16 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Alex Ferreira: “Temos de contar com adversários fortes”

 

 

Alexandre Ferreira está de regresso à Selecção Nacional de Seniores Masculinos.


Após o deflagrar da pandemia de COVID-19, as competições internacionais de selecções estagnaram, estiveram praticamente paradas durante 2020 e vão regressar agora em força nas a todos os níveis importantíssimas fases de qualificação para o Campeonato da Europa 2021.

 

O capitão da Selecção Nacional juntou-se mais tarde ao grupo de trabalho devido à disputa do título de campeão sul-coreano da V-League. O respectivo troféu acabou por não ser erguido pela sua equipa, o Seoul Woori Card Wibee VB, mas Alex, apesar de ser um zona 4 e estar a actuar como oposto, foi coroado com a Triple Crown, que distingue o melhor jogador no ataque, serviço e bloco do jogo decisivo.

 

“O balanço é positivo, apesar de toda esta situação. Foi uma época bastante longa, com 10 meses sem parar de jogos e de treinos intensos!
No play-off final, tínhamos apenas 10% da lotação máxima com direito a assistir aos jogos, ou seja, sensivelmente entre 200 a 300 pessoas. Perdemos na final, infelizmente, mas saí contente com a minha prestação a jogar de oposto“, recorda.

 

A Selecção Nacional de Seniores Masculinos encontra-se em estágio no Centro de Desportos e Congressos de Matosinhos, recinto que irá receber o segundo torneio da Pool de Apuramento para o Campeonato da Europa 2021, de 14 a 16 de Maio. O primeiro torneio disputa-se de 7 a 9 de Maio no Arena Savaria Szombathely, na Hungria.

 

A Selecção Nacional tenta um feito inédito: qualificar-se pela segunda vez consecutiva para a fase final do Europeu.

 

Uma missão difícil, com muitos escolhos, para além do poderio dos adversários…


“Como factores contra os nossos propósitos, destacaria o cansaço de final de época, certamente, e tenho a certeza de que vamos defrontar uma Bielorrússia poderosa e uma Hungria complicada, ambas fortes no aspecto físico.
Por outro lado, jogar em casa é sempre um factor a favor! E tem sido bom para nós nestes últimos anos, pois temos obtido bons resultados, com poucas derrotas, por isso sim, creio que o facto de jogarmos em Portugal poderá pesar a nosso favor“.

 

Noruega, Hungria e Bielorrússia. A Bielorrússia, que vão enfrentar depois na Golden League, será porventura, o adversário a bater nesta Pool de Qualificação?


“A Bielorrússia é uma selecção que tem vindo a crescer; na última edição mostrou estar à altura de uma final na Golden League [finalista vencida em 2019], por isso temos de esperar um adversário muito forte“.

 

Os jogos da Pool G da fase de apuramento para o EuroVolley 2021 e da Pool C da European Golden League serão transmitidos pela Sport TV.

 

 

Convocatória (19 jogadores)

 

Miguel Rodrigues (Cuprum Lubin/Polónia) – Distribuidor
Tiago Violas (SL Benfica) – Distribuidor

Phelipe Martins (Leixões SC) – Central
Filip Cveticanin (SC Espinho) – Central
Gerson Gomes Pereira (Martigues VB/França) – Central
Nuno Teixeira (VC Viana/Casa Peixoto) – Central

Alexandre Ferreira (Seoul Woori Card Wibee VB/Coreia do Sul) – Zona 4
Lourenço Martins (SAEMS Tourcoing/França) – Zona 4
Sebastião Leão (AA São Mamede) – Zona 4
André Marques (Castêlo da Maia GC) – Zona 4
Tiago Pereira (UVC Holding Graz/Áustria) – Zona 4
André Lopes (SL Benfica) – Zona 4
André Gonçalves (GC Santo Tirso) – Zona 4

Marco Ferreira (Al Jazira SC/Emirados Árabes Unidos) – Oposto
Hugo Gaspar (SL Benfica) – Oposto
Dinis Leão (SC Espinho) – Oposto
Bruno Cunha (AJ Fonte Bastardo) – Oposto

João Fidalgo (Sporting CP) – Libero
Ivo Casas (SL Benfica) – Libero

 

Campeonato da Europa 2021

 

Nesta derradeira fase de apuramento para o EuroVolley 2021, a Selecção Nacional defronta, em dois torneios na Pool G, a Noruega, a Bielorrússia e a Hungria.


Portugal irá acolher o Torneio 2 da Pool G, de 14 a 16 de Maio, enquanto a Hungria recebe, de 7 a 9 de Maio, o Torneio 1.

 

Apuram-se para o Europeu (organizado pela Polónia, República Checa, Estónia e Finlândia), os vencedores das sete pools de qualificação e os cinco melhores segundos classificados.


As 12 selecções apuradas nestas fases de qualificação irão juntar-se aos 4 organizadores e às outras 8 selecções já qualificadas de acordo com a classificação final da edição de 2019.

 

European Golden League

 

A EGL é uma competição disputada por algumas das principais selecções europeias e que normalmente dá acesso à denominada Liga das Nações de Voleibol (Volleyball Nations League).

 

Portugal disputou pela primeira vez a VNL em 2019, após ter conseguido vencer a final da Volleyball Challenger Cup 2018 (VCC), em Matosinhos. Este ano, a VCC não será realizada.


Tal como em 2020, a Selecção orientada por Hugo Silva vai disputar a European Golden League, tentando repetir o feito de 2018 em que atingiu a Final Four da prova.

 

Na European Golden League 2021, Portugal vai defrontar, na Poule C, novamente as suas congéneres da República Checa – finalista da Challenger Cup 2018 – e da Turquia (vencedora em 2019), às quais se junta a Bielorrússia, adversária de Portugal na fase de qualificação para o Campeonato da Europa de Seniores Masculinos.

 

A Poule C da EGL vai ser disputada em dois torneios: o 1.º agendado para 28 a 30 de Maio de 2021 na (Bielorrússia) e o 2.º torneio para 4 a 6 de Junho (em Portugal).

 

A European Golden League compreende três poules:

 

Poule A – Bélgica, Espanha Estónia e Letónia
Poule B – Holanda, Ucrânia, Eslováquia e Roménia
Poule C – Turquia, República Checa, Bielorrússia e PORTUGAL

 

Os três melhores classificados de cada poule e o organizador apuram-se para a Final Four, que em 2021 será disputada na Bélgica (18 a 20 de Junho). Se o organizador for o 1.º classificado na sua poule, apura-se o 2.º classificado dessa mesma poule.

 

 

Periodicidade Diária

quarta-feira, 22 de setembro de 2021 – 21:23:01

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...