16 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Quatro portugueses vencem num arranque memorável do Oeiras Open

 

Quatro vitórias inéditas no ATP Challenger Tour

 

O Oeiras Open começou este domingo no Complexo Desportivo do Jamor com nota extremamente positiva para a comitiva portuguesa: dos seis jogadores da casa que entraram em ação, quatro estrearam-se a vencer em provas do ATP Challenger Tour. O torneio organizado pela Federação Portuguesa de Ténis decorre até domingo, 4 de abril.

 

 

O primeiro jogador “da casa” a seguir em frente foi Francisco Cabral. Vice-campeão nacional absoluto dem 2015, 2016 e 2019, o portuense (número 1015.º do ranking ATP) levou a melhor sobre o russo Ivan Nedelko (369.º), por 6-2, 5-7 e 6-4, para somar a melhor vitória da carreira.

 

 

Pouco depois, Pedro Araújo (1009.º classificado) também somou a primeira vitória da carreira a este nível, ao levar a melhor numa longa e bem disputada batalha com o russo Pavel Kotov (268.º), por 5-7, 7-5 e 7-5, quando estavam decorridas 3h02 de encontro.

 

 

A jornada prosseguiu com mais uma vitória lusa, com Luís Faria (827.º) a levar a melhor sobre o ucraniano Vladyslav Orlov (366.º), com os parciais de 4-6, 6-1 e 7-6(7), para se tornar no terceiro tenista português a chegar à ronda final da fase de qualificação do Oeiras Open.

 

 

E nos últimos instantes da jornada inaugural verificou-se mais uma vitória portuguesa: Tiago Torres esteve a perder por um set e um break, mas conseguiu recuperar de forma heroica para vencer o romeno Nicholas David Ionel (541.º), por 1-6, 6-4 e 6-2, para somar não só a primeira vitória em torneios Challenger, como o primeiro ponto ATP da carreira em singulares.

 

Dos seis portugueses que entraram em ação, apenas dois não conseguiram seguir em frente, mas ambos deixaram boa réplica no court central do histórico complexo: logo pela manhã, Miguel Gomes batalhou como pôde frente ao bem mais experiente Evan Furness (340.º e recém-campeão do ITF de 25.000 dólares de Vale do Lobo, contra Gastão Elias), até que o francês venceu por 6-3 e 6-1. E Henrique Rocha ficou muito perto do triunfo contra o italiano Raul Brancaccio (362.º ATP e quarto pré-designado), mas após 2h18 perdeu pelos parciais de 7-5, 3-6 e 6-3.

 

O Oeiras Open 1 prossegue esta segunda-feira, a partir das 11 horas, com os encontros da segunda e última ronda do qualifying, bem como os primeiros duelos do quadro principal de singulares.

 

Texto: Gaspar Ribeiro Lança

Fotos: Sara Falcão


 

Periodicidade Diária

quinta-feira, 16 de setembro de 2021 – 19:30:41

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...