.

 

'O sexto lugar é um bom resultado para nós, na minha primeira corrida 'molhada' em MotoGP. Globalmente foi uma boa performance, fizemos uma corrida decente, muito longa. É uma pena não ter terminado em quarto porque penso que estava lá para nós. Nas derradeiras curvas estava preparado para a ultrapassagem ao Dovizioso mas o Zarco estava mais de um segundo por volta mais rápido, verifiquei isso mesmo na minha placa de box, mas não esperava por isto. O nosso resultado hoje era no mínimo o quinto lugar. Na próxima semana vamos tentar continuar assim, terminar a corrida, faltam ainda cinco para o final e existem muitos pontos para 'agarrar', por isso estamos focados no que conseguimos fazer.'

 

Já no próximo fim‑de‑semana Miguel Oliveira enfrentará a primeira de duas rondas agendadas para o traçado do Motorland em Aragón, uma pista onde foi o primeiro piloto a conseguir uma vitória em duas rodas. Com 69 pontos já conquistados o piloto de Almada regressa a solo espanhol a escassos 11 pontos do quinto classificado na geral do mundial, mundial que até ao final irá estar sempre em solo ibérico.

 

 

 

Periodicidade Diária

terça-feira, 28 de setembro de 2021 – 13:06:15

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...