18 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

França vence duas das quatro finais do Campeonato do Mundo de Veteranos por Equipas

 
- Gauleses venceram finais masculinas de +55 e +60
- Itália venceu decisão feminina de +55 e Alemanha a de +60
- Seleção masculina de +55 terminou com saldo positivo
A França foi a grande vencedora do Campeonato do Mundo de Veteranos por Equipas que a Federação Portuguesa de Ténis organizou, com o apoio da Federação Internacional de Ténis, ao vencer as finais masculinas de +55 e +60. Nas provas femininas, os títulos foram divididos entre a Itália e a Alemanha. Quanto a Portugal, encerrou a participação com a seleção masculina de +55 em destaque ao vencer a Austrália para garantir o 11.º lugar e terminar com um saldo positivo de vitórias.
A final masculina de +55 foi a primeira a terminar e sorriu à França, que no Complexo Desportivo do Jamor começou por ver Christophe Damiens superar Marco Filippeschi por 6-4 e 7-5. Depois, Lionel Barthez já estava bem encaminhado para a recuperação (4-6 e 5-0) quando Enrico Casadei desistiu, devido a problemas físicos, e resolveu a eliminatória.
 
Horas depois de celebrarem no Jamor, os homens gauleses também fizeram a festa no Club Internacional de Foot-Ball (CIF), em Lisboa, mas só no par decisivo.
 
Isto porque a Itália até entrou melhor na final masculina de +60, por intermédio da vitória de Giovanni Lelli Mami por 4-6, 6-3 e 6-3 sobre Arnaud Deleval ao cabo de 2h38, mas depois Alain Moracchini iniciou a recuperação francesa ao dar a volta a Roberto Angelini para triunfar pelos parciais de 3-6, 6-1 e 6-1 em 2h17. Com tudo empatado, foi necessário um par decisivo e aí Alain Coffe e Alain Moracchini superaram Giovanni Lelli Mami e Francis Angelo Tanganelli Viljo por 6-2 e 6-3.
A primeira final feminina a ficar decidida foi a que aconteceu no Clube de Ténis do Estoril, onde a Alemanha revalidou o título de +60 apenas nos singulares, fazendo o 2-0 contra os Estados Unidos da América. Kerstin Garcia (6-2 e 6-1 contra Vicki Buholz) e Helga Nauck (6-3 e 6-0 contra Fran Chandler) assinaram os triunfos no Dia D.
 
De regresso ao Complexo Desportivo do Jamor, a Itália venceu a Alemanha por 2-1 e conquistou o título feminino de +55.
O confronto começou com uma vitória transalpina graças a Sabrina Cantoni, que se impôs por 7-5 e 6-0 a Gabi Kirchner, mas Anke Wurst igualou a contenda ao passar por Simona Isidori com os parciais de 6-2 e 6-3. No momento das decisões, as italianas voltaram a sorrir pois as protagonistas dos duelos de singulares foram melhores do que Alice Schopp e Anke Wurst e venceram por 7-5 e 6-2.
Quanto à comitiva lusa, a seleção feminina de +55 já tinha encerrado a participação na quinta-feira com o 12.º lugar e esta sexta-feira a equipa masculina de +60 ficou-se pela mesma posição ao perder com o México por 3-0.
 
No Club Internacional de Foot-Ball, o conjunto da casa não conseguiu recuperar da derrota no duelo ibérico da véspera e perdeu o confronto de atribuição das posições 11 e 12 logo nos singulares: Joaquim Costa foi lançado a jogo em singulares pela primeira vez e apesar da resistência oferecida perdeu por 7-6(5) e 6-3 contra Luís Enrique Leal. Depois, entre a espada e a parede, José Alberto Pereira não conseguiu evitar a derrota por 6-0 e 6-2 para Salvador Garcia Villalobos, que assegurou a vitória mexicana.
 
Já sem influência no desfecho da eliminatória, o encontro de pares viu Joaquim Costa e José Alberto Pereira perderem por 6-0 e 6-3 com Victor Arana e Salvador Garcia Villalobos.
 
No Clube de Ténis do Estoril, a equipa feminina de +60 também não conseguiu despedir-se do Campeonato do Mundo de Veteranos com uma vitória, mas à entrada para esta jornada já sabia que seria a melhor classificada entre as quatro seleções da casa e terminou na oitava posição, perdendo por 3-0 com o Canadá.
 
No derradeiro compromisso da competição, Paula Zoio perdeu o primeiro encontro de singulares por 6-4 e 6-3 frente a Mary Potter e depois Ann Fernandes cedeu por 6-3 e 6-1 perante Erin Boynton, que assim selou o sétimo lugar para as canadianas.
 
Já com a eliminatória resolvida, Vera Pyrrait e Paula Zoio perderam por 6-2 e 6-1 com Kelly Stobbe e Cora Wills no duelo de pares.
 
Mais sorridente foi a despedida da equipa masculina de +55, que no Complexo Desportivo do Jamor conquistou o 11.º lugar graças a uma vitória por 2-1 sobre a Austrália conseguida no super tie-break do par decisivo.
 
A eliminatória foi inaugurada com um triunfo de Nuno Mota pelos parciais de 6-4, 3-6 e 6-3 sobre Matt Ilott, atualmente no 144.º lugar do ranking mundial que já esteve no 14.º posto. Depois, até esteve encaminhada para ficar resolvida no segundo singular, mas a excelente prestação do capitão, Vasco Graça, não foi suficiente para travar o 18.º classificado da hierarquia, Jason Ward, que ao cabo de três partidas venceu por 6-4, 4-6 e 6-3 e igualou o braço de ferro.
 
Com tudo empatado e a noite a cair, foi já com a ajuda dos holofotes que Vasco Graça e Nuno Mota regressaram à ação. Os dois portugueses saíram por cima de um encontro com muita qualidade de parte a parte contra Garry Nadebaum e Jay Pike e venceram por 6-3, 1-6 e 10-5 para assinarem uma vitória muito celebrada no Jamor, onde contaram com bastante apoio apesar do final tardio.
 
Também composta por Sotero Rebelo e Pedro Martins, que não alinharam esta sexta-feira, a equipa lusa de +60 encerrou a participação no Campeonato do Mundo de Veteranos por Equipas no 11.º lugar e com um saldo positivo de 3 vitórias e 2 derrotas.
 
Este é o terceiro ano em que a Federação Portuguesa de Ténis organiza o Campeonato do Mundo de Veteranos: em 2019 recebeu os escalões de +50, +55 e +60, em 2022 acolheu as provas de +30, +35, +40 e +45 e em 2023 as de +55 e +60.
 
Encerrada a competição por equipas, já este sábado, às 10h, começará o Campeonato do Mundo Individual de Veteranos, que contará com 424 jogadores entre os dias 19 e 26 de agosto entre o Complexo Desportivo do Jamor (palco principal) e o Club Internacional de Foot-Ball.
 

Periodicidade Diária

sábado, 13 de julho de 2024 – 01:05:25

Pesquisar

Como comprar fotos

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...