16 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Sereias defrontam Leoas na Final da Taça de Portugal

 

A equipa de seniores femininos do Leixões SC apurou-se hoje para a final da Taça de Portugal ao vencer, por 3-1, o PV2014/Academia de Voleibol Colégio Efanor na meia-final arbitrada por Teresa Ferreira e Marisa Salgado.

 

A Final da Taça, agendada para as 16 horas de domingo pode ser seguida em directo na Volei TV e n’A Bola TV e opõe o Leixões SC ao Sporting CP, que derrotou (3-1) a AJM/FC Porto na outra meia-final, igualmente disputada na Nave Costa Pereira do Centro de Desportos e Congressos de Matosinhos.

 

PV2014/Academia Voleibol Colégio Efanor x Leixões SC, 1-3 (18-25, 19-25, 25-17 e 17-25)

 

 

1.º. Set


A jogar em «casa», o Leixões SC entrou bem no jogo, mas viu o Porto Vólei reagir e chegar à igualdade (3-3). Voltando a imprimir maior agressividade nas acções ofensivas, a equipa orientada por Miguel Coelho obteve uma vantagem significativa com um serviço directo de Eliana Durão (9-4).


As portuenses reagiram e (re)aproximaram-se (7-9), mas Fabiola Gomes, com um serviço, e Maria Noel, com um ataque, afastaram novamente as leixonenses (15-9).


Experiente e cada vez mais confiante, o Leixões SC soube ter a paciência necessária para gerir a distância pontual, aproveitando bem os erros cometidos pelo adversário quando esteve arriscava em demasia para se aproximar no marcador.  O resultado (25-18), selado com um ataque da inevitável Fernanda Silva, recompensou a maior acutilância e eficácia da equipa de Matosinhos.

 

2.º Set


Com o seu serviço a criar mossas na recepção das portuenses, o Leixões SC chegou cedo a uma vantagem significativa (10-5), motivando uma reunião do treinador Hélder Andrade com as suas pupilas.


Debalde, pois as leixonenses continuaram a somar pontos, sobretudo no ataque, cavando um fosso pontual de difícil transposição (15-9).


Com Gabriela Coelho no serviço e Maria Lopes no ataque, o PV2014/Academia de Voleibol Colégio Efanor ainda lutou para se aproximar (13-16), mas o Leixões SC acelerou o seu jogo ofensivo e afastou-se novamente (19-13)… e desta vez definitivamente: 25-19.

 

 

3.º Set


No tudo por tudo, a equipa orientada por Hélder Andrade entrou a pressionar no terceiro parcial e passou a liderar o marcador com dois serviços de Maria Lopes e um ataque de Ana Sofia Gouveia (8-4).


Confiante, a equipa do Porto dilatou a vantagem com dois pontos de Maria Lopes (15-9).


Ana Sofia Gouveia – com o seu 15.º ponto individual no jogo – manteve a distância (17-11)… o mesmo acontecendo com Helena Monteiro (22-16). Foi o canto do cisne para o Leixões, SC, que viu a sua adversária chegar ao triunfo com um ataque de Maria Lopes: 25-17.

 

4.º Set


Em desvantagem desde os momentos iniciais (3-7), o Porto Vólei não virou a cara à luta equilibrou a contenda (7-7). O Leixões SC afastou-se (12-7) e o Porto Vólei ainda esboçou uma recuperação (9-12, 10-13), mas a equipa de Miguel Coelho estava imparável e Fernanda Silva assinou o 17-10 no ataque.

 


O resultado evidenciou a superioridade do Leixões SC neste set: 25-17.

 

Ana Sofia Gouveia, com 20 pontos, e Fernanda Silva, com 18, e Maria Noel (17) foram as melhores pontuadoras do jogo.

 

Miguel Coelho, Treinador do Leixões SC:


“O nosso plano resultou bem porque foi bem cumprido. Tínhamos defrontado este adversário há duas semanas e trabalhámos no sentido de repararmos os erros cometidos nessa altura.
Depois, também foi importante a entrega ao jogo evidenciada pelas atletas, cumprindo tudo o que tínhamos planeado e lutando sempre pela vitória.
Agora vamos preparar a final. Não vi o outro jogo da meia-final mas certamente que o Sporting fez um grande jogo e vem altamente moralizado e confiante, mas vamos fazer tudo para contrariar a sua motivação e vencer o jogo pois estamos aqui para lutar pelo troféu“.

 

Hélder Andrade, Treinador do Leixões SC:


“Parabéns ao nosso adversário, pois dominou o jogo em quase todos os aspectos e venceu com justiça. 
Este jogo tem um travo amargo, não só porque perdemos mas sobretudo porque não conseguimos impor o nosso jogo. O nosso serviço e a nossa linha de recepção não funcionaram como deviam e isso tornou a equipa ansiosa, levando-a a cometer erros. A maior experiência das jogadoras do Leixões também terá pesado em momentos importantes.
Parabéns ao meu grupo, que tem trabalhado incansavelmente todas as semanas e ao longo da época para crescermos cada vez mais. Estou orgulhoso desse crescimento e do facto de podermos dizer que estão aqui algumas jogadoras que vão contribuir para o futuro do Voleibol“.

 

 

Periodicidade Diária

segunda-feira, 20 de setembro de 2021 – 08:37:11

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...