18 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Jaime Faria barrado por favorito no Indoor Oeiras Open 2

- Domingues, Sousa e Oliveira jogam terça-feira
 
O português Jaime Faria concluiu, esta segunda-feira, a participação no quadro principal de singulares do Indoor Oeiras Open 2 com uma derrota na primeira ronda. Este é o segundo torneio do ATP Challenger Tour organizado de forma consecutiva pela Federação Portuguesa de Ténis no Complexo de Ténis do Jamor, com o apoio da Câmara Municipal de Oeiras, e termina no dia 14 de janeiro.
 
Convidado da organização pela segunda semana consecutiva, o tenista português de 19 anos (número 591 do ranking ATP) esbarrou no favoritismo do britânico Jay Clarke (241.º), que confirmou o estatuto de segundo cabeça de série graças a uma vitória por 6-4 e 6-3 rubricada em 75 minutos.
 
Esta foi a segunda participação de Jaime Faria em quadros principais do ATP Challenger Tour e o adversário foi o jogador com melhor classificação que alguma vez enfrentou.
 
Apesar do elevado grau de dificuldade, o jogador do Centro de Alto Rendimento da Federação Portuguesa de Ténis bateu-se de igual para igual com o britânico e ainda foi o primeiro a adiantar-se no embate (3-1). Mas Clarke respondeu de imediato e arrecadou 10 dos 12 jogos seguintes, com Faria a recuperar algum terreno nos últimos minutos para reduzir a diferença final no marcador.
 
“Era um encontro complicado. Tinha visto que ele não estava em grande forma, vinha de algumas derrotas e vi-o a semana passada e não me pareceu estar muito confiante. Entrei com um break acima, a jogar bom ténis e confiante, mas ele subiu o nível. Foi pena o primeiro set, joguei mal alguns momentos importantes, mas ele tem mais experiência do que eu. Ainda não estou muito fino nesses momentos neste início de época, o que é normal”, analisou em conferência de imprensa.
 
Ainda assim, o lisboeta gosta de “olhar para as coisas positivas” e viu “melhorias em relação à semana passada”, um alento na hora da derrota, pois dá-lhe “referências” de trabalho. Trabalho esse que se inicia nos próximos dias, numa pré-época de cerca de quatro semanas com vista aos torneios de 25.000 dólares do Algarve, a partir da segunda quinzena de fevereiro.
 
Com a derrota de Jaime Faria, a representação portuguesa ficou reduzida a três jogadores, todos com encontros marcados para terça-feira no court principal da nave de campos cobertos: às 11 horas, Gonçalo Oliveira (489.º) enfrenta Lukas Neumayer (295.º); logo a seguir, Pedro Sousa (494.º) mede forças com Nikolas Sanchez Izquierdo (270.º e sétimo cabeça de série); e depois João Domingues (283.º) desafia Cem Ilkel (337.º), semifinalista na semana anterior.
 
A jornada desta segunda-feira também contou com as vitórias de Ricardas Berankis e Pierre-Hugues Herbert. O lituano, 185.º ATP e primeiro cabeça de série, superou o húngaro Mate Valkusz (278.º) por 7-6(3) e 6-1. E o francês, que na última semana foi vice-campeão de pares ao lado do compatriota Jonathan Eysseric, afastou o terceiro pré-designado, Matteo Gigante (250.º), pelos parciais de 3-6, 6-4 e 6-4.
 
Esta foi a primeira vitória em singulares para o ex-top 40 mundial (que em pares conta com um dos melhores currículos do circuito) desde que sofreu uma lesão no joelho esquerdo durante o Challenger de Ilkley, em junho de 2022.
 

Periodicidade Diária

domingo, 19 de maio de 2024 – 06:11:29

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...