16 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Tons da Cidade - Apontamentos musicais com artistas ligados à Amadora

 

 

No âmbito das comemorações do 42.º aniversário do município da Amadora, realiza-se mais um "Tons da Cidade", que conta com a participação de artistas com ligações à cidade para gravarem miniconcertos.


As suas atuações estarão disponíveis nos canais digitais do município, levando desta forma a cultura e a música a todos.


Nos dias 3, 7 e 10 de setembro, às 21h30, serão disponibilizadas as atuações de Pedro da Linha convida RIOT, THIS IS NOT INDIE MUSIC e Tabanka Djaz.


3 setembro | Pedro da Linha convida RIOT

Pedro da Linha
"Natural dos subúrbios de Lisboa, é apontado como um dos mais importantes nomes da revolução eletrónica que tomou conta da cena musical de Lisboa, com uma estética única e inconfundível.


Conquistou inicialmente a cena eletrónica global com a força das suas produções que sintetizam e elevam a matriz sonora do subúrbio lisboeta, que se fizeram imediatamente ouvir, sentir e dançar nas pistas de dança de todo o mundo. Dos primeiros lançamentos com a Enchufada, que incluem colaborações com o produtor e músico Branko em ‘MPTS’ ou o MC brasileiro Rincon Sapiência em ‘Na Quebrada’, chegando até ao lançamento do álbum de estreia ‘Da Linha’ em março de 2020, Pedro Da Linha expandiu o seu alcance ao aplicar a sua estética em produções para artistas como Dino D’Santiago (‘Nova Lisboa”), Profjam (“Hei”), Carlão (‘Contigo’), Branko (“Nosso”) ou Diogo Piçarra (“Erro”)."


RIOT
"Riot iniciou a sua carreira em bandas de garagem da Amadora e em conjunto com João Barbosa (Branko) fundaram os Buraka Som Sistema. Em 2020, lançou o projeto Bateu Matou, ao lado de Ivo Costa (Batida) e Quim Albergaria (PAUS)."


7 setembro | THIS IS NOT INDIE MUSIC

"Projeto junta 4 dos mais criativos músicos da cena improvisada portuguesa. Os backgrounds passam pelo jazz, rock e eletrónica, mas o que os une é um conceito muito simples: A música que fazem é incategorizável, e em momento algum deixam que estereótipos se cruzem com as suas narrativas.


Galardoados com prestigiados Prémios, como “Melhor álbum Jazz” – Prémios Play, (João Mortágua), “Musico do Ano” – Prémio RTP, Antena 2 (André Fernandes) e “Músico Revelação” Prémio RTP, antena 2 (Tomás Marques 2019 e Diogo Alexandre 2020).


André Fernandes - Guitarra e eletrónica | João Mortágua – Saxofone e efeitos | Tomás Marques – baixo elétrico e EWI | Diogo Alexandre - Bateria"


10 setembro | Tabanka Djaz

"Oriundos da Guiné-Bissau, formaram-se em 1988 e em menos de um ano a sua visibilidade nacional e internacional foi tal, que após uma tour nos EUA resolvem gravar o seu primeiro álbum a que deram o nome do Grupo “Tabanka”.
Estava assim traçado o percurso de um Grupo de sucesso, agora com vinte cinco anos de vida. Entre tours por Angola, Moçambique, Senegal, França, Luxemburgo, Holanda, EUA, Cabo-Verde, etc., os TABANKA DJAZ ofereciam aos seus fãs novos sucessos.


Atualmente, a formação base é composta por 3 elementos. São eles o cantor e guitarrista Mikas Cabral, o baixista Juvenal Cabral e o teclista Jânio Barbosa. Ao vivo, juntam-se o teclista Paulinho Barbosa, o baterista Cau Paris, o percussionista Kabum, a corista e dançarina Sheila Semedo e os sopros, Lars Arens no trombone, João Capinha no sax e Cláudio Silva no trompete."

 

 

Periodicidade Diária

segunda-feira, 29 de novembro de 2021 – 10:14:15

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...