18 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

W40 Porto II - Minnen de outro nível encontra Wurth na final

Estão encontradas as finalistas desta segunda edição do W40 Porto, que decorre nos courts cobertos do Complexo Desportivo do Monte Aventino.  
Assim, a belga Greet Minnen e a croata Tara Wurth conseguiram o apuramento para o encontro decisivo, com Minnen a dar uma autêntica lição a Maria Bondarenko, derrotando a tenista de leste por 6-3 e 6-0, ao passo que Wurth beneficiou do abandono por lesão (rotura no gémeo da perna esquerda) da francesa Harmony Tan, quando já tinha vencido o primeiro set por 6-4. 
 
Mas vamos ao duelo entre Minnen e Bondarenko. A jogadora belga entrou muito determinada e consciente do plano de jogo a seguir, impedindo que Bondarenko fizesse o que tinha conseguido até agora, ou seja, dominar as suas adversárias, sem lhes dar tempo para executar da melhor maneira as pancadas que tinham previstas. Minnen, atual 184.ª do ranking WTA, mas que já foi 69.ª do Mundo, deu provas de estar uns furos acima no que a nível diz respeito, e, não foi por isso de estranhar, que tenha liderado sem problemas o primeiro set, por 5-1, permitindo uma ténue e insuficiente recuperação da promissora Bondarenko (tem apenas 19 anos), que em nenhuma altura causou dissabores a uma adversária moralizada pelo título conquistado na passada semana num torneioo dotado com 60 mil dóares, em Sunderland, na Grâ-Bretanha.  
 
Quanto a Wurth, a tenista croata, atual 190.ª na hierarquia internacional,  entrou muito bem no embate com a gaulesa Harmony Tan, que, apesar de tentar variações de jogo, foi sempre incapaz de contrariar a maior eficácia e acuidade de Wurth. Depois de fechar a primeira partida por 6-4 e quando se disputada o primeiro jogo do segundo set, Tan sentiu que algo não estava bem com a sua perna esquerda, deixando-se cair no court e acabando, depois de receber assistência médica, por abandonar o encontro das meias-finais. A final está agendada para as 10h30 nos courts cobertos do Complexo Desportivo do Monte Aventino. A entrada é livre.  
 
Matilde Jorge e Tara Wurth tiveram título na mão... 
 
Na final de pares, quando tudo se conjugava para mais um título da portuguesa Matilde Jorge, desta feita a fazer dupla com a croata Tara Wurth, a inexperiência da croata foi determinante nos momentos decisivos, e, dessa forma, a espanhola Leyre Romero Gormaz e Ekaterine Gorgodze, da Geórgia, sagraram-se vencedoras de pares desta segunda semana.  
 
O encontro, esse, foi muito disputado, e só no super tie-break ficou decidido. Até aí, o primeiro set foi para a dupla Gorgodze/Romero Gormaz, que venceu por 6-4, mas com Matilde e Wurth a beneficiarem de uma oportunidade de fazer o break no 6.º jogo, que não aproveitaram, contrariamente a Gorgodze e Romero Gormaz, que, precisamente no jogo seguinte, passaram para a frente do marcador e fecharam o set. Na segunda partida, a portuguesa e a croata deram outra imagem e conseguiram mostrar mais comunicação (afinal, era a primeira vez que jogavam lado-a-lado) e levaram a decisão do encontro para o “super” com um triunfo por 6-2 no segundo parcial. Na “negra”, muito equilíbrio até ao momento em que a dupla luso-croata se adianta por 5-3, depois, quando consegue o 9-7, ou seja, dois match points, mas não jogaram da melhor maneira estes pontos e Gorgodze aproveitou para fazer uso da sua grande experiência e foi ela a responsável por fechar o duelo. Com este triunfo a georgiana chega aos 36 títulos de pares na sua carreira.  
 
Foto: Miguel Pinto
 

Periodicidade Diária

domingo, 14 de julho de 2024 – 13:42:08

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...