18 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Sobre o 3º Taikai Ibérico, com o Mestre António Lobo

 
A 10 de Junho, Delães, Vila Nova de Famalicão recebeu cerca de 500 praticantes de Artes Marciais e seus famíliares, no pavilhão municipal, para um encontro, o 3º Taikai Ibérico, em memória ao Mestre Ruy de Mendonça.
O Mestre António Lobo com o apoio da sua equipa Strong Wolf's, organizou um evento inter-estilos com 5 tatamis, sendo 4 deles rotativos, sendo que os praticantes estavam atribuídos ao tatami e os Mestres das várias Artes Marciais rodavam entre eles, de forma a que todos pudessem desfrutar dos seus ensinamentos, com momentos teóricos e de prática. Já no tatami central, houve demonstrações e aulas de 30 minutos cada, de Artes para um público significativo e diversificado.
 
O Mestre Ruy de Mendonça, dividiu-se a ensinar a sua técnica entre estes dois países, deixando o seu legado em ambos, daí o Mestre Antonio Lobo ter decidido tornar o evento ibérico.
O Taikai teve o momento de abertura com a cerimónia da Dança do Dragão, momentos de aulas abertas com demonstração e prática de vários estilos de Artes Marciais, Demonstrações de Katas, e ainda graduações de alunos, assim como a cerimónia de encerramento, entregando a cada Mestre o seu certificado de presença, dos seus alunos e a placa comemorativa do 3º Taikai Ibérico.
 
As autoridades da autarquia estiveram presentes, o Presidente da Câmara Municipal de Famalicão assim como também um representante da Junta de Freguesia de Delães.
Além do convívio e partilha de conhecimentos, o evento foi de cariz solidário. Cada pessoa que entrava no pavilhão entregava um bem alimentar não-perecível a favor das Vicentinas que têm uma obra muito importante nesta localidade.
 
AMMA: Este 3ºTaikai Ibérico foi o que teve maior participação de alunos e Mestres?
António Lobo: Sim sem dúvida. Os anteriores rondaram pelos 200 atletas, já este cerca de 500. Um patamar muito acima. Também a divulgação foi outra, teve outra maturidade e empenho. 
 
AMMA: Quais foram as artes marciais presentes e cerca de quantos Mestres aderiram a esta iniciativa?
AL: As artes marciais foram de muita diversidade não consigo precisar quantas ao certo mas tivemos vários estilos da linha Karate tipo Goju Ryu, Shotokan, Shotokai, Kung Fu, Ninjutsu, Jiu-Jitsu, Krav Maga, Kenpo, Budo Konyu-Kai, Luta Portuguesa Galhofa, vários estilos de defesa pessoal assim como dos desportos de combate nomeadamente o Kickboxing.
 
AMMA: Após nove meses de preparação deste evento, já está a começar a pensar no próximo?
AL: Claro que sim. Isto são eventos de muita logística como deve compreender, no entanto faço um pequeno descanso. Depois começo devagar, com os contactos e conforme vai avançando e aproximando a data vai também a responsabilidade e o empenho vai aumentando.
AMMA: Com este volume de participantes, há quem tenha dito que para o próximo ano ainda trará mais alunos. O pavilhão municipal de Delães chega? Tem "plano B" caso seja necessário outro local?
AL: Sim é verdade que alguns mestres vieram a título individual, até para perceber bem que tipo de Taikai seria, mas na despedida disseram que estavam maravilhados com o que tinham vivido, com o propósito que o Taikai ibérico tinha de verem tantos estilos treinando juntos, partilhando conhecimento uns aos outros, coisa rara  nos dias que correm. Relativamente ao pavilhão, num possível aumento de praticantes para o ano terei de ver mais para a altura, mas será sempre tudo na minha terra Delães. Foi ali que tudo começou tudo que faço, tento sempre o fazer lá a ideia será sempre essa .
 
AMMA: Com a reacção da comunidade das Vicentinas acha que os donativos de bens alimentares foi uma excelente aposta? Dá para apoiar as famílias que elas apoiam durante mais alguns tempos?
AL: Sabe na minha opinião tudo que seja doar algo a associações que trabalham a comunidade é sempre um trabalho de excelência até para os praticantes foi uma boa energia fazer algo para ajudar outros e como conheço de perto a associação que estávamos a doar (Vicentinas) que já tem provas dadas, não houve qualquer dúvida que seria a associação perfeita para a contribuição.
 
AMMA: Uma palavra a quem aderiu, ou que queira vir a aderir ao próximo Taikai Ibérico?
AL: Venham e irão adorar. Serão todos bem recebidos seja qual o estilo for, o Taikai ibérico é totalmente gratuito. Todos levam diploma. Os representantes de escolas têm um troféu de recordação do grande mestre Ruy de Mendonça e o propósito é sempre este: dois países para homenagear um grande mestre que foi português, viveu também parte da sua vida em Espanha e que inspirou milhares!
 
Texto e Fotos: Pedro MF Mestre
(Fotos disponíveis na área das "Fotorreportagens")
 

Periodicidade Diária

terça-feira, 23 de julho de 2024 – 21:39:08

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...