18 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Duarte Vale e Henrique Rocha marcam duelo português na segunda ronda do Faro Open

 
- Jaime Faria e Pedro Araújo eliminados
- Fábio Coelho e Gonçalo Falcão avançam em pares
Depois de Pedro Sousa na terça-feira, esta quarta-feira foi a vez de Duarte Vale e Henrique Rocha avançarem para a segunda ronda do quadro principal de singulares da 32.ª edição do Faro Open. O torneio internacional de 25.000 dólares é organizado entre os dias 19 e 26 de fevereiro pelo Centro de Ténis e Padel de Faro, com os apoios da Câmara Municipal de Faro e da Federação Portuguesa de Ténis.
Vencedor de um ITF de 25.000 dólares de Vila Real de Santo António no domingo (primeiro título da carreira como profissional), Henrique Rocha (854.º classificado no ranking ATP) celebrou a oitava vitória consecutiva ao superar o israelita Yshai Oliel (470.º) pelos parciais de 7-5, 3-6 e 6-1.
 
O encontro desta quarta-feira ficou resolvido em 2h53 e para o desfecho foi fundamental a recuperação do jovem maiato de 18 anos na primeira partida: a perder por 2-5, Rocha venceu cinco jogos consecutivos e ganhou vantagem no marcador. Depois, Oliel conseguiu responder e forçou um parcial decisivo, mas Rocha “descolou” para a vitória com um break logo nos primeiros jogos.
 
A ganhar há oito encontros seguidos, Henrique Rocha vai enfrentar na segunda ronda do Faro Open um compatriota: Duarte Vale (559.º), que pouco depois assinou a segunda vitória portuguesa da jornada.
 
Convidado pela organização para o quadro principal, o jovem de 24 anos, ex-número 14 mundial de juniores, superou o sexto cabeça de série Billy Harris (367.º e sexto cabeça de série) em duas partidas, por 6-2 e 7-6(5), após 2h25.
Vale chegou a liderar por um break na segunda partida e pareceu encaminhado (6-2 e 3-1 com ponto para 4-1) para um triunfo confortável. Só que o britânico, quatro anos mais velho, não deitou a toalha ao chão e não só conseguiu recuperar, como chegou a dispor de dois set points antes do português forçar o “tira-teimas” no qual acabou por carimbar a vitória.
 
Para além de Rocha e Vale, o Faro Open também terá na segunda ronda do quadro principal de singulares Pedro Sousa, que avançou na véspera.
 
Sentido inverso seguiram Jaime Faria (595.º) e Pedro Araújo (644.º), mas com contornos diferentes: o primeiro não conseguiu dar réplica e perdeu um duelo de qualifiers com John Echeverria (742.º) por 6-0 e 6-3; já o segundo, ofereceu muita resistência ao sétimo pré-designado Michael Vrbensky (364.º) antes de perder em dois tie-breaks, por 7-6(7) e 7-6(4), após 2h35.
 
Na variante de pares, Fábio Coelho e Gonçalo Falcão (que esta quarta-feira celebrou o 35.º aniversário) recuperaram da desvantagem de um set e superaram o britânico Billy Harris e o israelita Yshai Oliel — curiosamente os dois jogadores que nesta jornada caíram perante portugueses em singulares — por 2-6, 6-4 e 10-8 após 1h17.
 
Desta forma, os quartos cabeças de série agendaram encontro nos quartos de final com os checos Matej Vocel e Michael Vrbensky.
 
Já Jaime Faria e Duarte Vale, não conseguiram confirmar o estatuto de terceiros cabeças de série e perderam por 6-3 e 6-4 para os dinamarqueses August Holmgren e Christian Sigsgaard.
 

Periodicidade Diária

quinta-feira, 25 de abril de 2024 – 05:05:06

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...