18 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Voleibol e Voleibol de Praia

Imagem: Béziers Angels
 
A invencibilidade azul e branca em 2023/2024 será posta à prova amanhã (19h00) na cidade francesa de Béziers, palco da 2.ª mão dos 16 avos-de-final da Taça CEV.
 
O Futebol Clube do Porto, que venceu por 3-2 (20-25, 25-23, 28-26, 20-25 e 15-12) as gaulesas do Béziers VB na 1.ª mão dos oitavos-de-final da Taça CEV, disputado no Dragão Arena, retribui amanhã a visita (20h00 locais/França). O jogo será arbitrado por Mauro Carlo Goitre (Itália) e Suleyman Yalcin (Países Baixos).
 
Para passar à fase seguinte, a equipa nortenha tem de vencer por qualquer resultado (3-0, 3-1 ou 3-2). Se perder por 2-3, terá de disputar um set de desempate (Golden Set).
Se passar à fase seguinte – Play Off, antes dos quartos-de-final onde já participarão equipas oriundas da Liga dos Campeões –, o FC Porto irá defrontar o vencedor da eliminatória entre as sérvias do Crvena Zvezda Beograd e as checas do Selmy Brno. No primeiro jogo, as sérvias triunfaram, em casa, por 3-1.
 
Na Taça CEV, a equipa vencedora (masculinos ou femininos) receberá 80 mil euros de prémio, o 2.º classificado 60 mil euros e os 3.ºs classificados 30 mil euros.
Liga dos Campeões
 
Na Pool C da 4.ª Ronda da Liga dos Campeões, o Sport Lisboa e Benfica visita, na 3.ª jornada, agendada para 14 de Dezembro, os turcos do Halkbank Ankara, vencedor da Taça otomana e semi-finalista da Champions na época transacta. 
No outro jogo da Pool C, agendado para o dia 13 de Dezembro, os italianos do Gas Sales Daiko Piacenza recebem os alemães do Berlin Recycling Volleys.
 
Nas últimas quatro edições da Liga dos Campeões, disputadas em cinco anos – a de 2020 foi afectada pela Covid-19 –, o Berlin Recycling Volleys posicionou-se sempre no 5.º lugar na classificação final, enquanto o Halkbank Ankara foi semi-finalista da Champions em 2023 e vice-campeão em 2014.
Na última edição, que foi vencida pelos polacos do Grupa Azoty Kedzierzyn-Kozle, o Halkbank Ankara foi 3.º classificado, o Berlin Recycling Volleys 5.º e o SL Benfica 12.º classificado. Em 2023, o Piacenza foi 3.º classificado na Taça CEV. Ver CEV Champions League Volley
Este ano, o SL Benfica participa pela quarta vez na Liga dos Campeões, com a melhor classificação a ser registada em 2022, o 9.º/12.º lugar na classificação final, após terminar em terceiro no seu grupo.
Os melhores registos dos encarnados da Luz nas competições internacionais datam de 2015 e 2016, respectivamente com a conquista da medalha de prata e da medalha de bronze, ambas na Challenge Cup.
 
O vencedor da Liga dos Campeões (masculinos ou femininos) receberá 500 mil euros de prémio, o 2.º classificado 250 mil euros e o 3.º classificado 125 mil euros.
Challenge Cup
 
Nos oitavos-de-final da Challenge Cup, a Associação de Jovens da Fonte do Bastardo defrontará os eslovacos do Rieker UJS Komárno, primeiro em casa, no dia 12 de Dezembro (19h30 locais), e depois na Eslováquia, no dia 19 de Dezembro (19h00 locais).
 
Na Challenge CEV, o vencedor (masculinos ou femininos) receberá 50 mil euros de prémio, o 2.º classificado 30 mil euros e os 3.ºs classificados 15 mil euros.
 
Mais informações em www.cev.eu
 
Árbitros portugueses em acção
 
Ricardo Ferreira
Allianz Vero Volley Milano (Itália) x Volley Mulhouse Alsace (França), Pool A da Liga dos Campeões – femininos, no dia 6 de Dezembro de 2023.
Jastrzebski Wegiel (Polónia) x Jihostroj Ceske Budejovice (Chéquia), Pool C da Liga dos Campeões – masculinos, no dia 20 de Dezembro de 2023.
 
Pedro Pinto
Asseco Resovia Rzeszów (Polónia) x Trentino Itas (Itália), Pool B da Liga dos Campeões – masculinos, no dia 13 de Dezembro de 2023.
Olympiacos Piraeus (Grécia) x Grupa Azoty Kedzierzyn-Kozle (Polónia), da Pool A da 4.ª Ronda da Liga dos Campeões – masculinos, no dia 11 de Janeiro de 2024.
 
Vítor Gonçalves
SVG Luneburg (Alemanha) x Jastrzebsi Wegiel (Polónia), Pool D da Liga dos Campeões – masculinos, no dia 13 de Dezembro de 2023.
 
Nuno Teixeira
SWD Powervolleys Duren (Alemanha) x Aons Milon NEA Smyrni Athens (Grécia), dos oitavos-de-final da Taça CEV – masculinos, no dia 13 de Dezembro de 2023.
 
Nuno Maia
Cez Karlovarsko (Chéquia) x Arkas Izmir (Turquia), dos oitavos-de-final da Taça CEV – masculinos, no dia 12 de Dezembro de 2023.
 
Voleibol de Praia
 
Rui Carvalho
Finais BPT 2023 – Doha (Catar), de 6 a 9 de Dezembro de 2023.
 
Mundial de Voleibol de Praia 2025 na Austrália
O próximo Campeonato do Mundo de Voleibol de Praia será disputado na cidade australiana de Adelaide em 2025.
 
O anúncio foi feito no final da reunião da Comissão de Voleibol de Praia da Federação Internacional de Voleibol (FIVB), presidida por Vicente Araújo, Presidente da Federação Portuguesa de Voleibol.
 
A Comissão de Voleibol de Praia da FIVB passou em revista os acontecimentos de 2023, um ano marcante para a modalidade em vários aspectos, desde o sucesso do Beach Pro Tour 2023 (Circuito Mundial), com 51 eventos em todo o mundo, incluindo 9 etapas de Elite16, 10 de Challenge e 31 de Futures e que terminará com as finais em Doha, no Catar, ainda este ano.
 
A Comissão também actualizou informações sobre os Jogos Olímpicos de Paris 2024, onde o Voleibol de Praia terá por palco o Estádio da Torre Eiffel e 24 duplas de femininos e 24 de masculinos competirão sem quartel pelas honras olímpicas.
 
No final da reunião, o Presidente da FIVB, Ary Graça Filho, salientou:
“Durante o Beach Pro Tour de 2023 foram distribuídos mais de 6 milhões de dólares de prémios em dinheiro e mais de 1.600 duplas participaram este ano no Circuito Mundial.
Actualmente, existem 2.093 duplas masculinas de 152 Federações Nacionais a disputar o Beach Pro Tour ou competições continentais e zonais. E também há 1.856 selecções femininas de 131 Federações Nacionais que participam nas diversas competições internacionais. São números fantásticos e são apenas o começo!”.
Arbitragem portuguesa em destaque
 
A próxima geração de árbitros de elite foi validada como uma prioridade na reunião anual da Comissão de Arbitragem da Confederação Europeia de Voleibol (CEV).
 
A Comissão de Arbitragem (CA) da Confederação Europeia de Voleibol (CEV) reuniu no fim-de-semana na cidade sérvia de Belgrado, no seu último encontro presencial do mandato 2020/2024, e que contou com a presença do Presidente da CEV, Aleksandar Boričić, que aproveitou a oportunidade para partilhar a sua visão para o futuro da modalidade, com um foco óbvio na arbitragem.
“O campo do jogo é o coração do nosso desporto e, com isso em mente, faremos tudo o que estiver ao nosso alcance para proteger a integridade do nosso desporto e, especialmente, para proteger os nossos jogadores. Portanto, uma comunicação contínua e produtiva entre árbitros e jogadores é de extrema importância para prevenir quaisquer potenciais conflitos“, salientou o Presidente da CEV, acrescentando:
“Precisamos de árbitros jovens e enérgicos, que desejem aprender continuamente, melhorar-se, assumir as suas responsabilidades e mostrar a sua personalidade, entendendo o espírito do jogo”.
 
A extensa agenda da reunião presidida pela Presidente do CA da CEV, Zorica Bjelić, incluiu nomeações para as próximas fases das Taças da Europa CEV 2024, bem como uma revisão das respetivas listas de árbitros de Voleibol, Voleibol de Praia e candidatos, além dos vídeos-árbitros e treinadores de árbitros, com estes últimos a desempenharem um papel fundamental na orientação e no crescimento da próxima geração de árbitros internacionais de elite.
 
Avelino Azevedo, Presidente do CA da Federação Portuguesa de Voleibol e membro do CA da CEV, fez um balanço da reunião:
“A arbitragem europeia vai manter em 2024 a sua aposta em proporcionar diversas oportunidades educativas de qualidade, destacando-se um inédito seminário, em Abril, que vai juntar árbitros de Voleibol e de Voleibol de Praia apenas do sexo feminino. Para além disso, será organizado, até Agosto próximo, um curso internacional de Voleibol na Europa, e outro a nível mundial, pelo que eu tenho a convicção que, perante o actual nível da arbitragem lusitana, teremos representantes portugueses em todos os eventos. Aliás, juntamente com a educação, a mentoria é outro pilar nesta ambiciosa jornada e processo de crescimento para conseguirmos árbitros altamente qualificados, pelo que, em 2024, acontecerá uma iniciativa inovadora, através da qual 10 árbitros experientes trabalharão em estreita colaboração com 20 árbitros mais jovens, um dos quais português, para apoiar o seu crescimento contínuo e acompanhado”.
 
Relativamente à variante olímpica da praia, Avelino Azevedo salientou que, “após os dois cursos internacionais, interessa colocar na prática esta nova geração, pelo que os candidatos irão ser incluídos nas competições CEV dos mais novos, bem como foi feita uma proposta para a sua inclusão nas provas de colaboração FIVB/CEV, os eventos Beach Pro Tour Futures, com a presença de um Delegado de Arbitragem, o denominado «Referee Coach», para acompanhar alguns candidatos no sentido de obterem o seu estatuto internacional num continente que é mundialmente referencial também na área da arbitragem”.
 

Periodicidade Diária

sábado, 24 de fevereiro de 2024 – 03:43:44

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...