15 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Portugal ultrapassa Canadá e Austrália, subindo a 7º lugar da Qualificaçao Olímpica. Equipa Júnior 5ª no Europeu

Terminou ontem, com a disputa das provas por equipas mistas, o Europeu de Triatlo em Eilat. Portugal esteve representado por uma equipa júnior da qual fizeram parte Luísa Condeço, Filipe Azevedo, Melanie Santos e João Ferreira. A prova foi emocionante e Portugal foi 5º classificado estando sempre na luta pela vitória, que só ficou decidida nos últimos metros.
 
Também ontem, mas em Ishigaki (Japão), teve lugar uma prova da Taça Mundo que, apesar de não ter portugueses presentes, afectou o ranking de qualificação olímpica. Conjugados os resultados dos Europeus de Elite Masculina com os desta Taça do Mundo, Portugal sobe duas posições no ranking de nações (utrapassando Canadá e Austrália) e recupera um lugar entre as equipas que masculinas com 3 atletas em Londres. A luta prossegue na Taça do Mundo de Huatulco e nas etapas do Mundial a disputar em San Diego e Madrid.
 
Equipas Mistas Júnior
 
De há dois anos a esta parte as provas por equipas dos Campeonatos da Europa e do Mundo passaram a ser disputados por equipas de 4 elementos, dois masculinos e dois femininos, que competem em alternância de género, sendo a partida dada com as atletas do género feminino.
 
Ontem de manhã, bem cedo, assistiu-se a uma prova muito animada e com os jovens portugueses a dar muito boa conta de si. O primeiro sector foi cumprido por Luísa Condeço que passou o testemunho a Filipe Azevedo na frente da prova. Cada atleta tinha de cumprir 250 metros, 5km de ciclismo e 1.2km de corrida e à medida que a prova ia decorrendo ficavam na frente cada vez menos atletas. Quando o terceiro elemento entrou em acção (Melanie Santos) já a luta pela vitória estava reduzida a 5 países: Portugal, França, Rússia e Itália. João Ferreira teve a seu cargo o último sector e esteve muito activo na tentativa de reduzir o grupo. Na segunda transição foi mesmo o primeiro a entrar no parque e a partir para os 1200 metros finais. Contudo, as diferenças era muito curtas e nos últimos 400 metros o vencedor de sábado (o italiano Matthias Steinwandter) mudou o ritmo e desfez o grupo. Com esse arranque, Itália garantia mais um título nestes europeus. A prata ficou para a França e o bronze para a Rússia. Grã-Bretanha foi 4ª e Portugal 5º.
 
Qualificação Olímpica - Balanço
 
Foi um fim-de-semana com duas provas muito importantes na corrida aos Jogos de Londres, o Europeu de Eilat e a Taça do Mundo de Ishigaki. Conjugados os resultados, Portugal reforça a sua candidatura a um lugar entre o restrito grupo de 8 países que pode estar em Londres com a quota máxima de atletas presentes (3). A definição destes países tem por base o posicionamento do terceiro atleta de cada nação. Com o resultado sábado alcançado por João Pereira, Portugal ultrapassa o Canadá e Austrália e ainda reduz a diferença pontual para os potenciais terceiros atletas de Espanha (Ivan Rana e José Miguel Perez).
 
Por outro lado, a equipa nacional também contribuíu (anulando as fugas de Ivan Vasiliev e Ivan Rana) para que nenhum dos terceiros atletas dos países envolvidos nesta luta conquistassem o dorsal a que uma vitória no europeu dava direito. A luta fica assim remetida para o Ranking Olímpico e prossegue já dentro de duas semanas na Taça do Mundo de Huatulco, uma prova de boa memória para as cores nacionais já que foi ali que Bruno Pais conquistou a Medalha de Bronze em 2011.   
 

Periodicidade Diária

segunda-feira, 14 de junho de 2021 – 00:22:33

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...