18 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

FPN solicita abertura imediata de piscinas encerradas por questões energéticas

Tendo em conta os valores supremos da saúde e da qualidade de vida dos portugueses, a Federação Portuguesa de Natação solicita a abertura imediata das piscinas encerradas com o argumento das questões energéticas.
 
A Federação Portuguesa de Natação (FPN), tem vindo a ser confrontada com o encerramento de piscinas no território nacional, num contexto de constrangimentos provocados pela crise sanitária decorrente da COVID-19; das consequências ligadas à seca deste verão; e dos custos da energia. Fundamentos invocados pelas entidades para suspenderem a atividade dos equipamentos aquáticos.
 
A FPN considera que o encerramento destes equipamentos, têm consequências diretas em todos os agrupamentos etários da população portuguesa e extratos socioeconómicos.
 
No âmbito dos investimentos públicos realizados há décadas pelos diferentes governos da república, as instalações aquáticas pareciam beneficiar de um interesse renovado depois do lançamento por parte da FPN do Programa “Portugal a Nadar” e “Competência Aquática”, os quais tentam responder de forma exaustiva a todas as dificuldades suscetíveis de travar um cabal e necessário programa de educação e literacia aquáticas em Portugal.
 
A FPN continuará a trabalhar com os parceiros públicos, privados e institucionais para a implementação das atividades aquáticas, como desígnio Nacional, mas, não pode, sozinha, dar resposta ao desafio do saber nadar. Este facto é tão mais relevante porquanto todos os anos os números de afogamentos não param de aumentar e todos sentimos a obrigação de fornecer uma possibilidade a cada cidadão para que aprenda a nadar. Também como todos sabemos, a ausência do “saber nadar” tem levado a algumas tragédias irreparáveis.
 
É neste sentido que a FPN vem apelar a todas as organizações proprietárias de instalações aquáticas que assumam a responsabilidade de assegurar a continuidade deste serviço público, respondendo aos desafios sociais contemporâneos e à absoluta necessidade da prática em prol da saúde e do bem-estar dos portugueses.
 
Por último, e talvez o mais importante, vimos apelar ao Governo que crie um Programa Especial com os parceiros desportivos proprietários das instalações para a discussão da implementação de um limite tarifário para o preço da energia para as instalações aquáticas públicas, semelhante ao atualmente oferecido para os domicílios.
 

Periodicidade Diária

quarta-feira, 22 de maio de 2024 – 03:22:30

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...