13 anos ao serviço do Desporto em Portugal

publicidade

 

Notícias

Portugal com bons testes frente à Tunísia

 

A Seleção Nacional de Seniores teve em Vila Real, esta quarta e quinta-feira, dois bons testes de preparação (os últimos, diga-se) para a pré-qualificação do Mundial 2019, diante da Tunísia, orientada pelo nosso bem conhecido Mário Palma, coadjuvado por sua vez por Ivan Kostourkov, e que irá acolher o AfroBasket.


Os comandados de Mário Gomes, frente a uma das potências africanas da modalidade, venceram o primeiro jogo por 70-62, tendo perdido no segundo desafio (59-68).


No encontro de quarta-feira, Portugal dominou as operações desde o início e a Tunísia só passou para o comando do marcador a pouco mais de cinco minutos do soar da buzina, embora a equipa das quinas tenha recuperado a liderança na posse de bola seguinte, nunca mais a perdendo. Apesar da eficácia baixa no lançamento exterior (28% nos triplos, com 8 concretizados em 29 tentados), a Seleção Nacional encontrou outras alternativas para marcar pontos e saboreou a vitória.


Em termos individuais, João Guerreiro (11 pontos, 7 ressaltos, 1 assistência), Fábio Lima (11 pontos, 5 ressaltos, 2 roubos de bola), José Silva (9 pontos, 1 ressalto, 2 assistências, 1 roubo de bola), Pedro Pinto (9 pontos), Nuno Oliveira (8 pontos, 4 ressaltos, 1 roubo de bola) e Tomás Barroso (8 pontos, 1 ressalto, 1 roubo de bola).
 
Já no embate de quinta-feira, Portugal entrou com o pé esquerdo na partida, sofrendo um parcial de 0-14 e só ao fim de cinco minutos Tomás Barroso fez funcionar o marcador para o conjunto luso, que iniciou um parcial favorável de 9-2 que encurtou as distâncias. Ainda assim, no final do primeiro período, os tunisinos lideravam por três pontos (16-19). No segundo quarto, Portugal chegou a passar para a liderança (26-23), mas a seleção africana impôs os seus centímetros - ajudada pela fraca eficácia portuguesa nos triplos nos vinte minutos iniciais (17%) - e somou um parcial de 1-12 que lhe permitiu reconquistar uma vantagem que conservou até ao intervalo (27-35).


Após o regresso dos balneários, o adversário magrebino continuou a apostar no jogo interior. A seleção africana voltou a abrir um fosso de dois dígitos no marcador, mas a raça lusa permitiu uma recuperação que ainda fez sonhar os muitos portugueses nas bancadas do Pavilhão dos Desportos de Vila Real, embora não tenha sido suficiente para assegurar o triunfo.


Individualmente, destacaram-se na equipa das quinas José Silva (15 pontos, 1 ressaltos, 1 desarme de lançamento), Tomás Barroso (13 pontos, 4 assistências) e João Guerreiro (10 pontos, 8 ressaltos, 2 assistências, 3 roubos de bola).


Agora, seguem-se os jogos 'a doer', ou seja, já a contar para a fase de pré-qualificação para o Campeonato do Mundo de 2019. O primeiro jogo é já na próxima quarta-feira, 2 de agosto, em Sines, frente à Bulgária, sendo que uma semana depois, dia 9, Portugal viajará até Minsk para defrontar a Bielorrússia e três dias depois, a 12 de Agosto, medirá forças com a Bulgária, em Botevgrad. Para encerrar esta fase, a equipa das quinas receberá a Bielorrússia em Coimbra, a 19 do próximo mês.

Periodicidade Diária

domingo, 21 de julho de 2019 – 12:39:14

Pesquisar

Vamos ajudar a Oksana

Maryna Sribnyak
IBAN: PT50 0035 0614 0000 9327 930 65
SWIFT: CGDIPTPL
clicar na imagem para saber mais

publicidade

Atenção! Este portal usa cookies. Ao continuar a utilizar o portal concorda com o uso de cookies. Saber mais...