15 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Albino Silva candidato a Presidente da Federação Portuguesa de Remo

Com 40 anos de idade e mais de metade da vida dedicada ao remo de Alta Competição, Albino Silva é candidato a Presidente da Federação Portuguesa de Remo – seguindo o lema “Uma Paixão com Razão”. O antigo campeão, várias vezes medalhado ao serviço da Selecção Nacional, acredita na mudança de rumo fase à actual situação da FPR e ambiciona concretizar um amplo plano para colocar a modalidade de novo em águas tranquilas.
 
 Ao longo de uma carreira de quase 25 anos ao serviço do remo, Albino Silva deu seguimento a uma tradição de família – uma paixão iniciada pelo avô e continuada pelo pai no Clube Naval Infante D. Henrique. Mantendo-se profissionalmente ligado ao desporto – é gestor e proprietário de um Health Club – Albino Silva sempre alimentou o sonho de um dia emprestar a sua experiência à sua modalidade de eleição. O seu objectivo era o ano de 2016. No entanto, a actual situação de ruptura financeira da Federação Portuguesa de Remo veio antecipar a sua mobilização: “Perante o actual cenário da modalidade senti que estava na hora de avançar porque acredito que a minha experiência pode realmente fazer a diferença. Foi um despertar tardio mas tenho sentido um grande apoio por parte dos principais agentes do Remo”.
 
 Entre os apoios já publicamente expressos, destaque para o único Campeão do Mundo de Remo português (1998) – o actual médico Artur Antunes: “Conheço as qualidades humanas do Albino Silva e não tenho a mínima dúvida que é a pessoa certa para liderar a Federação Portuguesa de Remo. A sua visão de reestruturar o desporto através de um forte apoio aos clubes faz todo o sentido”.
 
 Sob o lema “Uma Paixão com Razão”, Albino Silva está empenhado em trazer o Remo português para uma nova era – começando pela delicada questão financeira que o empresário planeia resolver no médio prazo: “A caótica situação financeira da FPR vai implicar uma gestão muito rigorosa e muitos cortes, mas também a captação de novas fontes de financiamento no sector privado. Acredito que o Remo pode ganhar novos parceiros nas empresas, tendo em conta o seu elevado potencial – foi o segundo desporto com melhores resultados nos últimos JO”. Uma das medidas anunciadas neste âmbito passa pelo corte de todos os subsídios que os dirigentes federativos auferiam em deslocações, viagens e alimentação.
 
 Apostar no voluntariado e na dinâmica local dos clubes espalhados pelo país é também uma prioridade: “Os clubes vão estar no centro de toda a minha acção, são eles que podem ajudar a alargar o número de praticantes e nesse campo temos grandes ambições. Aproveitando o potencial de todas as vertentes do remo, muitas até aqui subaproveitadas, queremos duplicar o número de praticantes para chegar a 3500 federados”. O Remo de lazer e a componente turística, o remo escolar, o remo de mar, o surfboat, o remo indoor (que chega a 600 mil praticantes) e o remo adaptado vão merecer uma atenção especial no programa de desenvolvimento do remo. Quanto à Alta Competição, Albino Silva coloca a fasquia bem elevada; “Quero concretizar a primeira medalha olímpica do remo português e levar aos Jogos Olímpicos três equipas – apostando também numa equipa para os Jogos Paralímpicos”.
 
 PERFIL ALBINO SILVA
 
 - 40 anos
 - Empresário do ramo do Fitness
 - Casado com três filhos
 - 25 anos de dedicação ao remo como atleta
 - 20 títulos de Campeão Nacional de Portugal
 - Representou 6 clubes em vários países
 - Campeão Nacional do Brasil ao serviço do Flamengo (profissional por uma época)
 - Atleta da Selecção Nacional durante 8 anos
 - Medalha de Bronze nas Regatas Internacionais de Gent em Shell de 4+ (Portugal)
 - Medalha de Bronze nas Regatas Internacionais de Piedilucco em Shell de 4+ (Portugal)
  
   

Periodicidade Diária

quarta-feira, 28 de julho de 2021 – 04:58:27

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...