Mais ajuda de Cascais para Moçambique

 

 

Depois dos 150 mil euros atribuídos em março para apoiar as populações afetadas pelo ciclone Idai em Moçambique, a Câmara Municipal de Cascais volta a aprovar, por unanimidade, em reunião de Câmara de 23 de abril, a atribuição de mais 50 mil euros.

 

A primeira ajuda de Cascais chegou a Moçambique através de 4 ONGs: HELPO, AMI, UNICEF e Fundação Fernando Leite Couto.

 

Nesta segunda fase será distribuído em partes iguais por outras duas ONGDs, SIM – Solidariedade Internacional a Moçambique e a Acácia, que operam em Moçambique e que, além de serem parceiras da autarquia, têm também estado a trabalhar e a ajudar na reconstrução de infraestruturas e no cultivo para que a população possa regressar rapidamente à normalidade.

 

 

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...